2

Estou tentando fazer um simples programa: aloca na pilha um inteiro, chama scanf da biblioteca em C e o imprime na tela. Já fiz disassembly do mesmo em C, e tento reimplementá-lo, sem sucesso. Testei a alocação sem fazer qualquer chamada em C, sem qualquer erro. O problema é a convenção x64 da Microsoft. O que há de errado com o seguinte programa?

bits 64
section .data
local1 db 'Hello. Input a number, please.',10,'> ', 0
local2 db '%u', 0
local3 db 10,'You input: %u', 0

section .text
extern printf
extern scanf
extern exit
extern getch

global WinMain
WinMain:
    push rbp
    mov rbp, rsp
    mov dword[rbp - 4], 0
    ; = push dword 0 em 64 bits 
    mov rcx, local1 
    call printf ;imprime o "pedido"
    mov rcx, local2
    lea rdx, [rbp - 4] ;endereço da variável alocada
    call scanf
    mov rcx, local3
    call printf
    call getch
    xor rcx, rcx ;coloca o valor de saída como 0
    call exit ;sai
    mov rsp, rbp
    pop rbp ;stack frame de saída
    leave

PS.: (Considere | uma quebra de linha) Já tentei trocar mov dword[rbp - 4], 0 por sub rsp, 4 | mov dword[rsp-4], 0 e push word 0 | push word 0 (push dword é ilegal em 64 bits).

1 Resposta 1

1

Você comparou o código gerado pelo compilador com o código que você escreveu? Se colar aqui o assembly gerado, pode ajudar.

De qualquer forma antes de chamar uma função você deve alocar espaço na pilha para 4 parâmetros, aqueles que são passados em rcx, rdx, r8, r9, mesmo que haja menos parâmetros.

Assim a função chamada terá espaço para "derramar" (spill) na pilha os valores passados e usar esses registradores para outras coisas (para chamar outras funções, obter ponteiros para esses parâmetros, etc.)

Vi que você só falou em sub rsp, 4, que avança a pilha em 4 bytes (para o seu inteiro, e nada para os parâmetros), o que é insuficiente. Além disso, a pilha tem que ficar alinhada em 16 bytes entre chamadas de função. Lembrando que call faz push de 8 bytes, então cada função deve ajustar a pilha com 16n+8 bytes para restaurar o alinhamento, sendo n o número de variáveis de 64 bits que você quer.

Então sugiro começar a função com sub rsp, 88 (16*5 + 8, deixando assim espaço para 5 valores, 4 para as chamadas e 1 para sua variável local) e esquecer todo o resto da manipulação de pilha (usar só mov daí em diante).

Se for fazer push do rbp, ele deve servir como o + 8 da fórmula acima, então só precisaria sub rsp, 80.

Obs.: trechos de código não testados.

  • Marcus, era exatamente isso: sub rsp, 80. Não sabia por que, e achei que era coisa do compilador (haviam diversas labels apenas do compilador) – user2692 10/02/15 às 16:51
  • Ah, esqueci de dizer que para equilibrar a pilha no final da função precisaria desfazer todos os passos em ordem contrária. No caso seria um add rsp, 80, embora nesse caso não deve ser obrigatório porque o programa termina antes disso, já no exit. – marcus 10/02/15 às 17:49
  • como eu manípulo a minha variável? Devo usar rbp - 4 ou rbp - 76 ? – user2692 10/02/15 às 18:51
  • Os parâmetros devem ficar no topo da pilha (endereços de memória de menores) quando é feito um call. Então as variáveis locais de cada função devem ter endereços maiores (obs.: estou sem tempo para dar uma resposta mais detalhada, depois me diz se conseguiu) – marcus 10/02/15 às 19:06
  • Como esperado, rbp - 76. O único fato que não entendi é: por que tenho que alocar uma variável local de tamanho 16? Não posso alocar simplesmente uma de 4? – user2692 10/02/15 às 23:29

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies