4

Eu estou trabalhando num sistema onde o programador anterior estruturou uma determinada tabela de posts referenciando a ela mesma (para poder identificar que seria o comentário do post)

Mais ou menos assim:

Posts
-- id
-- post_id => Referencia de Post (ela mesma)
-- texto
-- usuario_id

O que tinha post_id seriam os comentários do post relacionado; e o que não tinha era o post normal.

No caso, eu já sei que essa estrutura está completamente errada, pois deveria ter sido criada uma tabela chamada comentarios com chave estrangeira definida em posts

Mas, fora desse caso, existem outros casos onde há necessidade de se referenciar a própria tabela com uma chave estrangeira (eu nunca vi isso)?

7
  • 1
    Não sei se está completamente errada. Talvez não seja a melhor solução para este caso mas é perfeitamente válido. Não se prenda a teorias. Se a tabela de comentários tiver a mesma estrutura desta, por que criar uma tabela diferente com a mesma estrutura? Até pode ser útil para dar mais semântica aos dados mas fora isto, não há muita vantagem. – Maniero 8/01/15 às 17:05
  • Eu pensei que pudesse se tratar de um anti-pattern por o nome "foreign key" traduzido ser "chave estrangeira". Ou seja, não vejo estrangeirismo nenhum num "autorelacionamento" – Wallace Maxters 8/01/15 às 17:22
  • @bigown eu sou totalmente a favor de práticas novas, afinal de onde vieram os padrões existentes? – Edi. Gomes 8/01/15 às 17:34
  • 1
    Relacionada ou duplicata? pt.stackoverflow.com/questions/23029/… – bfavaretto 8/01/15 às 17:43
  • 1
    @bfavaretto Relacionada hein, aqui ele não sabia que se tratava de um auto-relacionamento e certamente é uma dúvida sobre modelagem de dados, na outra pergunta o usuário quer saber sobre um comando de utilização do mesmo. – Edi. Gomes 8/01/15 às 17:50

2 Respostas 2

2

Não só é correto, mas também é uma mão na roda (eu uso muito e conheço muita gente que usa), isso se chama Autorelacionamento, veja:

Na Álgebra relacional um autorrelacionamento acontece quando os elementos de uma entidade se relacionam com eles mesmos.

A implementação de um autorrelacionamento através de um SQL, é feita da seguinte forma (considere que a tabela FUNCIONARIO é pré-existente e o EMPREGADO foi promovido a GERENTE):

ALTER TABLE FUNCIONARIO add constraint EMPR_EMPR_FK foreign key
(GERENTE) references FUNCIONARIO (EMPREGADO);

Note que a constraint EMPR_EMPR_FK relaciona a coluna GERENTE como uma chave estrangeira (Foreign Key) da coluna EMPREGADO na tabela FUNCIONARIO

http://pt.wikipedia.org/wiki/Autorrelacionamento

7
  • 3
    Pesa o fato do MySql não ter estrutura como o "CONNECT BY" do Oracle ou o "Recursive CTE" do SqlSever , fora isto como já foi dito perfeitamente normal um auto-relacionamento. – Motta 8/01/15 às 17:17
  • Ops! eu tinha feito um comentário infeliz, mas agora entendi perfeitamente seu exemplo. – Wallace Maxters 8/01/15 às 17:26
  • @Motta se tratando do MySQL realmente fica complicado, seria muito bom contar com CONNECT BY, CUBE, CROSS JOIN, OUTER JOIN etc... mas as vezes é a única alternativa para um projeto de baixo custo. – Edi. Gomes 8/01/15 às 17:37
  • 2
    @Edi.Gomes Postgres não é viável? Não tem custos e conta com mais recursos que o MySQL. – gmsantos 8/01/15 às 17:43
  • @Edi.Gomes, já vi alternativas para busca recursiva no Mysql , de fato questão de custo-benefício. – Motta 8/01/15 às 19:00
1

Acredito que isso é perfeitamente normal. Mas, em outros casos não seria viável como por exemplo: se eu quiser implementar um comentário do comentário do post eu ficaria sem referência necessitando de outra tabela.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.