2

Estou pegando as notas que formam as tríades dos acordes maiores. Para isso, criei uma lista com todas as notas possíveis, e de acordo com o acorde digitado eu varro a lista a procura da primeira maior, terça maior e quinta justa, com o seguinte cálculo:

notas = ['C', 'C#', 'D', 'D#', 'E', 'F', 'F#', 'G', 'G#', 'A', 'A#', 'B']
triade = []
acorde = str(input('Acorde desejado: '))
if len(acorde) == 1:  # se for um acorde maior sem sétima
    for i, nota in enumerate(notas):
        if nota == acorde:
            triade.append(nota)  # 1º maior
        elif i == notas.index(acorde) + 4:
            triade.append(nota)  # 3º maior
        elif i == notas.index(acorde) + 7:
            triade.append(nota)  # 5º justa

print(triade)

O problema é que se eu pegar qualquer acorde a partir de F, o cálculo vai passar do limite da lista e vai dar erro. Pra corrigir isso, eu poderia simplesmente repetir os valores dentro dela de novo que daria certo, mas me surgiu uma curiosidade; posso reordenar a lista a partir do acorde digitado?

Ex: Acorde desejado: A

notas = ['A', 'A#', 'B', 'C', 'C#'...]

Eu poderia também por um if caso chegue no i == 11, pra reiniciar a contagem, ou existe um cálculo que possa fazer isso sem uma condicional?

4 Respostas 4

3

Se sua intenção é iterar ciclicamente os índices de uma lista pela direita, ou seja fazer que quando o índice pesquisado exceder o comprimento da lista volte ao início, basta obter o resto da divisão inteira entre o índice e o comprimento da lista usando operador %(Operador Resto):

notas = ['C', 'C#', 'D', 'D#', 'E', 'F', 'F#', 'G', 'G#', 'A', 'A#', 'B']
triade = []
acorde = input('Acorde desejado: ').upper() #o retorno input já uma string
if len(acorde) == 1:  # se for um acorde maior sem sétima
    for i, nota in enumerate(notas):
        if nota == acorde:
            triade.append(nota)  # 1º maior
        elif i == (notas.index(acorde) + 4) % len(notas):
            triade.append(nota)  # 3º maior
        elif i == (notas.index(acorde) + 7) % len(notas):
            triade.append(nota)  # 5º justa

print(triade)

Teste no Repl.it

3

Se você só quer pegar 3 elementos específicos da lista de notas, não precisa fazer um loop por toda a lista. Basta pegar o índice do elemento digitado e a partir dele calcular os demais, e depois você cria outra lista só com esses índices:

if len(acorde) == 1:
    try:
        i = notas.index(acorde)
        triade = [ notas[i], notas[(i + 4) % len(notas)], notas[(i + 7) % len(notas)] ]
    except ValueError:
        print(f'{acorde} não é um acorde válido')

O detalhe é que segundo a documentação o método index lança um ValueError caso o elemento não exista na lista, então incluí essa verificação.

Outro detalhe é que só é preciso chamar index uma vez, e a partir do resultado dele calculamos os demais índices (4 e 7 posições à frente, usando o operador % para voltar ao início da lista se for o caso, conforme a outra resposta já explicou).

Assim fica melhor porque cada chamada de index precisa percorrer a lista novamente, até encontrar o elemento em questão (ou seja, da forma que você tinha feito, a lista é percorrida várias vezes, sem necessidade). Como o elemento é o mesmo durante todo o loop e a lista não é modificada, só precisa chamar index uma vez. E como eu só quero posições específicas a partir deste índice, não precisa percorrer toda a lista até encontrar essas posições: pegue-as diretamente e pronto.

Ao percorrer a lista várias vezes sem necessidade, você está criando uma variação do chamado Shlemiel the painter's algorithm.


A diferença é que nem sempre a ordem da lista triade será a mesma do seu código. Por exemplo, se o acorde digitado for 'A', a outra resposta tem como resultado a lista ['C#', 'E', 'A'], já o código acima tem como resultado a lista ['A', 'C#', 'E'].

Isso porque, como o A está mais próximo do final da lista e as posições seguintes estão no começo, o loop encontra o C# e o E antes.

Se quer manter a mesma ordem do seu loop original, basta ordenar os índices antes de obter a lista:

if len(acorde) == 1:
    try:
        i = notas.index(acorde)
        indices = sorted([ i, (i + 4) % len(notas), (i + 7) % len(notas) ])
        triade = list(map(lambda idx: notas[idx], indices))
    except ValueError:
        print(f'{acorde} não é um acorde válido')

Primeiro eu uso sorted para ordenar os índices (a posição do acorde, e 4 e 7 posições à frente). Depois eu mapeio cada posição para o respectivo elemento da lista de notas.

Em vez de usar map, outra forma de criar a lista triade a partir dos índices é usar uma list comprehension, bem mais sucinta e pythônica:

if len(acorde) == 1:
    try:
        i = notas.index(acorde)
        indices = sorted([ i, (i + 4) % len(notas), (i + 7) % len(notas) ])
        triade = [ notas[idx] for idx in indices ] # usar list comprehension em vez de list(map(etc...))
    except ValueError:
        print(f'{acorde} não é um acorde válido')
2

Pensei numa solução bastante simples, consistente na criação de uma nova lista, com a reordenação das notas a partir do acorde informado pelo usuário, por meio do fatiamento da lista original:

notas = ['C', 'C#', 'D', 'D#', 'E', 'F', 'F#', 'G', 'G#', 'A', 'A#', 'B']
triade = []
acorde = str(input('Acorde desejado: '))
if len(acorde) == 1:  # se for um acorde maior sem sétima
    notas_ordenadas = notas[notas.index(acorde):] + notas[:notas.index(acorde)] # reordena as notas a partir do acorde escolhido
    triade = [notas_ordenadas[0], notas_ordenadas[4], notas_ordenadas[7]]

print(triade)
1

No início da pergunta, nos foi passada uma lista, chamada de notas, ou seja...

notas = ['C', 'C#', 'D', 'D#', 'E', 'F', 'F#', 'G', 'G#', 'A', 'A#', 'B']

Esta lista nada mais é do que a escala cromática de . Nesta situação não temos modos (modo maior ou menor).

Como é evidente, nesta lista, além das notas naturais (C, D, E, F, G, A, B), temos também as notas acidentadas (C#, D#, F#, G#, A#), que também podemos chamar de notas sustenizadas.

Estas notas, não estão dentro da lista por acaso. Pois, elas também podem formar acordes. Neste caso, são os acordes sustenidos.

No caso de formação de acordes, existem vários tipos de formação. Para fins de agilidade, neste post, vou me deter apenas a quatro tipos, que são; acorde maior, acorde sustenido maior, acorde menor e acorde sustenido menor.

Pelo que percebi, o autor da pergunta está precisando de um programa que forme os acordes básicos (maior, sustenido maior, menor e sustenido menor).

Diante dessas observações desenvolvi o seguinte programa:

# Este programa forma acordes maiores, sustenidos maiores, menores e sustenidos menores.

# Cabeçalho do programa:
print('=' * 40)
print(f'\033[34m{"Formação de acordes":^40}\n')
print(f'{f"C C# D D# E F F# G G# A A# B":^40}\033[m')
print('=' * 40)

# Iniciando o loop:
while True:
    notas = ['C', 'C#', 'D', 'D#', 'E', 'F', 'F#', 'G', 'G#', 'A', 'A#', 'B']

    # Capturando e tratando a nota base (baixo) do acorde:
    baixo = input('Digite o baixo do acorde: ')
    while baixo not in notas:
        print('\033[31mValor INVÁLIDO!\033[m')
        baixo = input('Digite o baixo do acorde: ')

    # Capturando e tratando o modo do acorde:
    modo = input('Qual é o modo do acorde? [M/m] ')
    while (len(modo) != 1) or (modo not in 'Mm'):
        print('\033[31mValor INVÁLIDO!\033[m')
        modo = input('Qual é o modo do acorde? [M/m] ')

    # Montando e exibindo os acordes:
    i = notas.index(baixo)
    x = len(notas)
    primeira = notas[i]
    quinta = notas[(i + 7) % x]

    # Formação de acordes maiores:
    if modo == 'M':
        tercaM = notas[(i + 4) % x]
        print(f'\033[32mO acorde de {baixo}M é: ({primeira}, {tercaM}, {quinta})\033[m')
    # Formação de acordes menores:
    else:
        tercam = notas[(i + 3) % x]
        print(f'\033[32mO acorde de {baixo}m é: ({primeira}, {tercam}, {quinta})\033[m')

    resp = input('Desejas continuar? [S/N] ').upper()
    while (len(resp) != 1) or (resp not in 'SN'):
        print('\033[31mValor INVÁLIDO!\033[m')
        resp = input('Desejas continuar? [S/N] ').upper()
    if resp == 'N':
        break

Veja o funcionamento do programa no repl.it.

Neste programa, como é possível notar, foi implementado um cabeçalho. Este, por sua vez, tem como finalidade exibir todas as notas que poderão participar da formação de acordes.

Depois foi implementado o bloco de captura e tratamento de dados. Com este bloco restringimos os valores a apenas strings, cujo comprimento máximo seja de apenas dois caracteres.

Por que isso?

Porque, como disse antes, os acordes formados poderão ser da forma normal ou da forma sustenizada.

Os acordes normais serão designados por apenas uma letra. Já os acordes sustenizados, serão designados por dois caracteres, ou seja, uma letra mais o carácter #. Além disso, se não limitasse a dois caracteres, e digitasse três ou mais caracteres neste input, o programa iria utilizar o último carácter.

Pode-se notar também, que neste bloco só será permitida a digitação dos caracteres que poderão definir um acorde.

No bloco de tratamento e exceções, restringir os valores que poderão ser digitados apenas duas letras, que são; M e m. Essas letras servem para designar os modos dos acordes, onde M associa a maior e m associa a menor.

Em seguida há a formação dos acordes com suas respectivas regras.

Observe que cada acorde possui a sua lei de formação.

E finalmente, os acordes poderão ser exibidos.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.