1

tenho uma lista l = [1,6,6,2,3,6] e quero formar outra com todos os índices do elemento 6. No caso, a segunda lista deveria ser l2 = [1,2,5], no entanto, quando tento usar o l.index(6), a saída é só o primeiro índice.

Entrada:

l = [1,6,6,2,3,6]
l2 = []
a = l.index(6)
l2.append(a)
print(l2)

Saída

[1]

3 Respostas 3

1

Você pode criar uma lista diretamente utilizando list comprehension:

l = [1,6,6,2,3,6]
l2 = [ i for i in range(len(l)) if l[i] == 6 ]

Verificamos por índice se o 6 esta contido, caso esteja adicionamos o índice a lista. Neste caso não existe a necessidade de utilizar o enumerate.

Sua saída será:

[1, 2, 5]
1

Para resolver esta questão você vai precisar implementar um laço de repetição e percorrer a tal lista com ajuda da função enumerate().

Seguindo esta lógica podemos implementar o seguinte código:

l = [1, 6, 6, 2, 3, 6]
l2 = list()
for indice, item in enumerate(l):
    if item == 6:
        l2.append(indice)

print(l2)

Observe que quando executamos este código o laço for percorrerá toda a lista l e com a ajuda da função enumerate verificará os índices dos respectivos elementos. E, caso o referido elemento tiver valor 6, o índice do mesmo será adicionado à lista l2. E, em seguida, a lista l2 será exibida.

A saída será:

[1, 2, 5]

Outra forma interessante de resolver esta questão é utilizar List Comprehensio. Neste caso o código poderia ficar com apenas 1 linha de código. O código seria:

print([indice for indice, item in enumerate([1, 6, 6, 2, 3, 6]) if item == 6])
1

Uma alternativa é construir um dicionário que armazena nas chaves os itens distintos da lista de entrada e nos valores uma lista com índices de ocorrência de suas respectivas chaves na lista de entrada e então pesquisar por um item.

O algoritmo usa duas funções:

  1. indexar_correncias(t) que aceita como parâmetro t, uma tupla:

    • Cria um dicionário vazio resultado.
    • Cria uma enumeração sobre t e para cada elemento e nessa enumeração:
      • Verifica se existe a chave e[1] em resultado:
        • Se existir, ao valor da chave e[1] é apensado e[0].
        • Se não existir, é criada em resultado a chave e[1] e o seu valor é uma lista contendo e[0].
      • Retorna o resultado.
  2. ocorrencias(s , item) que aceita como parâmetro s, uma sequência, e item um inteiro:

    • Converte a sequência s em uma tupla e a passa como argumento para função indexar_correncias() que retorna em o o dicionário cujos os valores são listas com índices de ocorrência de suas respectivas chaves em s.
    • Verifica se em o existe a chave item:
      • Caso exista retorna o valor o[item] cuja é lista dos indices das aparições de item em s.
      • Caso não exista retorna uma lista vazia.

Exemplo:

from functools import lru_cache 
#from random import chooices                          #<-- Descomente a linha caso faça o teste a seguir.

l = [1,6,6,2,3,6]
#l = [c for c in choices(range(1, 100), k=1000000)]   #<-- Teste também o algoritmo com uma entrada mais robusta.


@lru_cache(maxsize=None)                      #Informa que a função será cacheada
def indexar_correncias(t):
    resultado = {}                            #Cria um dicionário vazio
    #Para cada elemento e em enumerate(t)...
    for e in enumerate(t):
        #Verifica se existe a chave e[1] em resultado...
        if e[1] in resultado:
            resultado[e[1]].append(e[0])      #Se existir, ao valor da chave e[1] é apensado e[0].
        else:
           resultado[e[1]] = [e[0]]           #Se não existir, é criada em resultado a chave e[1].
    return resultado                          #Retorna o resultado.
    
def ocorrencias(s , item):
    o = indexar_correncias(tuple(s))          #retorna em o o dicionário cujos os valores são listas com índices de ocorrência de suas respectivas chaves em s.
    #Verifica se em o existe a chave item
    if item in o:
        return o[item]                        #Caso exista retorna o valor o[item].
    return []                                 #Retorna uma lista vazia.
    
while True:
    s = input("Digite um numero para buscar os seus indices: ")
    if s.isnumeric():
        print(ocorrencias( l, int(s)))
    elif s == "":
        break

Teste no ideone.com

A linha @lru_cache(maxsize=None) é um decorador para embrulhar uma função em um chamável memoizável ou seja uma vez que função seja executada com determinado argumento é criado uma cache em memória armazenado o resultado da função para aquele argumento e então a cada vez que a função é chamada com esse mesmo argumento ao invés de refazer todos os operação e iterações pelo argumento ela busca no cache o resultado.
Para entradas pequenas esse recurso é irrelevante porém para entradas volumosas de dados é um recurso essencial. Na primeira chamada da função com um argumento não memoizado a complexidade de tempo da função é O(n), após primeira chamada para um argumento a complexidade de tempo da função é O(1).

indexar_correncias() é alimentada com tupla pois um dos requisitos para o lru_cache() funcionar é que os parâmetros da função memoizada sejam hasheáveis e em python apenas objetos imutáveis são hasheáveis e tuplas são sequencias imutáveis.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.