5

Olá, estou com o seguinte problema no flutter: atualmente tenho um aplicativo com o plugin flutter_background_geolocation baseado no exemplo que é fornecido pelo plugin. Ao realizar alguns testes e analisar os resultados o meu professor requisitou que eu disparasse duas threads com o plugin e implementasse no lado do servidor uma logica para ler apenas uma por vez(a segunda thread seria uma reserva para caso a primeira falha-se) a logica de envio e recebimento já foi implementada. A questão que me travou foi como implementar uma segunda thread no flutter com isso comecei a pesquisar e cheguei as seguintes perguntas:

1) O uso de promisses seria o bastante pra realizar essa ação? li que não são indicadas para coisas demoradas pois não são threads separadas e sim usam um sistema de event loop parecido com o do node.

2) Encontrei na documentação uma função chamada compute, porém fiquei em duvidas sobre a sua implementação e se ela me atenderia, todos os exemplos que vi dela realizavam ações curtas(poucos segundos) e preciso de algo que vai rodar indefinidamente.

3) Seria o uso de platform channels uma opção? creio q seja a opção mais complicada porém a mais robusta.

4) O uso de uma segunda thread em si é uma boa opção para garantir o envio dos dados? quais seriam outra possíveis soluções?

2
  • 1
    Faça uma analise dos possíveis problemas para ver se realmente é necessário o uso de duas threads... Duas threads rodando, é 2x mais uso dos recursos, é 2x mais uso de processamento. Quais os motivos de uma delas falhar? Como garantir que se uma falhar, a outra também não irá falhar pelo mesmo motivo? Acho mais válido você fazer muito bem um controle em uma única thread do que ter duas com o mesmo propósito. – Matheus Ribeiro 4/06/20 às 11:32
  • Foi o que o professor responsável pelo projeto requisitou, eu já corrigi os erros que faziam falhar mas ele ainda acha necessário – Matheus Lima 4/06/20 às 20:14

1 Resposta 1

1

Programação assíncrona em Flutter é realizada através do Future. Não entendi o porquê de usar dois Future. Se a ideia é que o segundo seja um backup em caso de erro, você pode usar a própria API do Future pra tratar os erros.

No exemplo abaixo, se vc comentar a linha throw 'error'; ele imprime "Ok 1". Se deixar como está, vai imprimir "Ok 2".

 Future<String> primeiraChamada() async {
    throw 'error';
    return Future.delayed(Duration(seconds:1), () => 'ok 1');
  }
  
  Future<String> segundaChamada() async {
    return Future.delayed(Duration(seconds:1), () => 'ok 2');
  }
  
  void fazerChamadaAPI(){
    primeiraChamada()
      .then((result) => print(result))
      .catchError((error) => segundaChamada()
             .then((result) => print(result))
             .catchError((error) => print(error))
      );
  }
  
  fazerChamadaAPI();
  1. Sim. Você usa o tipo Future justamente para isso.

  2. Não precisa. compute só é usado pra iniciar isolates e mesmo nesses casos tem formas melhores de fazer. https://api.dart.dev/stable/2.8.4/dart-isolate/Isolate-class.html

  3. Platform Channels não é para isso. São usados pra criar código nas SDKs nativas quando você não tem uma opção dentro do Flutter. Você pode usar para criar threads, mas fazer em Dart é bem mais fácil e com melhor desempenho.

  4. Foi a primeira dúvida que eu tive ao ler a pergunta. A melhor forma é tratar a resposta da primeira chamada, ou o erro, e ver o que fazer a partir dali (criar outra chamada, agendar pra mandar depois, salvar local, etc)

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.