1

Como o código rodou certinho se o parâmetro da função experiencia não tem o mesmo nome da variável anosEstudo. Como o JavaScript entende que são a mesma coisa?

<script>
        var anosEstudo = 1;

        function experiencia(anos) {
            if (anos <= 1) {
                return 'Iniciante';
            } else if (anos <= 3) {
                return 'Intermediário';
            } else if (anos <= 6) {
                return 'Avançado';
            } else {
                return 'Jedi Master';
            }
        }

        console.log(experiencia(anosEstudo));
    </script>

inserir a descrição da imagem aqui

1 Resposta 1

4

Não são a mesma coisa, são coisas completamente diferentes. Mesmo que tivesse o mesmo nome seriam coisas diferentes. Para entender mais sobre isso deve ver Qual a diferença entre escopo e tempo de vida?.

Provavelmente deve ler também O que é uma variável?. E deve seguir todos os links dessas respostas para aprender os conceitos de forma correta e não ficar só seguindo receitas de bolo, porque seguir receitas não é programar. Fez bem em perguntar, anda raro isso acontecer.

Quando chama uma função e passa um argumento está desviando o fluxo de execução do código dentro da função e copiando os argumentos para os parâmetros da função.

Então nesse caso está copiando o valor que está na variável anosEstudo para a variável local dentro de experiencia que é chamada de anos.

A ideia é justamente isolar uma variável da outra. Mesmo que o parâmetro chamasse anosEstudo ainda seria outra variável e escopo diferente. Ainda bem. Imagina administrar um sistema com milhares ou milhões de variáveis onde todas são visíveis em todo lugar, e que se tivesse o mesmo nome fosse a mesma variável. Seria uma loucura, não dá.

A técnica mais usada em programação, que a maioria dos programadores ignoram, mesmo quando a aplicam sem perceber, é a Dividir para Conquistar. E isso vale pra tudo na vida, pra trabalhar, estudar, fazer qualquer atividade complexa. Não fazemos tudo junto. Isolar partes é fundamental, e elas devem conversar por poucos detalhes não pode haver um comunicação sem querer. Não pode pegar o dado sem ser o que deseja.

Vou dizer mais, o jeito que esse código está escrito passa uma ideia errada, o mais correto seria isto:

function experiencia(anos) {
    if (anos <= 1) return 'Iniciante';
    else if (anos <= 3) return 'Intermediário';
    else if (anos <= 6) return 'Avançado';
    else return 'Jedi Master';
}

var anosEstudo = 1;
console.log(experiencia(anosEstudo));

Porque assim fica claro que a variável faz parte do algoritmo de baixo que é completamente isolado da função, por acaso as duas coisas estão juntas, mas poderiam não estar.

Do jeito que está na pergunta parece que a variável anos Estudo precisa existir antes da função para funcionar, mas não é o caso, ela não é enxergada pela função, mesmo tendo sido declarada antes, poderia estar até em outro arquivo. A comunicação do dado poderia ser por cópia.

Na verdade a variável nem é necessária porque o que vale é o valor:

function experiencia(anos) {
    if (anos <= 1) return 'Iniciante';
    else if (anos <= 3) return 'Intermediário';
    else if (anos <= 6) return 'Avançado';
    else return 'Jedi Master';
}

console.log(experiencia(1));

Coloquei no GitHub para referência futura.

Há casos que precisa de uma variável, mas isso é mais avançado e não vou falar aqui.

Agora vou mostrar algo que funciona, mas não deve fazer:

function experiencia() {
    if (anos <= 1) return 'Iniciante';
    else if (anos <= 3) return 'Intermediário';
    else if (anos <= 6) return 'Avançado';
    else return 'Jedi Master';
}

var anos = 1;
console.log(experiencia());

Sim, a variável externa pode ser vista pela função (desde que seja no mesmo local onde está a função, nesse caso é o escopo global), e isso chega ser quase um erro da linguagem. Nem tanto, porque tem situação que isso é interessante. Mas não nesse caso. A não ser por um conceito de closure que não vou falar aqui, não faça código de função que dependa de uma informação externa sem a comunicação por parâmetro. Isso quebra o isolamento da função e normalmente não é o que quer fazer, mesmo que pareça mais fácil é complicado administrar em códigos um pouco maiores.

Acho útil ler Parâmetros em funções em JavaScript.

  • Obrigado! Sobre a parte de o código passar uma ideia errada: de fato, no original ele está do jeito que você colocou, fui eu quem alterei, por ignorância mesmo. Mas, não entendi qual seria o problema em colocar a variável antes. Se pudesse me clarear mais, eu agradeceria muito! Mas desde já, muito obrigado! – Pedro Henrique Fernandes 15/07 às 6:50
  • Beleza, são coisas completamente diferentes. Então como eu informo que o valor de anosEstudo é 1 e isso é reconhecido na função experiencia? Claro, sei que tem algo a ver com a ultima linha do código, onde chamo a função com o parâmetro anosEstudo, mas não consigo compreender como isso funciona e o que está acontecendo alí. – Pedro Henrique Fernandes 15/07 às 7:35
  • Não é problema, mas passa ideia errada. Agora pelo comentário, parece que usou mas não sabe o que é passagem de parâmetro. Leu tudo na resposta? Seguiu os links. Se ainda não souber provavelmente está aprendendo do jeito errado e está pulando passos, isso não dá certo, eu sugeriria pegar coisas mais simples antes, e aprender de forma estruturada, não tem como fazer o teto de uma casa sem alicerce. – Maniero 15/07 às 12:56
  • Cara, valeu pelas dicas, fui estudar mais como voce falou e agora entendi muito mais! Mas aí surgiu mais uma duvida: se eu quisesse utilizar a mesma variável anosEstudo como parâmetro da função, eu poderia sem problemas? Ou estaria errado? – Pedro Henrique Fernandes 15/07 às 21:18
  • Acho que não entendeu. Ou eu não entendo. – Maniero 15/07 às 21:25

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.