4

Em muitos casos temos dados no banco de dados que não estão no formato que desejamos que eles sejam mostrados.

Como modo de exemplificar digamos que tenho uma tabela chamada users e nessa tabela um campo chamado role que irá armazenar o nível de acesso de um usuário. Digamos que o valor de role seja ADMIN.

Quando pretendo fazer a saída desses dados após recupera-los do banco de dados, eu não quero que o usuário veja o valor do campo role (que no caso é ADMIN) mas quero que ele veja DIRETOR. Esse é um exemplo fictício para exemplificar que na verdade existem muitas situações em que no banco de dados o dado armazenado é um mas a saída dele para o usuário deve ser outra.

Minha dúvida é: como vocês costumam tratar isso a nivel de PHP?

Utilizando o framework CakePHP eu estou atualmente usando a callback afterFind que pega o resultado atual obtido no banco de dados e cria uma elemento a mais na array com o índice o e lá trato todos os dados de saída.

Um exemplo. Suponha que obtive o seguinte array de resultados vindos do banco de dados:

user_id => 1,
username => 'joao',
role => 'ADMIN'

Após passar pela minha callback, a array ficará:

user_id => 1,
username => 'joao',
role => 'ADMIN'
o =>
    user_id => 1,
    username => 'joao',
    role => 'DIRETOR'

E na hora do output, ou seja imprimir na view, apenas uso o índice o. Os demais são para uso interno nos controllers.

1

Imagino/sugiro que você tenha uma tabela 'roles' onde determinará as permissões de cada nível de acesso. Nesta tabela você deve ter, no mínimo, uma coluna 'role' e outra 'friendlyName'.

+-------+--------------+
| role  | friendlyName |
+-------+--------------+
| ADMIN | DIRETOR      |
+-------+--------------+

E para fazer sua consulta você usaria a cláusula:

SELECT user_id, username, role, (SELECT friendlyName FROM roles WHERE roles.role = users.role) as friendlyRoleName FROM users;

O resultado deve ser algo assim:

+---------+----------+-------+------------------+
| user_id | username | role  | friendlyRoleName |
+---------+----------+-------+------------------+
|       1 | joao     | ADMIN | DIRETOR          |
+---------+----------+-------+------------------+

Para maior estabilidade do seu código, não esqueça de definir os relacionamentos entre chaves das tabelas.

1

Dá pra fazer isso tanto no PHP, como no SQL, porém eu costumo armazenar os dados da role dos usuários numa tabela de roles.

No SQL, basta criar dois alias e pegar uma formatada e outra não-formatada para o nome:

SELECT u.user_id, u.username, IF(u.role='ADMIN','DIRETOR',u.role) AS role_with_director, u.role as role_global from users u
Inner join roles r ON(u.id_fk_role=r.id_role);

Também dá pra usar CASE:

 SELECT u.user_id, u.username,
 CASE u.role
    WHEN 'ADMIN' THEN 'DIRETOR' 
    WHEN 'SALLER' THEN 'VENDEDOR'  
    WHEN 'RESALLER' THEN 'REVENDA' 
 ELSE u.role
 END as role_formated,
   u.role as role_global from users u
   Inner join roles r ON(u.id_fk_role=r.id_role);

No PHP eu criaria um método dentro da classe para tratar a saída:

private function setNameRole($role) {

 $nameRole = '';
   switch($role) {
      case 'ADMIN':    $nameRole = 'DIRETOR'; break;
      case 'SALLER':   $nameRole = 'VENDEDOR'; break;
      case 'RESALLER': $nameRole = 'REVENDA'; break;
  } 
  return $nameRole;
}

Ou em array:

 private function setNameRole($role) {

     $roleNames = array(
                    'ADMIN'    => 'DIRETOR',
                    'SALLER'   => 'VENDEDOR',
                    'RESSALER' => 'REVENDA');

     return $roleNames[$role];
 }

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy