2

Preciso receber três listas gerados no shell para processar no Python:

l1=4 3 2 1
l2=2 1 3 4
l3=1 2 3 4

No shell script passo desta forma:

python3 orth_median.py ${o_l1[*]} ${o_l2[*]} ${o_l3[*]}

O Python recebe 12 números.

No python eu fui obrigada converter os 12 números em 3 listas para ter novamente as 3 listas. Esta é a melhor forma ou existe outra forma de fazer? Sou iniciante trabalhando com shell script.

if __name__ == "__main__":
    if len(sys.argv)>11:
        size1=len(sys.argv[1:])/3 
        l1=[sys.argv[1:][0],sys.argv[1:][1],sys.argv[1:][2],sys.argv[1:][3]]
        l2=[sys.argv[1:][4],sys.argv[1:][5],sys.argv[1:][6],sys.argv[1:][7]]
        l3=[sys.argv[1:][8],sys.argv[1:][9],sys.argv[1:][10],sys.argv[1:][11]]
        A=np.array(generate_matrix(l1, int(size1)))
        B=np.array(generate_matrix(l2, int(size1)))
        C=np.array(generate_matrix(l3, int(size1)))
        M = orth_median1(A, B, C)
        print('o_m', M)
    else:
        print('No arguments provided.') 

1 Resposta 1

1

Você pode usar a sintaxe de slicing para pegar um trecho específico do sys.argv - lembrando que o primeiro elemento de sys.argv (na posição zero) é o nome do script, então os números estarão nas posições 1 a 12 (ou seja, você deveria verificar se ele tem pelo menos 13 elementos):

if len(sys.argv) >= 13:
    l1 = sys.argv[1:5]
    l2 = sys.argv[5:9]
    l3 = sys.argv[9:13]

Assim, l1 terá os elementos dos índices 1 a 4 (o valor final não é incluso), l2 terá dos índices 5 a 8 e l3 terá dos índices 9 a 12.


Outra opção para fazer a mesma coisa:

l1, l2, l3 = [ sys.argv[n:n + 4] for n in range(1, 13, 4) ]

Eu uso um range de 1 a 12, pulando de 4 em 4 (ou seja, os números 1, 5 e 9), e para cada um desses números, pego um slice do número até 4 posições depois. Também uso uma list comprehension, que cria uma lista com as 3 sublistas, e faço a atribuição múltipla, que atribui estas sublistas diretamente para l1, l2 e l3.

Com isso as listas serão respectivamente ['4', '3', '2', '1'], ['2', '1', '3', '4'] e ['1', '2', '3', '4'].


Não diretamente relacionado, mas para calcular o size1, você pode usar o operador de divisão inteira //, que já retorna um valor inteiro (assim não precisará chamar int depois). E como você está usando sys.argv[1:] (ou seja, ignorando o primeiro elemento de sys.argv), é mais simples subtrair 1 do tamanho, em vez de criar outra sub-lista só para isso.

E também é possível já criar os arrays A, B e C de uma vez (se não for usar as listas l1, l2 e l3 para mais nada):

size1 = (len(sys.argv) - 1) // 3

# criar os arrays de uma vez
A, B, C = [ np.array(generate_matrix(sys.argv[n:n + 4], size1)) for n in range(1, 13, 4) ]
  • Sua resposta me mostra que preciso aprender mais. Obrigada! Na ultima linha de código que vc postou vc feiz duas tarefas numa soa linha. como poderia colocar em duas linhas de código? – shermila 14/08 às 11:12
  • @shermila Seria isso: repl.it/repls/TiredColossalQuarks#main.py ? Outra coisa: Se a resposta resolveu o seu problema, vc pode aceitá-la, veja aqui como e porque fazê-lo. Não é obrigatório, mas é uma boa prática do site, para indicar a futuros visitantes que aquilo resolveu o problema. Não esqueça que vc também pode votar na resposta, caso tenha achado útil. – hkotsubo 14/08 às 11:50

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.