1

Gostaria de entender porque este erro acontece:

Uncaught TypeError: Cannot read property 'name' of undefined
    at logName (<anonymous>:1:24)
    at <anonymous>:5:1

Código:

function logName({ name = 'Anonymous' }) {
  console.log(name);
}

logName();

Se eu estou fornecendo um valor padrão para name, penso que o JavaScript deveria entender que se trata de um argumento opcional e não lançar erro.

No entanto, parece que não é bem isso que acontece. Por quê?

1 Resposta 1

1

É sabido que desestruturação nada mais é que açúcar sintático para operações comuns que envolvem acesso em objetos (o que inclui o indexamento de arrays).

Portanto, o código:

function logName({ name = 'Anonymous' }) {
  console.log(name);
}

É equivalente a algo como:

1 | function logName(_ref) {
2 |   const _ref$name = _ref.name;
3 |   const name = _ref$name === undefined ? 'Anonymous' : _ref$name;
4 |
5 |   console.log(name);
6 | }

Adaptado do Babel Playground.

Se prestar atenção na linha 2, verá que ocorre um acesso de propriedade ao objeto passado como argumento. No caso, ocorre _ref.name.

A partir daí, podemos chegar em duas conclusões:

  • O valor padrão na desestruturação refere-se à propriedade, e não ao argumento (possivelmente opcional) da função.
  • Se o argumento não for fornecido, _ref (o primeiro parâmetro) será undefined. E, de praxe do JavaScript, undefined.name (ou qualquer outro acesso de propriedade em undefined ou null) lança um TypeError.

Desse modo, se houver a possibilidade do argumento ser opcional, é preciso fornecer um valor padrão para o parâmetro também. Algo como:

//                                      ↓↓↓↓
function logName({ name = 'Anonymous' } = {}) {
  console.log(name);
}

No exemplo acima, definimos um novo objeto literal "vazio" como valor padrão para o primeiro parâmetro da função logName. É importante entender a diferença:

  • A string 'Anonymous' é um valor padrão para uma propriedade do objeto.
  • O literal "vazio" {} é um valor padrão para o primeiro argumento da função.

São bem diferentes, porque nada adianta definir valor padrão para uma propriedade de um objeto que nem sequer existe. Apenas como último questionamento para sistematizar: como o JavaScript poderia avaliar se a propriedade existe ou não (para depois atribuir um possível valor de propriedade padrão) se o parâmetro é undefined?


Apenas como curiosidade, quando valor padrão para a propriedade é fornecido na desestruturação, a mensagem de erro é algo como:

Cannot read property 'name' of undefined

Mas quando não se fornece valor de propriedade padrão, a mensagem é um pouco mais compreensível:

Cannot destructure property 'name' of 'undefined' as it is undefined.

Veja:

try {
  // Sem valor padrão:
  // Cannot destructure property 'name' of 'undefined' as it is undefined.
  const { name } = undefined;
} catch ({ message }) {
  console.log(message);
}

try {
  // Com valor padrão:
  // Cannot read property 'name' of undefined
  const { name = 'Default' } = undefined;
} catch ({ message }) {
  console.log(message);
}

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.