0

Estou tentando entender o conceito de cada e suas diferenças. Quero entender em quais situações utilizar um ou outro.

1 Resposta 1

4

Em geral os 3 são usados para conter elementos (objetos) diversos (pode ser do mesmo tipo ou não, depende da linguagem e forma de uso deles) e o acesso aos elementos são feitos através de um índice. Podemos dizer que ele é um objeto que tem outros objetos dentro dele. Então se uma variável é um desses objetos então você acessa o que quer de verdade através de duas partes:

  • a variável que tem o container;
  • a variável que tem o objeto que realmente quer, e essa parte é acessada pelo índice.

A lista é um pouco mais difícil responder porque depende de como ela é implementada, não existe uma única forma de lista. É comum que uma lista seja só um array um pouco mais flexível, mas pode ser uma lista ligada, que muda bastante a forma de acessar cada elemento. Vou pegar a forma mais simples e próxima dos outros.

Array e lista já foram respondidos em O que é na verdade o array?. Em resumo a lista é o array que pode aumentar de tamanho.

O dicionário tem por diferença principal e visível que o índice pode não ser um número e pode não ser sequencial, então até costumamos falar que ele é uma chave em vez de índice. A chave mais comum que é usada é a string.

variavel["chave"]

Algumas linguagem pode ter syntax sugar mas ainda é um dicionário com um índice sendo uma string:

varivavel.chave

Mas dependendo de como a linguagem implementou isso pode não ser exatamente um dicionário.

Uma das consequências mais óbvias é que os dados não são armazenados na ordem que eles são colocados e sim na ordem da chave, então a estrutura interna é bem diferente. Já vi implementação que na verdade não há ordem alguma (não sei se isso realmente pode ser chamado de dicionário, ninguém responde sobre isso, me parece mais um mapa ou outro termo).

Sem considerar outros tipos de lista os 3 tem complexidade de espaço e tempo de acesso aos elementos constante (O(1)) ou pelo menos logarítmico (O(log n)).

Em geral o array deve ser usado em primeiro lugar, mas depende da linguagem. Algumas linguagens a lista é tão simples e eficiente, e mais abstrata que ela é preferida e só se tiver um motivo muito forte deve escolher um array. Algumas linguagens quase obriga o uso de array em muitos casos (em geral por erro da linguagem/biblioteca). Mas no geral se você não precisa crescer o tamanho do array não deveria usar a lista. Reforço que isso não serve para muita coisa sem considerar a filosofia da linguagem.

O dicionário sempre é um pouco pior então só deve ser usado se for muito importante, e geralmente quando você não pode usar um índice numérico sequencial, precisa de outra forma, precisa da organização das chaves.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.