4

Estou rodando cerca de oito servidores com solr servers (versão 3.5) atrás de um Load Balancer. Todos os servidores são idênticos e o LB está configurado com peso pelo número de conexões. Os servidores têm cerca de 4 milhões de documentos e recebem um fluxo constante de requisições. Não há praticamente escrita de novos documentos. Quando o solr inicia, funciona muito bem. Mas após algum tempo rodando, ele começa a levar mais tempo para responder e o nível de I/O fica maluco, chegando a subir a 100%. Veja o gráfico do New Relic:

enter image description here

Se o servidor se comporta bem inicialmente, por que começa a falhar depois de um tempo? E se eu re-inicio o solr, o I/O volta a ser baixo por um tempo, aumentando novamente depois.

Pergunta original em Inglês

1 Resposta 1

2

A resposta para essa pergunta está ligada com o conteúdo desse post.

O que acontece nesse caso é que as buscas desse sistema dependem de muita leitura dos índices do solr. Como os índices ficam em disco, o I/O é alto. Para otimizar um acesso frequente ao disco, o Linux faz cache das áreas de disco mais lidas em memória. Ele usa a memória não ocupada por aplicações para esse cache. Quando a memória fica cheia ele volta a ter que ler do disco. Por essa razão, quando o solr inicia, a JVM ocupa menos espaço em memória e por isso, o espaço que sobra é suficiente para o cache do índice.

(O problema ocorreu em um servidor com 15Gb de RAM e um índice solr com 20Gb)

A solução para o problema é simplesmente aumentar a quantidade de memória da máquina, para que todo o índice caiba nela. Dessa forma, não haverá praticamente I/O ao ler o índice.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.