2

No mapeamento do meu urls.py eu utilizo desde funções comuns até views baseadas em classes.

Quero saber qual a diferença de chamar a view com ou sem parênteses, tendo em vista que se eu tenho a entrada url(r'^$', base_views.index_view), colocar os parênteses ao chamar a função correspondente (que na declaração recebe apenas um objeto request) lança um TypeError com a seguinte mensagem: index_view() missing 1 required positional argument: 'request'.

Já na entrada url(r'^authors/$', AuthorViews.AuthorView.as_view), quando removo os parênteses ele lança o mesmo erro citado acima com a mensagem: as_view() takes 1 positional argument but 2 were given.

Eu entendo que o problema é que ao chamar uma das funções, os argumentos da mesma não são supridos como na declaração, mas, não entendo como a função url do Django passa esses parâmetros nem porque os parênteses fazem diferença.

4

Basicamente uma "view" é uma função que recebe uma requisição (resquest) e retorna uma resposta (response).

from django.http import HttpResponse
import datetime

def index_view(request):
    now = datetime.datetime.now()
    html = "<html><body>It is now %s.</body></html>" % now
    return HttpResponse(html)

As views são então mapeadas no URLConf do Django. Exemplo abaixo:

from django.conf.urls import patterns, url

from . import views

urlpatterns = patterns('',
    url(r'^$', views.index_view, name='principal'),
    url(r'^autores/$', views.AuthorView.as_view(), name='autores')
    ...
)

O Django faz a correspondência entre a url que o usuário acessa e as expressões regulares das urls na URLConf, executando a "view" que está mapeada de acordo.

Para essa "view" são passados os seguintes argumentos: 1 - Uma instância de HttpRequest. 2 - Argumentos que vem da URL 3 - Argumentos extras opcionais.

A função url() segue o seguinte padrão.

url(regex, view, kwargs=None, name=None, prefix='')

O Django é que fará a chamada da "view" e passará os argumentos corretamente. Logo você deve passa o callable e não a chamada da função. "index_view" (callable) é diferente de "index_view(request)".

No tocante a Class Based Views você vai precisar executar o método as_view para 'transformar' sua CBV em uma view. CBView.as_view() retorna um callable.

response = CBView.as_view()(request)

https://docs.djangoproject.com/en/1.7/topics/http/urls/#how-django-processes-a-request https://docs.djangoproject.com/en/1.7/ref/urls/#url https://docs.djangoproject.com/en/1.7/ref/class-based-views/base/#django.views.generic.base.View.as_view

  • 1
    Agora tudo faz sentido. Não tinha me ligado que o as_view retornava um callable, então é por isso que temos que executá-la: para receber um objeto que a função url vai chamar e enviar os parâmetros para ele. – juniorgarcia 12/02/15 às 2:21
2

O que está acontecendo lá dentro do código da função url é algo mais ou menos assim:

def url(regex, view):
    request = make_request()
    view(request)

O parâmetro view é uma função que recebe um request. A função url passa o request para a função view.

Quando você chama o método view sem parâmetros você obtém o erro que você mencionou pois você está passando um parâmetro a menos do que o esperado. Já quando você omite os parênteses você na verdade não está chamando o método, você está apenas criando um "bound method", que é equivalente a você ter escrito

url(r'^$', (lambda req: base_views.index_view(req))

Como você pode ver, não estamos chamando o método view - estamos apenas passando pra função url uma função que chama o view.

2

Quando você associa uma URL a uma view você não está chamando a função da view - apenas indicando qual função deverá ser chamada quando alguém visitar aquela URL. Em outras palavras, ao fazer:

url(r'^$', base_views.index_view)

Você está armazenando, em algum lugar, uma referência para index_view. Essa referência será em algum outro momento (pois aqui nenhuma requisição está sendo feita) chamada passando-se como argumento um request.

Se você tentar chamar essa função nesse momento:

  1. Sem parâmetros não vai funcionar, pois ela espera um request;
  2. Com um parâmetro do tipo request ela pode funcionar, mas aí ela vai retornar um HttpResponse ou similar - e isso não ajuda nada na hora que as requisições verdadeiras forem feitas (pois é necessário saber qual função chamar nesse momento).

Já no outro caso, AuthorViews.AuthorView é um objeto, não uma função. Não basta usar ele próprio no urls.py, pois é preciso saber qual função chamar durante uma requisição, e é pra isso que serve o as_view - ele retorna uma função apropriada para ser associada àquela URL. É uma função que retorna outra função. Por isso precisa ser chamada.

Se você não chama, o Django acha que ela é que é a view, então tenta chamá-la passando um request. Como ela já é um bound method (pois ao fazer AuthorView.as_view ele "ligou" a função ao seu objeto), o parâmetro implícito self já está setado. O segundo parâmetro - um HttpRequest - é inesperado, daí ele reclama de ter recebido um parâmetro a mais.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.