0

estou com dificuldades em printar uma matriz que têm como elementos um char 'Nome' guardado. Quando vou printar esses elementos, sai apenas a última letra do char, no caso, a letra 'e', e não o nome todo, que no caso, é a palavra 'Nome'.

#include <stdlib.h>
#include <iostream>

using namespace std;

char** Alocar_matriz_real(int m, int n)
{
    char** v;  /* ponteiro para a matriz */
    int   i;    /* variavel auxiliar      */
    if (m < 1 || n < 1) { /* verifica parametros recebidos */
        printf("** Erro: Parametro invalido **\n");
        return (NULL);
    }
    /* aloca as linhas da matriz */
    v = (char**)calloc(n, sizeof(char*)); // Um vetor de m ponteiros para char* /
        if (v == NULL) {
            printf("** Erro: Memoria Insuficiente **");
            return (NULL);
        }
    /* aloca as colunas da matriz */
    for (i = 0; i < m; i++) {
        v[i] = (char*)calloc(m, sizeof(char));  /* m vetores de n floats */
        if (v[i] == NULL) {
            printf("** Erro: Memoria Insuficiente **");
            return (NULL);
        }
    }
    return (v); /* retorna o ponteiro para a matriz */
}

char** Liberar_matriz_real(int m, int n, char** v)
{
    int  i;  /* variavel auxiliar */
    if (v == NULL) return (NULL);
    if (m < 1 || n < 1) {  /* verifica parametros recebidos */
        printf("** Erro: Parametro invalido **\n");
        return (v);
    }
    for (i = 0; i < m; i++) free(v[i]); /* libera as linhas da matriz */
    free(v);      /* libera a matriz (vetor de ponteiros) */
    return (NULL); /* retorna um ponteiro nulo */
}

void main(void)
{
    char** mat;  /* matriz a ser alocada */
    int   l, c;   /* numero de linhas e colunas da matriz */
    int i, j;
    //...           /* outros comandos, inclusive inicializacao para l e c */
    cin >> l;
    cin >> c;
        mat = Alocar_matriz_real(l, c);

    for (i = 0; i < l; i++)
        for (j = 0; j < c; j++)
            mat[i][j] = 'Nome';
    for (i = 0; i < l; i++)
        for (j = 0; j < c; j++)
            printf("%c ", mat[i][j]);
        printf("\n");
    //...           /* outros comandos utilizando mat[][] normalmente */
        mat = Liberar_matriz_real(l, c, mat);
    //...
}

A saída do programa:

5
5
e e e e e e e e e e e e e e e e e e e e e e e e e

3
  • 1
    Uma variável char comporta um único caractere. Cada posição de sua matriz comporta um único caractere e não uma string. Como você está trabalhando com C++ é melhor utilizar a classe string. Isto mat[i][j] = 'Nome'; está errado pois o caractere ' serve para delimitar um único caractere e não uma string. – anonimo 21/12/20 às 0:50
  • @anonimo, o que poderia ser feito? – Bruna Castro 21/12/20 às 2:14
  • Ou utilizar a classe string ou que cada posição de sua matriz seja um array de caracteres e não um único caractere. Em C utiliza-se a função strcpy para copiar strings no estilo C (uma array de caracteres seguido do terminador '\0') e não uma simples atribuição, no lugar de mat[i][j] = 'Nome'; utilize strcpy(mat[i][j], "Nome");. – anonimo 21/12/20 às 14:52

1 Resposta 1

0

Como dito nos comentários, uma variável do tipo char pode conter apenas um único caractere. Inclusive, o compilador avisa desse problema com um warning ao compilar esse código.

Outro problema é que você mistura C com C++ e a solução é diferente dependendo se você for usar C, ou se for usar C++. No caso de C, não tem um tipo que represente uma string e o C usa um "array de caracteres" para isso (onde o último caractere do array é o caractere nulo) e te dá um conjunto de funções para manipular array de caracteres. Ou seja, vamos adicionar um * em vários lugares para mais essa indireção, assim como modificar as funções Alocar_matriz_real e Liberar_matriz_real. Um detalhe importante é que ao invés de

mat[i][j] = 'Nome';

vamos ter que usar

mat[i][j] = (char*)malloc(5);
strcpy(mat[i][j], "Nome");

Note que temos que alocar memória para nosso array de caracteres. Como "Nome" tem 4 caracteres aloquei memória para 5 caracteres (para caber o caractere nulo no final que será adicionado pela função strcpy.

Segue o código abaixo. Note também que você não colocou chaves { e } para delimitar os laços for. Eu adicionei visto que agora alguns laços executam mais de um comando.

#include <stdlib.h>
#include <iostream>
#include <cstring>

using namespace std;

char*** Alocar_matriz_real(int m, int n)
{
    char*** v;  /* ponteiro para a matriz */
    int   i;    /* variavel auxiliar      */
    if (m < 1 || n < 1) { /* verifica parametros recebidos */
        printf("** Erro: Parametro invalido **\n");
        return (NULL);
    }
    /* aloca as linhas da matriz */
    v = (char***)calloc(n, sizeof(char**)); // Um vetor de m ponteiros para char* /
        if (v == NULL) {
            printf("** Erro: Memoria Insuficiente **");
            return (NULL);
        }
    /* aloca as colunas da matriz */
    for (i = 0; i < m; i++) {
        v[i] = (char**)calloc(m, sizeof(char*));  /* m vetores de n floats */
        if (v[i] == NULL) {
            printf("** Erro: Memoria Insuficiente **");
            return (NULL);
        }
    }
    return (v); /* retorna o ponteiro para a matriz */
}

char*** Liberar_matriz_real(int m, int n, char*** v)
{
    int  i, j;  /* variavel auxiliar */
    if (v == NULL) return (NULL);
    if (m < 1 || n < 1) {  /* verifica parametros recebidos */
        printf("** Erro: Parametro invalido **\n");
        return (v);
    }
    for(i = 0; i < m; i++) {
        for(j = 0; j < n; j++) {
            free(v[i][j]); /* libera a memória de cada "string" */
        }
        /* libera as linhas da matriz */
        free(v[i]);
    }
    free(v); /* libera a matriz (vetor de ponteiros) */

    return (NULL); /* retorna um ponteiro nulo */
}

int main(int argc, char *argv[])
{
    char*** mat;  /* matriz a ser alocada */
    int   l, c;   /* numero de linhas e colunas da matriz */
    int i, j;
    //...           /* outros comandos, inclusive inicializacao para l e c */
    cin >> l;
    cin >> c;
    mat = Alocar_matriz_real(l, c);

    for(i = 0; i < l; i++) {
        for(j = 0; j < c; j++) {
            // Aloca memória para podermos salvar a string
            mat[i][j] = (char*)malloc(5);
            strcpy(mat[i][j], "Nome");
        }
    }
    for(i = 0; i < l; i++) {
        for(j = 0; j < c; j++) {
            printf("%s ", mat[i][j]);
        }
        printf("\n");
    }

    //...           /* outros comandos utilizando mat[][] normalmente */
    mat = Liberar_matriz_real(l, c, mat);
    //...
}

Solução em C++

A primeira mudança é que podemos usar std::string no lugar de um char* para representar strings. Por isso não precisamos alocar memória manualmente para cada string e consequentemente não precisamos nos preocupar em liberar essa memória. Alem disso, podemos usar o operador de assinalamento ao invés de strcpy. Outra mudança é que provavelmente o único motivo de você usar alocação dinâmica para mat é para permitir que o usuário indique as dimensões da matrix, correto? Nesse caso podemos usar std::vector ao invés de alocação dinâmica, o que simplifica mais o código.

Segue o código C++ abaixo.

#include <iostream>
#include <string>
#include <vector>

using namespace std;

vector<vector<string>> Alocar_matriz_real(int m, int n) {
    // Passando "m" estando dizendo que o vetor mais externo tem "m" elementos
    vector<vector<string>> v(m);
    if (m < 1 || n < 1) { /* verifica parametros recebidos */
        // Ao invés de imprimir uma ensagem e retornar um valor que o usuário da
        // função precisa checar, em C++ podemos disparar uma exceção no caso de
        // valores inválidos
        throw std::runtime_error("Erro: Parametro invalido");
    }

    for(int l = 0; l < n; l++) {
        // Vamos indicar que cada vetor mais interno possui "n" elementos
        // chamando o método "resize" da classe "std::vector"
        v[l].resize(n);
    }

    return v;
}

int main(int argc, char* argv[]) {
    int l, c;     /* numero de linhas e colunas da matriz */
    int i, j;
    //...           /* outros comandos, inclusive inicializacao para l e c */
    cin >> l;
    cin >> c;

    // A função "Alocar_matriz_real" ficou bem simples e nem precisamos mais
    // dela, mas mantive por causa da checagem do número de linhas e colunas.
    //
    // Outro detalhe é que se fornecermos o valor de `mat` já na declaração, o
    // compilador vai perceber e evitar que a matrix criada dentro de
    // `Alocar_matriz_real` seja copiada para `mat`. Se declararmos `mat` em uma
    // linha e só depois passarmos setarmos o valor chamando
    // `Alocar_matriz_real` então uma cópia será necessária.
    vector<vector<string>> mat = Alocar_matriz_real(l, c);

    for(i = 0; i < l; i++)
        for(j = 0; j < c; j++)
            // Podemos usar atribuição normalmente
            mat[i][j] = "Nome";
    for(i = 0; i < l; i++) {
        for(j = 0; j < c; j++) cout << mat[i][j] << " ";
        cout << "\n";
    }
}

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.