3

Em qual situação devo usar a diretiva #if? e a palavra reservada if?

1 Resposta 1

6

O #if é um condicional que ocorre em uma fase anterior à da compilação, é como se fosse outra linguagem, o pré-processdor entender esses comandos e gera um texto diferente de acordo com o fonte fazendo alguns processamentos e tomando algumas decisões. Ou seja, a decisão é tomada pelo compilador, aquele #if está instruindo o compilador o que ele deve fazer.

A decisão é só se uma parte do texto que está nesse bloco deve continuar no fonte para a segunda fase da compilação usar, ou se aquilo deve ser descartado. E a condição que está ali é extremamente simples e apenas com dados que podem ser decididos em tempo de compilação, por isso basicamente ele só verifica a presença de uma variável de compilação ou não.

Essa é uma técnica um pouco mais sofisticada, para determinar partes do código de acordo com a plataforma, ou com a edição do produto (que features devem ter), ou que compilador está usando, ou se já fez algo, ou se um tipo deve ser formado de um jeito ou de outro por alguma razão. Portanto se não dominar bem o resto ele não deve ser o seu foco. Ele é de outra linguagem para programadores que dominam todo ciclo.

O if faz parte da aplicação que você está criando, a sua execução efetiva só ocorre durante a execução da sua aplicação. Ali no fonte ele é só uma instrução que o compilador traduzirá para linguagem de máquina ou outra forma. E claro, as condições podem ser bem mais sofisticadas e usar dados da execução. Ele é um comando da linguagem C, ele não é outra linguagem.

É importante ter essa distinção de terem duas linguagens diferentes em contextos diferentes de execução, desta forma a confusão reduz significativamente.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.