21

Por que o return false prevalece sobre, por exemplo, um href?

Temos como exemplo esse código:

<!DOCTYPE html>
<html>
    <head>
        <title>Uma página linda</title>
    </head>
    <body>
        <a href="http://stackoverflow.com/" onclick="return false;" title="Link pra stackoverflow" target="_blank">Melhor site de todos (Stackoverflow)</a>
    </body>
</html>

Quando clicado, nesse caso, não aconteceria nada, devido ao return false.

Mas por que isso?

Por que ao clicar no link o evento de direcionamento do site não "funciona"?

10

Não é uma questão de prevalecer. O que acontece quando você clica no link é que é disparado em evento. Este evento apenas chama uma código que deve executar o que o programador deseja. No caso o evento chama-se onclick e está associando ao a href. O código pode fazer o que quiser ali. No caso ele não faz nada.

Foi definido na especificação (acredito eu) que este código definiria se a ação normal do clique ainda seria executada ou não baseado no retorno de um booleano fornecido por este código executado pelo evento. Então se o código retornar um true (se não me engano não precisa retornar alguma coisa específica para que a ação normal ocorra) a ação normal ainda é executada após a ação deste código, mas retornando false a ação normal é suprimida. Considera-se que tudo o que deveria ser feito já está feito pelo código.

É uma convenção útil estabelecida para dar mais flexibilidade. É apenas uma decisão simples que é tomada pelo engine baseada nas regras pré-estabelecidas. Imagine como seria complicado realizar certas tarefas se o link "funcionasse" sempre depois de você fazer uma ação. Eventualmente você teria repetição da ação ou ações conflitantes.

Exemplo:

<a href="http://www.pt.stackoverflow.com/" onclick="return (confirm('Pode seguir o link?'))">SOpt</a>

Hoje é possível usar algo mais moderno como o event.preventDefault.

6

O @bigown já deu uma boa explicação geral, é aquilo mesmo: foi convencionado que o return false cancela o comportamento padrão do elemento (no caso do clique em uma âncora, seguir o link definido no href, mas existem outros exemplos, em outros elementos, como cancelar o envio de um formulário).

Vou complementar aqui com alguns detalhes técnicos. Para ficar menos pesado, tentei organizá-los em forma de lista.

  • A especificação distingue entre event handlers e event listeners. Os handlers são adicionados diretamente no HTML, como no seu exemplo, ou via JavaScript pela sintaxe elemento.onevento = function(){};. Só existe um handler por elemento. Os listeners são adicionados com addEventListener, e pode haver mais de um por elemento.

  • Esse comportamento do return false; de fato serve para impedir a ação padrão do elemento, e só funciona em event handlers, nunca em event listeners.

  • Código JS "solto" dentro de um handler criado via HTML é sempre implicitamente embrulhado em uma função, e essa função se torna o handler. Como return só faz sentido em funções, isso explica por que ele funciona em exemplos assim:

    <a href="#" onclick="return false;">teste</a>
    
  • Isso também explica porque isto não funciona (considere retornaFalse como uma função que retorna false):

    <a href="#" onclick="retornaFalse();">teste</a>
    

    ... mas isto funciona:

    <a href="#" onclick="return retornaFalse();">teste</a>    
    
  • Quando estiver usando listeners, existem duas maneiras de cancelar o evento:

    1. Executar o método preventDefault do objeto evento passado ao listener.
    2. Definir a propriedade returnValue desse mesmo objeto para false.
1

Eu não sou um campeão de javascript, mas até onde sei o comportamento padrão é: executar a função do onclick e depois seguir o link a menos que o onclick retorne false.

me baseei nessa pergunta: https://stackoverflow.com/questions/14867558/html-tag-a-want-to-add-both-href-and-onclick-working

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.