5

Recentemente precisei incrementar letras no PHP dentro de um laço de repetição.

Para cada iteração, ao invés de índices numéricos, precisava de letras do alfabeto.

Daí, como já sei que o PHP faz incrementação de letras (e por ser bem simples), eu fiz algo parecido com isso.

for($letra = 'a'; $letra != 'aa'; $letra++) {

    echo $letra;
}

// abcdefghijklmnopqrstuvwxyz

Porém, pelo fato de nunca ter visto isso documentado e nem em nenhuma outra linguagem que eu conheço uma funcionalidade como essa, fiquei na dúvida se deveria utilizar ou não.

Por conta de codificação (e entre outros), é seguro utilizar esse recurso, ou é melhor apelar para os amigos chr ou o range('a', 'z'), como no exemplo abaixo?

for($letra = 97; $letra <= 122; $letra++) {

    echo chr($letra);
}

//abcdefghijklmnopqrstuvwxyz


echo implode('', range('a', 'z')); //abcdefghijklmnopqrstuvwxyz

//abcdefghijklmnopqrstuvwxyz
7

Isto é típico de linguagem fracamente tipadas como C, por exemplo. Um tipo pode ser usado como se fosse outro. Note que isto é diferente de ser dinamicamente tipado, tanto que C é estaticamente tipada (e se comporta um pouco diferente).

À principio não há problemas. Não causa erros de nenhum tipo. Apenas recomenda-se evitar essa característica quando é possível porque é fácil usar errado. Claro que em situações simples como esta é difícil errar.

Se é possível dizer explicitamente qual é a intenção (trabalhar com caracteres) é um pouco melhor do ponto de vista de legibilidade. Quem não conhece esta característica pode estranhar o primeiro código da pergunta. Mas dizer que está errado é preciosismo.

Eu sei que é apenas um exemplo mas neste caso eu usaria mesmo é uma string literal :)

  • Difícil foi descobrir que depois do 'z' vem o 'aa', kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk – Wallace Maxters 4/02/15 às 20:00
  • Pra falar a verdade isso também me surpreendeu. Isso é invencionice do PHP. Pode parecer prático e está coerente com o que o PHP faz mas do ponto de visto do computador isto não faz muito sentido. – Maniero 4/02/15 às 20:02
  • 2
    Tecnicamente faz sentido sim, pense em base hexadecimal-like. O a seria o número 1 e o z seria maiorValor-1. O próximo número seria 'a0'. Como o 0 não existe, usa-se o a mesmo. – mutlei 5/02/15 às 13:13
2

Como já foi falado, isso é característica de linguagens fracamente tipadas. isso funciona porque incremento é feito no código ASCII(A-Z 65-90, a-z 97-122), e não exatamente na letra que você vê. Isso funciona apenas com operador de incremento(++). Já com o de decremento não é possível, ou seja, não dá para criar uma string de z-a Z-A.

O manual fala desse comportamento, que ele segue a convesão Perl que diz que o conjunto valido para o incremento é (a-z, A-Z e 0-9), por isso z vira aa, no C ele seguiria o proximo código ASCII.

Essa funcionalidade é util ao montar o cabeçalho de uma planilha onde as coordenadas são ex: A1, B1 ...

Exemplos em Perl

$char = 'z';
print ++$char; //saída: aa

Exemplo equivalente do range()

@alfabeto = ('a'..'z');

foreach(@alfabeto){
    print $_
}
0

É normal fazer desta forma, se eu fosse necessitar de uma solução assim eu faria desta forma:

foreach (range('a', 'z') as $letra) {
   print $letra;
}

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.