1

Não entendi como um comando encontra os valores primos:

for i in range(2,30):
    j = 2
    counter = 0
    while j < i:
        if i % j == 0:
            counter = 1
            j = j + 1
        else:
            j = j + 1

    if counter == 0:
        print(str(i) + " é um número primo")
        counter = 0
    else:
        counter = 0 

Resultado:

2 é um número primo
3 é um número primo
5 é um número primo
7 é um número primo
11 é um número primo
13 é um número primo
17 é um número primo
19 é um número primo
23 é um número primo
29 é um número primo

Existe alguma forma para eu ver o código funcionando passo a passo (ver as váriáveis assumindo os valores) para que eu possa entender como o código se comporta?

Até o número 3 eu acredito que entendi como é feito, mas no número 4 não. Se o j na execução anterior assumiu o valor de 3 o contador não iria mudar e o número 4 seria considerado primo?

  • Sua dúvida é sobre os comandos do Python ou é uma dúvida de matemática sobre o que são números primos? Especificamente sobre o ponto (2): 4%2 resulta em zero (o resto da divisão de 4 por 2 dá 2 com resto 0). – anonimo 11/06 às 13:10

1 Resposta 1

4

Para ver o código funcionando passo a passo, use um debugger 🠔 neste link tem várias opções, escolha um e use (se estiver usando IDE's, como o PyCharm por exemplo: elas já costumam vir com um debugger). Como é um código relativamente pequeno, você também pode fazer o teste de mesa, além de seguir estas dicas.


O que acontece quando i é igual a 4?

  • j recebe o valor 2 e counter recebe o valor 0
  • entra no while j < i
  • if i % j == 0: a operação i % j neste caso é 4 % 2 (o resto da divisão de 4 por 2), que é zero, então entra no if
  • dentro do if, counter recebe o valor 1 e j é incrementado para 3
  • continua executando o while
  • agora i % j é 4 % 3, que é 1, então entra no else, que incrementa j para 4
  • como j e i valem 4, j não é menor que i, então encerra o while
  • counter vale 1 então não entra no if counter == 0. Ele entra no else, que só zera o counter

Basicamente, se o número i não for primo, uma hora vai entrar no primeiro if (pois haverá algum valor de j para o qual o resto da divisão será zero) e mudará o valor de counter para 1 (indicando que não é primo). E depois que o while terminar, não entrará no segundo if e portanto não imprimirá a mensagem de que o número é primo.

E se i for um número primo, nunca entra no primeiro if (pois o resto da divisão nunca será zero), então counter será zero e entrará no segundo if.


Mas sinceramente, o código está meio redundante. Por exemplo, dentro do while, o j sempre é incrementando (tanto dentro do if quanto no else), então na verdade o incremento é algo que sempre é executado, independente do caso. Sendo assim, ele poderia ser executado apenas uma vez, fora do if/else.

No segundo if, a mesma coisa: counter é setado para zero em ambos os casos. Mas nesse caso é mais redundante ainda, porque sempre zeramos o counter antes do while, então zerar o counter ali é desnecessário. E na verdade, como counter é uma variável que indica apenas uma condição "sim" ou "não" (é primo ou não é), ela poderia muito bem ser um booleano.

Enfim, uma alternativa um pouco melhor seria:

for i in range(2, 30):
    j = 2
    primo = True
    while j < i:
        if i % j == 0:
            primo = False
            break
        j = j + 1

    if primo:
        print(f"{i} é um número primo")

Ou ainda:

for i in range(2, 30):
    primo = True
    for j in range(2, i // 2 + 1): # só preciso ir até a metade do número
        if i % j == 0:
            primo = False
            break

    if primo:
        print(f"{i} é um número primo")

Repare que usei break, que serve para interromper o loop (pois se eu já descobri que o número não é primo, não preciso continuar testando, posso parar ali mesmo). Também mudei o nome da variável, pois counter dá a entender que é um contador, mas a variável não está contando nada, ela só serve para indicar se o número é primo ou não. E no segundo exemplo, fiz o loop até a metade de i, pois não precisa ir até i.

Na verdade, dá para fazer assim também:

for i in range(2, 30):
    for j in range(2, i // 2 + 1):
        if i % j == 0:
            break
    else:
        print(f"{i} é um número primo")

Sim, em Python um loop pode ter um bloco else associado, que só é executado se o loop não foi interrompido por um break.

Claro que dá para melhorar mais: com exceção do 2, todos os outros números primos são ímpares, então não preciso testar todos os números; e em vez de ir até a metade do número (como feito no segundo exemplo), posso ir até a raiz quadrada do mesmo que já é suficiente, etc, mas aí já foge um pouco do escopo da pergunta (se pesquisar, vai encontrar muitos algoritmos mais eficientes para determinar se um número é primo).

  • 1
    Muito Obrigada. Sua explicação foi crucial para que eu entendesse o código! – Letícia Araujo 11/06 às 18:46

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.