4

Tenho uma função onde o tipo do retorno depende do tipo do parâmetro. Consegui declarar essa sobrecarga com function, mas não com arrow function, pois recebo o erro:

Cannot redeclare block-scoped variable 'parseToDate2'.
'=>' expected.

Veja um exemplo abaixo:

// Funciona
function parseToDate<T extends string | null>(date: T): T extends string ? Date : null;
function parseToDate(date: string | null): Date | null {
  return typeof date === 'string' ? new Date(date) : null;
}

// Não funciona
const parseToDate2 = <T extends string | null>(date: T): T extends string ? Date : null;
const parseToDate2 = (date: string | null): Date | null => 
  typeof date === 'string' ? new Date(date) : null;

Playground

Eu estou declarando a sobrecarga de forma errada ou ela não é suportada em arrow functions? Caso não seja suportada, por quê?

A princípio imaginei que, como funciona com function, deveria funcionar de algum jeito com arrow function.

2
  • 1
    Nesse caso não é por causa do const, que não deixa criar outra variável com o mesmo nome?
    – hkotsubo
    17/06/2021 às 15:01
  • @hkotsubo é, parece ser isso mesmo 🤦‍♂️. Fiz uns testes com var, let e const e vi a documentação do MDN, faz sentido. Existe uma "notação" diferente que permita a sobrecarga em arrow functions? Eu encontrei algumas respostas no SOen mas não consegui adaptar pro exemplo da minha pergunta 17/06/2021 às 15:15

2 Respostas 2

4

Você não vai conseguir utilizar a sintaxe "parecida" com a de declarações de funções já que o TypeScript não entende que várias declarações de funções via arrow functions definidas com const (ou mesmo let) são definições de sobrecargas.

Para definições de sobrecargas utilizando aquela notação mais explícita, é só com declaração de funções mesmo. Referir à documentação.

Você tem duas alternativas:

  1. Não utilizar arrow function

    Nesse caso, você simplesmente irá a sintaxe de declaração de funções. Essa é a forma que eu prefiro, já que não tem muito motivo de usar arrow function aí. Estará, nesse caso, utilizando a notação que a linguagem escolheu para isso.

    Não vou dar exemplo porque já tem na pergunta.

  2. Criar um novo tipo (com as sobrecargas definidas) e o atribuir à arrow function

    Você tem duas formas para fazer isso. Utilizar interfaces ou dois tipos de função unidos pelo operador de interseção de tipos, &.

    Exemplo que usa interfaces:

    interface GetParent {
      (selector: string): HTMLElement | null;
      (element: HTMLElement): HTMLElement | null;
    }
    
    const getParent: GetParent = (selector) => {
      if (typeof selector === 'string') {
        return document.querySelector(selector)?.parentElement ?? null;
      }
    
      return selector.parentElement;
    }
    

    Ver no TSP.

    Exemplo utilizando interseção de tipos de função:

    type GetParentViaSelector = (selector: string) => HTMLElement | null;
    type GetParentViaElement = (element: HTMLElement) => HTMLElement | null;
    type GetParent = GetParentViaSelector & GetParentViaElement;
    
    const getParent: GetParent = (selector) => {
      if (typeof selector === 'string') {
        return document.querySelector(selector)?.parentElement ?? null;
      }
    
      return selector.parentElement;
    }
    

    Ver no TSP.

Eu modifiquei os exemplos para simplificar a resposta. :) Mas genéricos também funcionam.

Devo ressaltar que, quando os tipos de retorno forem diferentes (tal como no exemplo da pergunta), a única saída é utilizar a própria sintaxe de sobrecarga explícita com as declarações de funções. Aparentemente é um comportamento esperado.

4
  • Nesse exemplo de getParent me parece que funciona porque o retorno é sempre o mesmo, e no fim a assinatura seria algo como getParent(selector: string | HTMLElement) => HTMLElement | null. Se o retorno for diferente, como no caso da pergunta, não é possível fazer do modo 2? 17/06/2021 às 15:28
  • Exemplo 17/06/2021 às 15:28
  • 1
    É, @RafaelTavares, não tinha testado esse caso, mas me parece que, com retornos de tipos incompatíveis, não dá para utilizar nenhum outro jeito senão a própria sintaxe de declaração de funções com as sobrecargas explícitas. 17/06/2021 às 16:00
  • 1
    Pelas respostas na pergunta similar no SOen eu também não tinha conseguido. A solução 1 é ótima, pelo menos para minha situação. O que mais me importava saber é o porque eu não conseguia com arrow functions e se tinha outra alternativa. Sua resposta foi bem precisa nisso. 17/06/2021 às 16:08
1

Complementando a outra resposta, vale citar que no fim, o código TypeScript é transpilado para JavaScript, o que pode ajudar a explicar porque não é possível fazer o overload com arrow functions.

Se usarmos o seu código:

function parseToDate<T extends string | null>(date: T): T extends string ? Date : null;
function parseToDate(date: string | null): Date | null {
  return typeof date === 'string' ? new Date(date) : null;
}

Para testar eu usei o Deno, pois com ele é possível obter facilmente o arquivo JavaScript gerado a partir do TypeScript. No caso do código acima, o JavaScript gerado foi:

"use strict";
function parseToDate(date) {
    return typeof date === 'string' ? new Date(date) : null;
}

Ou seja, uma única função.

Mas eu também poderia fazer assim:

// só recebe uma string ou null
function parseToDate < T extends string | null > (date: T): T extends string ? Date : null;
function parseToDate(date: string | null): Date | null;
// recebe 3 números
function parseToDate(date: number, month: number, year: number): Date | null;

// implementação: ver mais em https://pt.stackoverflow.com/a/418160/112052
function parseToDate(date: any, month?: any, year?: any): Date | null {
    if (typeof date === 'string')
        return new Date(date);
    if (typeof date === 'number' && typeof month === 'number' && typeof year === 'number')
        return new Date(year, month - 1, date);
    return null;
}

Que o JavaScript resultante continuaria sendo uma única função:

function parseToDate(date, month, year) {
    if (typeof date === 'string')
        return new Date(date);
    if (typeof date === 'number' && typeof month === 'number' && typeof year === 'number')
        return new Date(year, month - 1, date);
    return null;
}

Ou seja, todos os overloads se tornam uma única função, conforme já explicado em detalhes aqui.


E por que com arrow function não dá?

Com arrow functions, você na verdade está criando uma variável e atribuindo uma função como o seu valor. Ou seja, se você fizer algo como:

let func = (x: number): number => x + 1;
func = (x: number): number => x - 1;

// func contém somente a última arrow function
console.log(func(11)); // 10

Na verdade você está sobrescrevendo o valor da variável func com outro valor (com outra função). A primeira função criada "se perde", e no fim você só tem a última. O JavaScript resultante é:

let func = (x) => x + 1;
func = (x) => x - 1;
console.log(func(11));

Repare que tive que colocar o corpo da função e a "seta" (=> x + 1 e => x - 1), pois sem isso o código não compila. Ou seja, seu exemplo estava incompleto.

E no seu código, você usou const, então deu erro porque estava tentando criar a mesma variável duas vezes.

Mas tem um detalhe, eu não conseguiria fazer isso:

let func = (x: number): number => x + 1;
// agora tem 2 parâmetros
func = (x: number, y:number): number => x + y;

Isso dá erro:

error: TS2322 [ERROR]: Type '(x: number, y: number) => number' is not assignable to type '(x: number) => number'.
func = (x: number, y:number): number => x + y;

Porque inicialmente a variável é do tipo "função que recebe um number e retorna um number", mas eu tentei colocar nela uma "função que recebe dois number's e retorna um number", e como são tipos incompatíveis, dá o erro.

Ou seja, uma vez que uma variável tenha como valor uma arrow function, você não conseguiria setá-la com outra função com assinatura diferente (o que também impediria o overload - mas mesmo que isso fosse possível, na verdade não seria um overload, pois como eu já disse, você só estaria sobrescrevendo o valor da variável).

Nesse caso, um jeito de ter uma arrow function que aceita vários parâmetros de tipos diferentes (similar a uma function sobrecarregada) seria declarar os parâmetros da maneira mais genérica possível, dentro das opções que você quer considerar:

let parseToDate2 = (date: string | number | null, month?: number, year?: number): Date | null => {
    if (typeof date === 'string')
        return new Date(date);
    if (typeof date === 'number' && typeof month === 'number' && typeof year === 'number')
        return new Date(year, month - 1, date);
    return null;
};

Que se transforma no seguinte JavaScript:

let parseToDate2 = (date, month, year) => {
    if (typeof date === 'string')
        return new Date(date);
    if (typeof date === 'number' && typeof month === 'number' && typeof year === 'number')
        return new Date(year, month - 1, date);
    return null;
};

Ou seja, ele se torna basicamente a mesma função resultante do overload quando usamos function (considerando, é claro, as diferenças entre function e arrow function).

Mas eu ainda preferiria usar a primeira opção (function), ou as sugestões da outra resposta.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.