4

Eu tenho essa lista chamada "brasil" e queria entender o porquê de ao pedir ela no Google Colab Notebook chamando a sua respectiva variável, a lista é apresentada em uma certa ordem e quando eu dou print nela, a mesma aparece com os dicionários que estão dentro dela de maneira invertida. Então minhas dúvidas são:

  1. Isso acontece em função de alguma atualização do Python 3.9 ou algo assim?
  2. Como eu verifico a versão do Python rodando no Google Colab Research?
  3. Acontece em função de algum parâmetro opcional de ordenação cujo valor default causa isso? Se não, o que aconteceria?
  4. O mesmo aconteceu com mais alguém?

Ressalvas:

  • Sim, eu testei isso em outros editores de código incluindo o IDLE 3.8.3, será que devo me preocupar em atualizar o Python e seu respectivo IDLE para ver se o problema persiste?
    • E pra deixar um pouco mais explícito: testando no IDLE o resultado foi como "esperado", isto é, a ordem dos dicionários dentro é lista foi mantida após a chamada da variável.

Segue o código:

estado1 = {'uf':'Rio de Janeiro', 'sigla':'RJ'}
estado2 = {'uf':'São Paulo', 'sigla':'SP'}

brasil = []
brasil.append(estado1)
brasil.append(estado2)

print(brasil) # A
brasil # B
--------------------
output:

[{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}, {'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}] # A

[{'sigla': 'RJ', 'uf': 'Rio de Janeiro'}, {'sigla': 'SP', 'uf': 'São Paulo'}] # B

Código acima no Google colab com os resultados

O mesmo acontece com os dicionários isoladamente:

Chamando as variáveis estado1 e estado2 sem utilizar o print, seus outputs saem na ordem inversa à digitada na assinatura da variável

No IDLE (o código é o mesmo lá de cima):

>>> estado1
{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}
>>> estado2
{'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}
>>> print(brasil)
[{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}, {'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}]
>>> brasil
[{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}, {'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}]
>>> 

Então é basicamente essa minha curiosidade. Agradeço a quem responder!

1 Resposta 1

4

Isso acontece porque o recurso de embelezamento de impressão está ativado.

O Google Colab Notebook é uma aplicação web que permite escrever código Python no seu navegador.
Os notebooks do Colab permitem combinar código executável e rich text em um só documento.

Os notebooks do Colab são notebooks do Jupyter, hospedados no Colab, que por sua vez usam uma implementação Python diferente das utilizadas na versões shell da linguagem, trata-se do IPython.

O IPython possui características cosméticas que o distingue das outras implementações da linguagem, CPython, RPython e outras implementações, possui um interface de notebook baseada em navegador com suporte para código, texto, expressões matemáticas, gráficos embutidos e outras mídias.

O mesmo comportamento do seu exemplo, ordenar as chaves do dicionário mencionado no final, com outro código:

import pprint       # Importa o módulo pprint

estado1 = {'uf':'Rio de Janeiro','sigla':'RJ'}
estado2 = {'uf':'São Paulo', 'sigla':'SP'}

brasil = []
brasil.append(estado1)
brasil.append(estado2)

print(brasil) # A
pprint.pprint(brasil) # C <-- Troquei a menção ao objeto pela chamada pprint.pprint()

Resultando:

[{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}, {'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}]
[{'sigla': 'RJ', 'uf': 'Rio de Janeiro'}, {'sigla': 'SP', 'uf': 'São Paulo'}]

Nesse teste o método pprint.pprint( objeto , stream = None , indent = 1 , width = 80 , depth = None , * , compact = False , sort_dicts = True ) imprime a representação formatada do objeto no stream, seguida por uma nova linha. Se stream for None, sys.stdout será usado. O parâmetro sort_dicts = True indica que a ação na falta de pprint() é que ao imprimir dicionários os ordene pela chave.

Acontece que quando um objeto é mencionado ou retornado no console IPython por padrão esse utiliza o módulo pprint para exibir sua representação, assim ordenando os dicionários pelas chaves.

Para ativar/desativar esse e outros comportamento o IPython fornece comandos mágicos e dentre eles se encontra o %pprint que ativa/desative a impressão pprint.

No seu código:

#Chamado penas uma vez em um console aparte para desligar o pprint para os outros consoles

%pprint

Resultando:

Pretty printing has been turned OFF

E para os consoles subsequentes:

estado1 = {'uf':'Rio de Janeiro','sigla':'RJ'}
estado2 = {'uf':'São Paulo', 'sigla':'SP'}

brasil = []
brasil.append(estado1)
brasil.append(estado2)

print(brasil) # A

brasil # B

Resultando em:

[{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}, {'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}]
[{'uf': 'Rio de Janeiro', 'sigla': 'RJ'}, {'uf': 'São Paulo', 'sigla': 'SP'}]

Teste no Google Colab

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.