-1
def seja_educado(funcao):
    def sendo():
        print('Foi um prazer!')
        funcao()
        print('Tenha um ótimo dia!')
    return sendo

def seja_educado(funcao):
    def sendo():
        print('Foi um prazer!')
        funcao()
        print('Tenha um ótimo dia!')
    return sendo()

Qual a diferença da primeira função para a segunda, quero dizer qual a diferença faz se eu chamar a função sendo ou sendo() ??

2
  • Podemos assumir que ambos serão utilizados como decoradores, dada a tag "decorator-pattern" que adicionou na pergunta? – Woss 25/01 às 12:36
  • É que estou estudando sobre Decoradores em Python e ai em um dos vídeos o professor explicou só que não ficou muito claro sobre a chamada dessa função desses dois modos – Pedro_Aquino 25/01 às 12:38

2 Respostas 2

1

Basta fazer um simples teste de mesa. Supondo que exista uma função qualquer chamada spam, poderemos analisar ambas as implementações.

def spam():
    """ Uma função qualquer """
    ...

Na primeira forma temos:

def seja_educado(funcao):
    def sendo():
        print('Foi um prazer!')
        funcao()
        print('Tenha um ótimo dia!')
    return sendo

Isto é, definimos uma função seja_educado que recebe como parâmetro uma função; definimos localmente uma nova função sendo que executará a função de entrada com as mensagens antes e depois; a função seja_educado retorna a função sendo. Ou seja, o retorno da função seja_educado é uma função. Assim, podemos testá-la:

>>> egg = seja_educado(spam)
>>> type(egg)
<function seja_educado.<locals>.sendo at 0x...>

Assim, sendo egg uma função, podemos chamá-la, egg(), e isso executará a função sendo, que exibirá a mensagem "Foi um prazer!", executará a função spam, que é a que passamos por parâmetro ao definir egg e finalmente exibirá a mensagem "Tenha um ótimo dia!"

Já na segunda forma temos:

def seja_educado(funcao):
    def sendo():
        print('Foi um prazer!')
        funcao()
        print('Tenha um ótimo dia!')
    return sendo()

A implementação é basicamente a mesma do que a primeira forma, apenas diferenciando no tipo de retorno. Enquanto a primeira retorna a função sendo esta forma retornará o retorno da função sendo. Porém, a função local sendo não possui retorno explícito e, portanto, será None. Assim, o retorno da função seja_educado sempre será None.

Fazendo o mesmo que fizemos na primeira forma, teremos:

>>> egg = seja_educado(spam)
Foi um prazer!
Tenha um ótimo dia!
>>> type(egg)
None

Ou seja, a função spam já será executada no momento que seja_educado for chamada e o retorno em egg sempre será None.

No âmbito de decoradores, o primeiro faz mais sentido, pois o retorno é uma função - o segundo pode fazer sentido, em situações muito específicas, pois ao utilizar um decorador em uma função você a sobrescreverá com o retorno deste decorador. Ou seja, fazer:

@seja_educado
def spam():
    ...

É o mesmo que fazer:

def spam():
    ...

spam = seja_educado(spam)

Na segunda forma, como o retorno sempre é None, ao utilizar como decorador você estaria definindo spam como None, o que não faz sentido na grande maioria dos casos.

1
  • Muito bom, obrigado pela ajuda ! – Pedro_Aquino 25/01 às 12:57
2

return sendo() faz o seguinte: o Python chama a função sendo, roda seu código, e o valor que ela retornar fica no lugar da expressão sendo(). No caso, como a função sendo não tem um comando return, ela retorna None e esse valor é retornado pela função seja_educado.

Essa forma não serve para ser um decorador - a função já executa a função interior, e essa execução acontece uma única vez.

Já em return sendo, a própria função é retornada. Pense que é como se fosse uma variável que tem a função dentro (é isso que nomes de função são em Python) - então, o valor de retorno da função seja_educado é ele mesmo uma função - que vai poder ser chamado, sempre que tiver o () depois dele - essa forma serve como um decorador -

Quando se usa a sintaxe de decoradores em Python - o nome de uma função com o @ antes da declaração de uma função, o que acontece é que a função que é o decorador vai ser chamada com a função declarada abaixo - e o que essa função retornar vai ficar no lugar da função que está decorada. Então se um decorador não devolve uma função, ou outra coisa que pode ser chamada com o "()", o comportamento pode ser bem estranho.

Para entender melhor, sugiro dar uma olhada nessa questão que explica bem decoradores:

Como funcionam decoradores em Python?

1
  • A sim agora ficou mais claro, muito obrigado ! – Pedro_Aquino 25/01 às 12:56

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.