4

Recentemente, na versão v16.0.0 do Node.js, foi adicionado a API Timers Promises e, pelo que eu entendi, trata-se de alterar o comportamento dos timers padrões (setTimeout, setImmediate, etc...). Esses timers retornam objetos NodeJS.Timeout, desta forma:

Se feito um console.log(setTimeout(() => {}, 0)), temos:

Timeout {
  _idleTimeout: 1000,
  _idlePrev: [TimersList],
  _idleNext: [TimersList],
  _idleStart: 34,
  _onTimeout: [Function (anonymous)],
  _timerArgs: undefined,
  _repeat: null,
  _destroyed: false,
  [Symbol(refed)]: true,
  [Symbol(kHasPrimitive)]: false,
  [Symbol(asyncId)]: 7,
  [Symbol(triggerId)]: 0
}

Agora, graças a essa API, as novas funções retornam um objeto Promise.

Neste exemplo (adaptado por mim) da documentação, temos:

import { setTimeout } from 'timers/promises';

const twoSeconds = 2_000;

const res = await setTimeout(twoSeconds, 'result');

// Exibe a string "result" depois de 2 segundos.
console.log(res);

Essa função acima é bem mais simples e leva menos código pra se construir e entender. Vejam que essa função que retorna uma promessa, o que permite o uso do await. Essa nova API "meio que" faz uma "promissificação" do timer setTimeout por baixo dos panos.

No exemplo acima, se eu fizer um console.log(setTimeout(() => {}, 0)), terei no terminal:

Promise { <pending> }

Eu queria saber:

  • Se essa "promissificação" dos timers é o principal propósito desta nova implementação.
  • Ela resolve quais problemas?

Essa API foi inserida na versão v15.0.0 como experimental e foi estabilizada na versão v16.0.0 do Node.js.

3
  • 3
    Como boa parte das demais APIs do Node é baseada em promessas, acredito que tenham criado essa nova versão dos timers para facilitar o uso com essas outras APIs. Lembrando que a API "padrão" de timers do Node já não era padrão – e sim uma transposição da implementação que existe nos browsers, parte da API do DOM (acho).
    – bfavaretto
    22/04 às 18:46
  • @bfavaretto Sim! seria a API do window no caso? setTimeout() é semelhante a API window.setTimeout dos browsers. 22/04 às 19:01
  • Sim, é dessa mesmo que estou falando.
    – bfavaretto
    22/04 às 19:04
3

Não tem nenhum objetivo muito diferente das que já existem; a ideia é facilitar o uso dos timers em casos nos quais promessas são utilizadas. Decerto essas novas APIs têm aparecido com força no Node.js, como o próprio fs/promises.

Não vai alterar o comportamento das funções setTimeout, setInterval e setImmediate que já existem, até porque isso seria uma breaking change muito grande. O que irá ocorrer é o estabelecimento de três novas funções, de mesmo nome, qualificadas no módulo nativo timers/promises.

Da documentação:

A API timers/promises fornece um conjunto alternativo de timer functions que retornam objetos Promise.

É muito comum encontrar funções como:

function wait(interval = 0) {
  return new Promise((resolve) => setTimeout(resolve, interval));
}

Para criar uma função que retorna uma promessa que é automaticamente resolvida após determinado intervalo de tempo. Existem vários pacotes no npm com um número substancial de downloads que também fazem esse tipo de coisa.

A nova API do Node.js, totalmente baseada em promessas, torna esse tipo de funcionalidade "nativa". O interessante é que fornece meios para cancelamento e criação de intervalos que utilizam iteradores assíncronos, que não eram possíveis com funções simples como a wait, demonstrada acima.

Alguns exemplos:

  1. Criação de um timeout

    Como alternativa ao wait proposto acima, agora é possível utilizar APIs nativas do Node.js:

    import { setTimeout } from 'timers/promises';
    
    console.log('Foo');
    await setTimeout(1000); // Espera 1s
    console.log('Bar'); // Imprime `Bar` após 1s.
    

    Note que, como a nova API é baseada em promessas, o await pode ser utilizado em funções assíncronas ou top-level module para "aguardar" o timeout.

  2. Criação de um intervalo

    Os intervalos criados pela API timers/promises faz uso de iteradores assíncronos, devolvendo uma promessa a cada intervalo de tempo. Fica extremamente interessante com laços for await .. of:

    import { setInterval } from 'timers/promises';
    
    for await (const _ of setInterval(100)) {
      console.log(new Date().toLocaleString('pt-BR')); // Irá imprimir a cada 0.1s
    }
    
  3. A documentação expande um pouco mais nos exemplos e argumentos de cada uma das três funções, setImmediate, setTimeout e setInterval.


É interessante mencionar que, como setTimeout e setInterval retornam promessas (e não um identificador), é necessário utilizar APIs como AbortController para realizar o cancelamento do temporizador.

Um exemplo usando setInterval:

import { setInterval, setTimeout } from 'timers/promises';

const controller = new AbortController();

setTimeout(500).then(() => {
  controller.abort();
});

let i = 0;

try {
  // O segundo argumento (passei `null`) é o valor
  // de resolução de cada promessa.
  for await (const _ of setInterval(100, null, { signal: controller.signal })) {
    console.log('Atual:', ++i);
  }
} catch (err) {
  if (err.code === 'ABORT_ERR') {
    console.log('Abortado!');
  }
}

No caso do setInterval, quando utilizado com laços for await .. of, também é possível utilizar o break para sair do laço e, portanto, finalizar o intervalo. Por exemplo:

import { setInterval } from 'timers/promises';

let i = 0;
for await (const _ of setInterval(100)) {
  console.log('Atual:', ++i);

  if (i === 5) {
    break;
  }
}
2
  • FIquei curioso com esse AbortController, vou dar uma olhada com calma. Uma pergunta, foi vc que perguntou como cancelar uma chamada assincrona com axios (eu acho) ou algo assim? 22/04 às 20:18
  • Foi o Wallace, @CmteCardeal! Mas fui eu quem respondi! 22/04 às 20:19

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.