2

Temos as funções a seguir:

def oi():
    print('oi')

def ola():
    print('ola')

Agora vamos armazená-las dentro de um dicionário da seguinte forma:

saudacoes = {

    'chegada':{
        'simples': oi(),
        'cult': ola(),
    }

}

Preciso acessar as funções a depender de dois inputs do usuário, o primeiro diz se é uma saudação de chegada ou de despedida e o segundo qual saudação será, assim:

tipo, qual = input().split()
saudacoes[tipo][qual]

Vamos supor que o usuário digite:

> chegada simples

Logo, o programa deveria pesquisar no dicionário da seguinte forma:

saudacoes[chegada][simples]

E seria de se esperar que ele executasse a função oi(). Mas nada acontece. Onde estou errando?

1 Resposta 1

4

Quando você faz oi() (com os parênteses) está chamando a função (ou seja, está executando ela) e o retorno dela é colocado como valor do dicionário. Mas como você não colocou nenhum return nela, então ela retorna None.

Mas as funções são executadas já quando o dicionário é criado, tanto que o código já imprime "oi" e "ola" ao se criar o dicionário.

Se quer guardar a própria função para que ela seja executada depois, tire os parênteses:

saudacoes = {
    'chegada':{
        'simples': oi, # sem os parênteses 
        'cult': ola # sem os parênteses 
    }
}

E só use os parênteses quando for chamá-la:

tipo, qual = input().split()
saudacoes[tipo][qual]()

Isso porque saudacoes[tipo][qual] refere-se a uma função, e os parênteses servem para fazer a chamada a esta função.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.