2

Segue o código que estou estudando:

public interface Node {
    public abstract int eval ();
}

public abstract class Unary implements Node {
    private final Node child;

    public Unary(final Node child) {
        this.child = child;
    }

    public final int eval () {
        return compute(child.eval());
    }
    protected abstract int compute(int c);
}

public abstract class Binary implements Node {
    private final Node left;
    private final Node right;

    public Binary(final Node left, final Node right) {
        this.left = left;
        this.right = right;
    }

    public final int eval() {
        return compute(left.eval(), right.eval());  // minha dúvida aqui, porque left.eval() 
                                                    // ao invés de só left?
    }

    protected abstract int compute(int l, int r);
}

A minha dúvida é, para a classe Binary, no método eval () quando retorna compute(left.eval(), right.eval()), porque as variáveis left e right são seguidas pelo método eval() da interface? visto que os métodos de interface não fazem nada.

2
  • 1
    Eles "não fazem nada" na interface Node. Mas, se você passar um objeto que implementa a interface Node, e cria uma implementação para o método eval, ele retornará (ou deverá retornar) um inteiro. – Gustavo Sampaio 9/06/20 às 20:49
  • Relacionado: pt.stackoverflow.com/q/2913/112052 – hkotsubo 9/06/20 às 20:59

2 Respostas 2

4

Padrão de projeto

Isso tem cara de ser um padrão de projeto, não garanto exatamente qual porque alguns são parecidos e nem sempre são implementados certos (parece com um Strategy). Mesmo que não seja nenhum dos mais conhecidos ainda é um que tem um propósito. Parece usar mais de um design pattern.

Essa forma de abstração permite a flexibilidade de trabalhar com objetos que são nós sem se preocupar com detalhes de como o nós lhe darão a informação sobre eles que um algoritmo precise. A única coisa que você precisa saber sobre os nós é que ele tem um método eval() que te dá a informação necessária.

As implementações concretas de Node terão um código nesse eval() que diz que informação é relevante para identificar o que ele representa, mas o que especificamente é só vendo o código de cada um (estamos vendo duas quase implementações, pelo menos o método está implementado, mas como não são classes concretas ainda não serão nessas classes que serão usados de fato).

Quando chama o método e cada um dos campos do objeto está só pegando essa informação. Só se sabe que ela devolverá um valor inteiro.

E podemos observar que ele será usado em um método que não sabe nada sobre esses nós, ele poderia receber qualquer coisa, e que apenas em classes concretas terá exatamente como deve computar isso.

Interface

O objetivo da interface é justamente dar um contrato, uma forma que um objeto terá se decidir se conformar com ela, então todo mundo que receber um objeto dessa interface poderá fazer aquilo, e só aquilo, que a interface disse que que ele é capaz.

Note que os campos child, left e right são do tipo da interface, podem conter objetos de qualquer tipo que as implemente, ele não liga para o resto do que esse objeto é ou faz, só para o que a interface determinou.

1

O método eval() (que significa evaluate, ou seja, avaliar) da interface Node realmente não faz nada porque é só um contrato. Ele está lá para obrigar quem implementa essa interface a implementar esse método.

Porém as classes Unary e Binary que estão implementando essa interface são abstratas (abstract). Isso quer dizer que elas não são obrigadas a implementar esse método, e delegam essa tarefa para quem for subclasse concreta (não-abstrata) dessas classes.

Então se você tiver class Concreta extends Binary { ... }, por exemplo, ela vai ser obrigada a implementar eval().

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.