9

Estou fazendo um sistema de lógistica que aborda a questão de rotas/roteamento. Em que devo escolher a melhor rota para viajar.

Inicialmente estou apenas fazendo alguns testes e testando algoritmos avançados, o que estou fazendo parece ser algo ilógico, mas vai atender minha necessidade.

Vamos lá: Eu tenho um banco de locais cadastrados. Esses locais podem fazer fronteiras com vários outros locais. Para cada localidade é informado a distância em KM.

Com base nos locais cadastrados, o sistema tem uma opção em que o usuário informa dois pontos (origem e destino) e ao final o sistema informa o trajeto para que o veículo chegue ao seu determinado destino considerando o caminho mais curto.

Já tenho alguns cidades, por exemplo, CidadeA, CidadeB, CidadeC, CidadeD, cidadeE.

Por exemplo,

de CidadeA pra cidadeB são 5 km.
de CidadeB para cidadeC são 7 km.
de CidadeC para cidadeE são 22 km.
de CidadeC para cidadeD são 8 km.
e assim como posso ter outras cidades.

E eu escolhi (duas comboboxes) ir da cidadeA pra cidadeB, logo, ele deve me trazer todas as rotas, ou seja, todas as passagens pra chegar até a cidade D do jeito mais "rápido", pela distância, aí ele deve trazer os pontos, assim

CidadeA - > CidadeB
CidadeB - > Cidade C...
e assim sucessivamente.

O usuário informa a origem e o destino, o sistema deve calcular exibindo ponto a ponto por onde deve passar.

Tentei fazer cross joins e analisar, tentei dar for dentro de for até encontrar, mas é algo que parece infinito, mesmo pensando muito fica difícil de montar. Alguém sabe um caminho, algoritmos famosos que façam isso? estou verificando a questão dos algoritmos A*, etc, mas ainda não me ajudaram.

Amigos, eis a estrutura das tabelas: Tabela Localidade e a tabela DistanciaLocalidades.

    use master
go
CREATE DATABASE Rota
go
USE Rota
GO

CREATE TABLE [dbo].[Localidade](
    [cod_cidade] [int] IDENTITY(1,1) NOT NULL,
    [nome] [varchar](50) NULL,
 CONSTRAINT [PK_Localidade] PRIMARY KEY CLUSTERED 
(
    [cod_cidade] ASC
)WITH (PAD_INDEX = OFF, STATISTICS_NORECOMPUTE = OFF, IGNORE_DUP_KEY = OFF, ALLOW_ROW_LOCKS = ON, ALLOW_PAGE_LOCKS = ON) ON [PRIMARY]
) ON [PRIMARY]

GO

SET ANSI_PADDING OFF
GO


CREATE TABLE [dbo].[DistanciaCidades](
    [cod_cidade1] [int] NOT NULL,
    [cod_cidade2] [int] NOT NULL,
    [distancia] [int] NULL,
 CONSTRAINT [PK_DistanciaCidades] PRIMARY KEY CLUSTERED 
(
    [cod_cidade1] ASC,
    [cod_cidade2] ASC
)WITH (PAD_INDEX = OFF, STATISTICS_NORECOMPUTE = OFF, IGNORE_DUP_KEY = OFF, ALLOW_ROW_LOCKS = ON, ALLOW_PAGE_LOCKS = ON) ON [PRIMARY]
) ON [PRIMARY]

GO
  • 1
    Se você lê inglês, recomendo fortemente o artigo da wikipedia sobre o travelling salesman problem. A versão em português não parece tão confiável. – bfavaretto 30/12/14 às 1:42
  • Sua questão parece bem lógica sim, só não entendi os seus "kms", você por acaso está usando uma estrutura no banco de dados de n:m? Eu sei que parece irrelevante perguntar isto, mas a estrutura do banco ao meu ponto de vista parece que deve ser analisada também – Guilherme Nascimento 30/12/14 às 2:59

2 Respostas 2

6

Esse é um problema de caminho mínimo, unidirecional acredito (a distância de A para B é a mesma distância de B para A) e sem pesos negativos (a distância é sempre maior ou igual a zero). Considerando que a distância entre as cidades não muda com frequência (exceto pela abertura de novas estradas, etc) e que cidades não são comumente cadastradas/descadastradas, talvez valha a pena utilizar um algoritmo que calcule os caminhos mais curtos entre todos os pares. Então tudo o que você precisa fazer é consultar o resultado, rapidamente, sem ter que recalculá-lo.

Há diversos algoritmos aplicáveis, cada um com características específicas em relação ao nível de complexidade [assintótica], restrições ao domínio, etc, escolha um que atenda às suas necessidades particulares. Na ausência de requisitos específicos, o algoritmo de Dijkstra parece ser o mais simples e eficiente, ao menos para as aplicações mais comuns.

Minha primeira sugestão é implementar (ou buscar por uma implementação já pronta) fora do banco, na camada de aplicação mesmo. Caso você queira fazer tudo no banco, há uma implementação via stored procedure (MS SQL CLR) que pode ser do seu interesse. No restante dessa resposta, vou descrever em linhas gerais como implementar à mão, não necessariamente da forma melhor ou mais eficiente, ok?

Uma implementação simples consistiria no seguinte: Crie uma tabela temporária, com as colunas (cidade, valor, anterior, visitado). Inicialmente, preencha essa tabela com suas cidades, marcando todas como "não visitadas", o anterior como nulo e o valor como "infinito" (ou simplesmente um número muito grande). Então execute os seguintes passos:

  1. Marque o valor da cidade inicial como zero (pois a distância de A a A é zero);
  2. Enquanto seu destino [ou todas as cidades] ainda não foi visitado, faça:
    1. Selecione a cidade X não visitada com o menor valor;
    2. Selecione todas as cidades Y não visitadas que são adjacentes a ela (i.e. alcançáveis a partir dela);
    3. Some a distância entre X e Y com o valor de X, e compare com o valor de Y; se for menor, atualize o valor de Y e o campo anterior de Y;
    4. Marque a cidade X como "visitada".

Ao final, você terá para cada cidade um valor correspondendo à distância mínima entre A e ela, e um anterior dizendo a partir de qual cidade se chega nela percorrendo aquela distância. Para encontrar o caminho exato, parta de B e vá seguindo o anterior até chegar em A.

  • Boa tarde amigo. Obrigado. Com a estrutura de tabelas que tenho, será que é possível fazer isso desse jeito igualzinho? obrigado como assim selecionar a cidade c? meu destino é a cidade d, como vou conseguir pegar a cidade c? abraçoo – user17245 30/12/14 às 11:50
  • @user17245 Sim, sua tabela DistanciaCidades possui todas as informações relevantes para montar seu grafo: (cod_cidade1, cod_cidade2 e distancia), correspondendo a (vértice 1, vértice 2, peso da aresta). Mas eu sugiro fazer isso fora do banco, e se possível usar uma implementação já pronta, veja a resposta atualizada. P.S. Mudei os nomes de C e D para X e Y, para não confundir com seu exemplo. – mgibsonbr 30/12/14 às 18:44
4

Pelo que entendi, você tem o problema do caminho mais curto e aí cabe usar o algoritmo de Dijkstra pra encontrar a solução ótima em tempo polinomial. Pra implementar, o ideal seria obter a lista de cidade e suas distancias do banco de dados e montar uma estrutura de dados pra rodar o algoritmo e não tentar rodar isso direto no BD.

  • O caminho mais curto nem sempre é o mais rápido , pense num salva-vidas na areia e um afogando à sua diagonal , nadar em linha reta não seria o mais rápido e sim correr pela areia uma linha reta quase na perpendicular do afogado e aí sim nadar. – Motta 30/12/14 às 1:36
  • Pesquise sobre algoritmos genéticos e simulacões de formigas (Dorigo). – Motta 30/12/14 às 1:38
  • No caso da pergunta, as informações que ele possui são cidades e as distâncias (em Km) entre elas. Rapidez para ele é a menor distância percorrida ( ... todas as passagens pra chegar até a cidade D do jeito mais "rápido", pela distância, ...). Eu não entendi exemplo do salva-vidas. – robot_s 30/12/14 às 1:43
  • @Motta Ainda é um caso de caminho mínimo. A diferença é que o peso de se deslocar na água é muito maior que o peso de se deslocar em terra firme. Colocando-se os pesos certos, um algoritmo de caminho mínimo chegaria à mesma estratégia que você sugeriu, se ela fosse mesmo a melhor é claro (se for necessário um deslocamento imenso em terra para se ganhar uns poucos metros em água, aí já não compensa...). – mgibsonbr 30/12/14 às 1:50
  • 1
    Bom, eu não posso comentar na resposta acima. Mas, o algoritmo de Thorup só é "eficiente" para uma variante do problema do caminho mínimo (o que possui os pesos inteiros). Se os pesos forem decimal, o de Dijkstra continua sendo mais eficiente. O custo para montar a estrutura de dados usada no algoritmo de Thorup só vale a pena quando se tem muitos vértices - na apresentação só supera o Dijkstra a partir dos 3 mil vértices. – robot_s 30/12/14 às 2:31

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.