2

Utilizando a linguagem Python, escreva uma função recursiva que determine quantas vezes um número k de 2 dígitos ocorre em um número natural n. Por exemplo, o numero 21 ocorre duas vezes em 2135219877.

O problema do meu código é que ele só conta o numero de dois dígitos quando só há dois dígitos no numero a ser avaliado. Como posso arrumar isso?

def verifica(num,c,aux):
    if num==0:
        return c
    
    else:
        if aux==(num//10):
            c+=1
            num=num//10
            return verifica(num,c,aux)
        else:            
            num=num//10
            return verifica(num,c,aux)
    print('numero',aux,'encontrado',c,'vezes')

c=0    
num=int(input('digite um numero: '))
aux=int(input('digite o numero que procura: '))
verifica(num,c,aux)
print('encontrei',aux,c,'vezes.')
2
  • 1
    Não sei se entende sua lógica. No seu exemplo - 2135219877 - o número 21 não ocorre apenas 2 vezes? – Evilmaax 14/07/20 às 20:02
  • corrigido, é verdade – Elias teixeira 14/07/20 às 20:16

1 Resposta 1

1

Apenas para constar, recursão não é a forma mais eficiente de resolver este problema. Dito isso, vamos à solução.


Um dos problemas da sua função é que eu posso chamá-la assim: verifica(num, -190, aux) e pronto, já baguncei a contagem, pois o contador começará em -190. Se o contador deve sempre começar em zero, ele não deveria ser um parâmetro.

A ideia básica do algoritmo é:

  • comparo os 2 últimos algarismos do número n, se forem iguais a k, incremento o contador
  • divido n por 10 (eliminando assim o último dígito) e continuo a contagem
  • se n chegar a zero, fim do algoritmo

Assumindo que o número k sempre tem 2 dígitos (já que isso não é verificado), ficaria assim:

def verifica(n, k):
    if n == 0:
        return 0

    if n % 100 == k:
        c = 1
    else:
        c = 0
    return c + verifica(n // 10, k)

n, k = 2135219877, 21
print(f'O número {k} ocorre {verifica(n, k)} vezes no número {n}')

Como um return retorna o valor e encerra a execução da função, o bloco else no primeiro if é desnecessário. Também tirei o print de dentro da função, pois ela só deveria retornar o valor, e quem a chama que faça o que quiser com ele (inclusive imprimir, se for o caso). Sem contar que, por ser recursiva, são feitas várias chamadas (uma para cada dígito de n) e aí seriam impressas várias mensagens, desnecessariamente.

Para obter os 2 últimos dígitos de n, basta pegar o resto da divisão por 100, usando o operador %. Depois eu vejo se é igual a k, e somo 1 se for o caso.

Depois, esse valor é somado com o resultado da contagem no restante do número (o resultado da divisão de n por 10).

Vale lembrar que verifica(111, 11) retorna 2, pois os 2 últimos dígitos de 111 são 11, e depois eu divido 111 por 10, resultando em 11, o que contabiliza outra ocorrência de 11.


Como já dito, o algoritmo funciona apenas se k tiver exatamente 2 dígitos (ou se for menor que 10, por exemplo, se n for 10303 e k for 3, a contagem contabiliza 2).

Mas se a ideia é deixar o algoritmo mais "genérico", você pode verificar a quantidade de dígitos de k e usar esse valor no cálculo - de forma geral, se k tiver x dígitos, basta pegar o resto da divisão por 10x.

Outro detalhe é que não precisa ir até n ser igual a zero. Se n for menor que k, já posso parar a verificação, pois a partir daí não terá mais nenhuma ocorrência:

import math

def qtd_digitos(numero):
    numero = abs(int(numero))
    return (1 if numero == 0 else math.floor(math.log10(numero)) + 1)

def verifica(n, k):
    if n < k:
        return 0
    if n % (10 ** qtd_digitos(k)) == k:
        c = 1
    else:
        c = 0
    return c + verifica(n // 10, k)

Lembrando que a solução recursiva não é a ideal para este caso. Isso porque muitas chamadas recursivas podem causar um estouro de pilha se a quantidade de chamadas for suficientemente grande.

Nesse caso, um loop simples já resolve. Além disso, falta verificar alguns corner cases, quando ambos os valores são zero, ou quando somente k é zero:

import math

def qtd_digitos(numero):
    numero = abs(int(numero))
    return (1 if numero == 0 else math.floor(math.log10(numero)) + 1)

def verifica(n, k):
    if n == 0 and k == 0:
        return 1
    c = 0
    qtd = qtd_digitos(k)
    while (k == 0 and n > k) or (k != 0 and n >= k):
        if n % (10 ** qtd) == k:
            c += 1
        n //=10
    return c

print(verifica(0, 0)) # 1
print(verifica(100, 0)) # 2
3
  • Muito obrigado, deu certo! Do pouco que eu entendo de programação eu também concordo que essa não é a forma mais eficiente de resolver esse problemas mas fazer o que né, outra solução não é aceita... – Elias teixeira 14/07/20 às 22:08
  • @Eliasteixeira Se a resposta resolveu o seu problema, vc pode aceitá-la, veja aqui como e porque fazê-lo. Não é obrigatório, mas é uma boa prática do site, para indicar a futuros visitantes que aquilo resolveu o problema. E quando tiver 15 pontos, vc também poderá votar em todas as respostas que achou úteis. – hkotsubo 14/07/20 às 22:10
  • 1
    Me desculpe pelo inconveniente, acabei saindo da frente do computador antes de aceitar a resposta. Grato pela ajuda! – Elias teixeira 15/07/20 às 0:34

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.