1

Pessoal minha aplicação spring rest so funciona quando coloco as classes(models,controllers) tudo no mesmo pacote da classe application, dessa forma funciona mas imagine a desorganização disso !!

https://i.stack.imgur.com/FYIav.png

*Dessa forma não funciona, o servidor sobe para a porta 8080 porem não retorna meu metodo, apenas se eu colocar o controller dentro do pacote da application

CONTROLLER

package com.camila.controller;

import org.springframework.web.bind.annotation.GetMapping;
import org.springframework.web.bind.annotation.RestController;

@RestController
public class ClienteController {
    @GetMapping("/clientes")
    public String listar() {
        return "TESTE ";
     }
}

APPLICATION

package com.camila.web;

import org.springframework.boot.SpringApplication;
import org.springframework.boot.autoconfigure.SpringBootApplication;

@SpringBootApplication
public class SpringApiApplication {
    public static void main(String[] args) {
        SpringApplication.run(SpringApiApplication.class, args);
    }
}

POM.XML

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<project xmlns="http://maven.apache.org/POM/4.0.0" xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance"
    xsi:schemaLocation="http://maven.apache.org/POM/4.0.0 https://maven.apache.org/xsd/maven-4.0.0.xsd">
    <modelVersion>4.0.0</modelVersion>
    <parent>
        <groupId>org.springframework.boot</groupId>
        <artifactId>spring-boot-starter-parent</artifactId>
        <version>2.4.3</version>
        <relativePath/> <!-- lookup parent from repository -->
    </parent>
    
    <groupId>com.camila.web</groupId>
    <artifactId>Spring_API</artifactId>
    <version>0.0.1-SNAPSHOT</version>
    <name>Spring_API</name>
    <description>Demo project for Spring Boot</description>
    
    <properties>
        <java.version>11</java.version>
        <spring-cloud.version>2020.0.1</spring-cloud.version>
    </properties>
    
    
    <dependencies>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-data-jdbc</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-data-jpa</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-data-r2dbc</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-jdbc</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-thymeleaf</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-web</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-web-services</artifactId>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.cloud</groupId>
            <artifactId>spring-cloud-starter</artifactId>
        </dependency>

        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-devtools</artifactId>
            <scope>runtime</scope>
            <optional>true</optional>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>com.h2database</groupId>
            <artifactId>h2</artifactId>
            <scope>runtime</scope>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>dev.miku</groupId>
            <artifactId>r2dbc-mysql</artifactId>
            <scope>runtime</scope>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>io.r2dbc</groupId>
            <artifactId>r2dbc-h2</artifactId>
            <scope>runtime</scope>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>mysql</groupId>
            <artifactId>mysql-connector-java</artifactId>
            <scope>runtime</scope>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>org.springframework.boot</groupId>
            <artifactId>spring-boot-starter-test</artifactId>
            <scope>test</scope>
        </dependency>
        <dependency>
            <groupId>io.projectreactor</groupId>
            <artifactId>reactor-test</artifactId>
            <scope>test</scope>
        </dependency>
    </dependencies>
    <dependencyManagement>
        <dependencies>
            <dependency>
                <groupId>org.springframework.cloud</groupId>
                <artifactId>spring-cloud-dependencies</artifactId>
                <version>${spring-cloud.version}</version>
                <type>pom</type>
                <scope>import</scope>
            </dependency>
        </dependencies>
    </dependencyManagement>

    <build>
        <plugins>
            <plugin>
                <groupId>org.springframework.boot</groupId>
                <artifactId>spring-boot-maven-plugin</artifactId>
            </plugin>
        </plugins>
    </build>

</project>
2

1 Resposta 1

2

Conforme a documentação do Spring Boot a anotação @SpringBootApplication, entre outras coisas, define a raíz da aplicação. Isso é, por convenção a classe anotada com @SpringBootApplication deve estar no pacote mais externo da hierarquia de classes da sua aplicação.

Na prática a anotação @SpringBootApplication "marca" o pacote da aplicação (bem como todos os pacotes dentro desse pacote) para ser escaneado em busca de componentes anotados do Spring.

Pesando que sua classe SpringApiApplication esteja no pacote com.camila.web o Spring Boot consegue encontrar componentes dentro de qualquer subpacote de com.camila.web, por exemplo:

  • com.camila.web
  • com.camila.web.controller
  • com.camila.web.meupacote.meuoutropacote

Como ClienteController não está dentro do pacote com.camila.web o Spring Boot não sabe como encontrá-lo.

Uma solução para o seu problema, que respeita a convenção do Spring Boot sem fazer uma bagunça, é mover o pacote controller para dentro de com.camila.web.

package com.camila.web.controller;

import org.springframework.web.bind.annotation.GetMapping;
import org.springframework.web.bind.annotation.RestController;

@RestController
public class ClienteController {
    @GetMapping("/clientes")
    public String listar() {
        return "TESTE ";
     }
}

Note que você pode organizar seus componentes como e em quantos pacotes quiser sem desrespeitar a convenção do Spring Boot, desde que todos os pacotes estejam dentro de com.camila.web.

Caso você realmente precise usar componentes em outros pacotes, a anotação @SpringBootApplication possui elementos opcionais scanBasePackages e scanBasePackageClasses utilizados para fazer o Spring Boot buscar componentes em outros pacotes. Por exemplo, considerando a sua estrutura de pacotes atual você poderia modificar a classe SpringApiApplication da seguinte maneira:

package com.camila.web;

import org.springframework.boot.SpringApplication;
import org.springframework.boot.autoconfigure.SpringBootApplication;

@SpringBootApplication(scanBasePackages = {"com.camila.controller", "meu.outro.pacote"})
public class SpringApiApplication {
    public static void main(String[] args) {
        SpringApplication.run(SpringApiApplication.class, args);
    }
}

Com isso a sua classe ClienteController, bem como quaisquer outros componentes nos pacotes com.camila.controller e meu.outro.pacote são encontrados pelo Spring.

Lendo o código da classe SpringBootApplication fica claro que toda essa "mágica" acontece pois a anotação @SpringBootApplication é por sua vez anotadada com a anotação @ComponentScan (esse é um exemplo de meta anotação). Por consequência a anotação @ComponentScan também pode ser utilizada diretamente para obter o mesmo resultado:

@ComponentScan(basePackages = {"com.camila.controller", "meu.outro.pacote"})

Dito isso, é recomendável seguir as convenções do Spring para evitar ter que fazer configurações manuais desnecessárias. Por exemplo, caso você venha a trabalhar com JPA o Spring Boot detecta automaticamente entidades e repositórios dentro do seu pacote raíz. Se suas entidades não estiverem dentro do pacote raíz será necessário usar @EntityScan para indicar para o Spring onde encontrar suas entidades e @EnableJpaRepositories para indicar onde encontrar os repositórios. Esse princípio é chamado Convenção sobre configuração e é especialmente válido em opinionated frameworks como Spring Boot.

2
  • Anthony muito obrigado mesmo pelo tempo, a informação por sí ajuda muita. Porem olha que estranho, quando clico em cima do com.camila.web e peço para criar outro pacote, que seria um subpacote do mesmo, ele cria um dentro de com.camila.web como planejado e um fora como se fosse um espelho, bom testando novamente ainda não funciona , será que estou criando sub pacote da forma errada, segue imagem – Camila de Souza Pereira Lins 14/03 às 15:04
  • Consegui !! Ficou dessa forma que eu expliquei meio que "espelhando" e depois de alguns reboots deu certo (vai entender ne rs), muito obrigado pela ajuda! – Camila de Souza Pereira Lins 14/03 às 20:03

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.