10

Qual a melhor maneira de verificar isso? De forma mais simples e com melhor performance.

Só consegui imaginar fazer assim:

var string = "www.google.com";

if(string[0] == "w" && string[1] == "w" && string[2] == "w" && string[3] == "."){
   // string começa com www.
}
  • 7
    string.substring(0, 4) == "www." – Caffé 9/01/15 às 13:50
17

O código fica com uma aparência melhor (mais legível) se você olhar os 4 caracteres de uma vez:

if(string.substr(0, 4) === "www.") {

}

Ou

if(string.substring(0, 4) === "www.") {

}

Os dois métodos fazem basicamente a mesma coisa, porém o primeiro recebe o índice inicial e o comprimento, enquanto o segundo recebe o índice inicial e o final (não inclusivo).

Mais um método, que recebe dois índices e extrai até antes do índice final:

if(string.slice(0, 4) === "www.") {

}

Em termos de performance, os 3 métodos parecem equivalentes (no V8/Chrome).


Além desses três, há também o teste via expressão regular, como sugerido pelo QMechanic73, e o indexOf, sugerido pelo Sergio. Ainda é possível tomar outros caminhos, como comparar cada caractere obtendo-os via String.prototype.charAt.

Comparando com esse tipo de solução, o seu teste original, que verifica cada caractere individual, está bem mais rápido que qualquer outro (no meu browser). Isso me surpreendeu. Comparando rapidamente os métodos de extração na especificação da linguagem, não vi nenhum motivo óbvio para isso. Provavelmente o culpado pela demora dos outros métodos é a criação de um wrapper object do tipo String, e posterior chamada de método nesse objeto (incluindo verificação da cadeia de protótipos).

  • Se a string não tiver o tamanho mínimo esperado (suponha que seja somente "ww") o código original do OP vai dar erro, certo? E no caso de cada um desses métodos, como é tratado o out of bounds no Javascript...? Se eles forem robustos, é mais um benefício desse uso. – Luiz Vieira 9/01/15 às 14:56
  • Não vai dar erro tentar acessar um índice que não existe na string, simplesmente retorna undefined @LuizVieira. – bfavaretto 9/01/15 às 16:24
9

Uma outra alternativa é o método RegExp.test

var endereco = "www.google.com.br";

if (/^www\./.test(endereco))
    console.log("Começa com www.");
else
    console.log("Não começa com www.");

A expressão ^www\. vai corresponder ao caracteres www. no início da string. Sobre a performance, o código postado na pergunta parece ser o mais mais rápido, como pode ser visto nesse comparativo criado pelo @bfavaretto.

  • Mais rápido provavelmente por não ter que criar uma cópia de parte da string todas as vezes, como deve ocorrer com o substring. Seria legal comparar com o método do @Sergio - suponho que este também não crie cópia da string e o código é mais simples que o original do AP. – Caffé 9/01/15 às 16:30
  • @Caffé Existe sim cópia de parte da string. O que não existe é a criação de um objeto tipo String para que os métodos possam ser invocados (veja minha resposta atualizada para mais detalhes). – bfavaretto 9/01/15 às 16:38
6

Uma outra variante ainda nõ referida para verificar se a string começa com esses 4 caracteres:

if (string.indexOf("www.") == 0) // caso sim
else // caso não

O .indexOf() verifica a posição de "www." na variável string. Se o resultado do .indexOf(), fôr 0 então a string começa com "www.".

3

O que o @QMechanic73 falou esta correto, apesar do seu codigo parecer um pouco mais extenso ele e mais rápido do que os demais, apenas uma dica simples para melhorar um pouco a performance, utilize === em vez de ==.

Veja a diferença em: https://developer.mozilla.org/pt-BR/docs/Web/JavaScript/Guide/Igualdade

A performance varia por navegador, no firefox o == foi mais rápido que o === e no google chrome foi o ===. A diferença é que o == faz conversão de tipo. Por exemplo:

1 == '1': true
1 === '1': false

Como você usa string comparando com string não precisa de converter tipo ficaria:

'w' === 'w': true

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.