3

Quando faço um upcasting, o objeto 1 será convertido para o seu supertipo e é criado um objeto 2

Quando o objeto 1 é instanciado antes de fazer o upcasting, possui atributos que não existem na superclasse, ao criar o objeto 2, por meio do upcasting, vou ter nesse objeto 2 apenas os atributos da superclasse.

Na memória, ao criar esse objeto 2, no heap é realocado todos os componentes do objeto 1, e uma referencia para a cópia" é criada e um tipo referencia objeto 2 é feito, dessa forma, tudo que tinha no objeto 1 tem no heap no objeto 2, mas só consigo acessar a parte comum?

Quando existe sobreposição de métodos da superclasse e na subclasse, como o compilador consegue saber qual usar, quando existe esse upcasting? Imagino que o método que deveria valer seria o da superclasse

0

2 Respostas 2

3

Upcasting|, pelo menos nessa situação, é apenas uma reinterpretação feita pelo compilador, ele passa entender o que acessar, sem mexer nada no objeto. É possível ter uma cópia do objeto por alguma operação, mas não pelo casting. A cópia manterá o mesmo objeto, não haverá perda de dados, e os dados da classe filha poderão ser acessados desde que se faça um downcasting no objeto.

Sobreposição é um termo ambíguo. Se um método for virtual e a classe filha sizer um override nele então é esse método que será executado sempre, desde que o objeto seja da classe filha.

Se o método não for virtual então o método a ser executado é o método do tipo que está interpretando, mesmo que o objeto seja da classe filha, se está interpretando como a mãe o método a ser usado será o da mãe.

É possível escrever um código demonstrando tudo isso:

using static System.Console;

public class Program {
    public static void Main() {
        var filha = new Filha();
        filha.y = 1;
        var mae = (Mae)filha;
        var filha2 = (Filha)mae;
        WriteLine(filha2.y);
        mae.Virtual();
        mae.Real();
        filha2.Virtual();
        filha2.Real();
    }
}

class Mae {
    public virtual void Virtual() => WriteLine("Mãe");
    public void Real() => WriteLine("Mãe");
}
class Filha : Mae {
    public int y;
    public override void Virtual() => WriteLine("Filha");
    public new void Real() => WriteLine("Filha");
}

Veja funcionando no ideone. E no .NET Fiddle. Também coloquei no GitHub para referência futura.

1

Acho que tem um exemplo que consegui compreender melhor a parte de sobreposição. Existe uma superclasse figuras geométricas, dentro dessa superclasse tenho um método de calculo de área. Dessa superclasse, vão ser criadas subclasses, classe retângulo, classe triangulo e etc, cada uma com seu método de calculo de área com o modificador override. Quando crio uma figura geométrica

Triangulo triangulo = new Triangulo();
Quadrado quadrado = new Quadrado();
FiguraGeometrica figuraGenerica = new FiguraGeometrica();
FiguraGeometrica figuraGeometrica1 = (FiguraGeometrica)triangulo;
FiguraGeometrica figuraGeometrica2 = (FiguraGeometrica)quadrado;

O método de calculo de calculo de área do triangulo está em figuraGeometrica1, pois esse foi sobreposto ao método presente mas não está em figuraGeometrica2, uma vez que o metodo sobreposto nela é o do quadrado. Já em figuraGenerica o metodo de calculo de area é o metodo da superclasse.

Na questão de memoria, quando existe a operação de casting, down ou up, não são feitas alterações no objeto, uma referencia, um ponteiro, novo é criado apontando para o mesmo objeto e o compilador interpreta apenas aquilo que é presente na superclasse, ou seja, tudo que tinha no objeto da subclasse ainda existe, não é feita copia, apenas um novo ponteiro no stack é adicionado apontando para o mesmo objeto, dessa forma, o compilador consegue acessar os campos presentes apenas na superclasse, mas todas as outras informações estão presentes ainda.

Por exemplo, dentro da classe Quadrado existe um atributo que é valor da diagonal, mas esse atributo não existe na superclasse:

FiguraGeometrica figuraGeometrica2 = (FiguraGeometrica)quadrado;

no upcasting, uma referencia figuraGeometrica2 é criada e aponta para o quadrado que está no Heap.

Ao realizar um downcasting

Quadrado quadrado2 = (Quadrado)FiguraGeometrica2;

um novo ponteiro é feito, e ele aponta para o mesmo lugar, so que agora o compilador é capaz de acessar o atributo da diagonal, que não foi apagado, estava lá o tempo todo, na mesma referencia.

Em resumo, os métodos quando se realiza casting são os métodos da própria classe, a menos que uma sobreposição tenha sido feita. Os atributos não desaparecem, ficam na mesma referencia só não podem mais ser acessados.

Acredito que seja isso !!!

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.