1

Tenho duas listas, a primeira chamada de cadastro e a segunda chamada de entrada.

Eu retiro um item da lista entrada e depois quero retornar esse item caso ele esteja na lista cadastro, porem só consigo fazer isso com o primeiro item inserido.

Do contrário sempre retorna a segunda condição: "O nome não se encontra na lista".

cadastro = []
entrada = []
saida = []


def opc():
    cad = input('(1) Acessar cadastro - (2) Acessar entradas - (3) Registrar entrada - (4) Registrar saida:'
                ' - (5) Registrar retorno: \n -> ')

    if cad == '1':
        for c in cadastro:
            print(c)
        opc()

    elif cad == '2':
        for s in entrada:
            print(s)
        opc()

    elif cad == '3':
        entrar()

    elif cad == '4':
        sair()

    elif cad == '5':
        retorno()


def dados():
    nome = str(input('nome: '))

    cadastro.append({'nome': nome}),
    entrada.append({'nome': nome})


def entrar():
    dados()
    opc()


def sair():
    nome = str(input('Nome: '))

    for i in range(0, len(entrada)):
        user = entrada[i].get('nome')
        if user == nome:
            print(user)
            entrada.remove(entrada[i])
            opc()


def retorno():
    nome = str(input('Nome: '))

    for i in range(0, len(cadastro)):
        user = cadastro[i].get('nome')
        if nome == user:
            entrada.append(cadastro[i])
            print(entrada)
            opc()
        else:
            print('Nome não se encontra na lista.')
        opc()


opc()

1 Resposta 1

1

Antes de mais nada, não chame a função dentro dela mesma, como você fez com opc().

Apesar de "funcionar", não é o ideal. Isso porque cada vez que uma função é chamada, ela é "empilhada" (colocada na pilha de execução). E enquanto a função não retornar, ela fica lá ocupando espaço na pilha.

Ou seja, no seu programa, você chama opc(), que pode chamar ela mesma de novo, ou chamar uma das outras funções, que chama opc() de novo, que chama ela mesma ou uma das funções que chama opc() de novo, etc... Como nunca há um retorno dessas funções, elas ficam ocupando espaço na pilha. E se o programa rodar por muito tempo, pode acabar estourando a pilha (veja aqui um exemplo, role até o final da página e veja o RecursionError).

Chamar uma função dentro dela mesma se chama "recursão", e é um recurso que na maioria das vezes você não vai precisar.

Enfim, se quiser que algo se repita várias vezes, use um loop simples. Pelo que entendi você quer algo assim:

cadastro = []
entrada = []
saida = []

def dados():
    nome = input('nome: ')
    cadastro.append(nome)
    entrada.append(nome)

def sair():
    nome = input('Nome: ')

    for i, user in enumerate(entrada):
        if user == nome:
            print(user)
            del entrada[i]
            break # se já encontrei, interrompe o for

def retorno():
    nome = input('Nome: ')
    for nome_cadastrado in cadastro:
        if nome == nome_cadastrado:
            entrada.append(nome_cadastrado)
            print(entrada)
            break # se já encontrou, interrompe o for
    else:
        print('Nome não se encontra na lista.')

while True: # loop infinito
    cad = input('(1) Acessar cadastro - (2) Acessar entradas - (3) Registrar entrada - (4) Registrar saida:'
                ' - (5) Registrar retorno: \n -> ')

    if cad == '1':
        for c in cadastro:
            print(c)
    elif cad == '2':
        for s in entrada:
            print(s)
    elif cad == '3':
        dados()
    elif cad == '4':
        sair()
    elif cad == '5':
        retorno()

Eu uso while True, que cria um loop infinito. A diferença para ficar chamando a função opc várias vezes dentro dela mesma (ou dentro de outras funções) indefinidamente é que aqui não há várias chamadas sendo empilhadas e por isso não ocorrerá o RecursionError. Não use recursão onde não precisa - e na maioria das vezes um loop simples como esse resolve.

Repare também que input já retorna uma string, então fazer str(input(...)) é redundante e desnecessário.

A função retorno não funcionava porque você colocou o else dentro do for, ou seja, para cada elemento, ele vê se é o nome digitado, e para cada elemento que não é igual a esse nome, ele imprime a mensagem. Eu mudei para interromper o for (com o break) assim que encontrar o nome (pois se já encontrou, não faz sentido continuar o loop). E o else é do for, não do if (outras linguagens não têm esse recurso, mas o Python tem), e ele cai no else se o loop não for interrompido por um break (ou seja, se o nome não está na lista).

E na função sair eu usei del para apagar o elemento. Detalhe: em geral, não é uma boa ideia apagar elementos da lista no mesmo loop que itera sobre ela (conforme explicado aqui, aqui e aqui), mas neste caso específico eu removo e já interrompo o loop com break, então os problemas citados nos links já indicados não ocorrem. Também usei enumerate para iterar pelos índices juntamente com os elementos da lista.

E eu mudei outra coisa: estou guardando somente os nomes nas listas, em vez de um dicionário. A menos que você vá guardar mais informações em cada registro, não há muito ganho em usar dicionários aqui.

1
  • 1
    Vlw fera. muito obrigado pelas dicas foi de grande ajuda. – Radis Silva 20/11/20 às 16:21

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.