5

Até onde eu sei isso importa todas as classes e funções de um certo arquivo sem precisar referenciá-lo no código, certo? Porém estou começando achar que from modulo import * não significa isso.

Eu estava estudando a biblioteca tkinter e me deparei com a seguinte situação:

from tkinter import *
from tkinter import colorchooser

Se no primeiro import já usou o *, por que precisaria importar o colorchooser de novo? Na verdade aparentemente o colorchooser nem foi importado.

Se eu tentar usar o colorchooser sem usar a segunda linha ele simplesmente diz que não está definido. Por que precisa importar duas vezes o colorchooser?

2 Respostas 2

6

Você não importa duas vezes. O uso do asterisco não significa necessariamente que você irá importar todas as classes, funções ou variáveis disponíveis dentro de um módulo. Aí temos dois casos...

  1. Não foi definida a variável __all__ em arquivo __init__.py, daí o Python carregará tudo o que estiver definido lá dentro (o que não pode ser o melhor dos comportamentos), ou

  2. Importar tudo aquilo que é considerado necessário e que foi definido dentro de __all__, o que te dá muito mais controle sobre o que está sendo carregado.

Por exemplo você tem um módulo chamado modulo e no diretório dele há dois arquivos, um contendo as classes, o somas.py:

class Media:
    ...

class Soma:
    ...

E o outro o __init__.py que, inclusive, assinala que este diretório é um módulo:

__all__ = ("Media",)

from .somas import Media, Soma

Neste cenário se você fizer:

>>> from modulo import *
>>> a = Media()
>>> b = Soma()
Traceback (most recent call last):
  File "<stdin>", line 1, in <module>
NameError: name 'Soma' is not defined

Você não consegue usar a classe Soma pois apenas Media foi carregada automaticamente.

Sendo necessário fazer a carga dela manualmente (neste caso somente da classe Soma):

>>> from teste import Soma
>>> b = Soma()

Ou, dependendo do caso, acrescentando-a dentro de __all__.

  • Não sei se entendi direito, então quando se faz um import de uma biblioteca, ao usar o *, ele importa tudo que estiver no arquivo init.py dessa pasta? então o tkinter não seria um arquivo "tkinter.py" mas uma pasta? – Cachorro_louco 19/03 às 1:15
  • O asterisco no caso que estamos falando, vai importar o __init__.py do pacote (pasta) tkinter se ele existir. Mas o asterisco por si só, importa os dados apenas do módulo especificado, como eu disse na minha resposta pt.stackoverflow.com/a/440593/157404 – JeanExtreme002 19/03 às 1:29
5

Utilizar o asterisco (*) irá sim importar todos os dados (variáveis, funções e classes) do módulo que você especificou no from, não tendo outra finalidade.

O que acontece, é que ao fazer from tkinter import *, você está importando do pacote tkinter o arquivo __init__.py. E diferentemente do que você pensa, o colorchooser não está dentro do arquivo que você importa, pois ele é um outro módulo dentro do pacote.

Logo, se você apenas realizar a primeira importação, você não poderá acessar o colorchooser e consequentemente será gerado um NameError.

from tkinter import *             # Aqui você importa tudo do __init__.py
from tkinter import colorchooser  # Aqui você importa o módulo colorchooser.py do pacote

Você pode comprovar que o colorchooser é um módulo utilizando a função help.

>>> help(colorchooser)
Help on module tkinter.colorchooser in tkinter:

NAME
    tkinter.colorchooser
...

Veja aqui o conteúdo do pacote. Você também pode ver o conteúdo indo para o diretório <python_path>/lib/tkinter ou executando help(tkinter) para olhar a documentação.

  • Neste caso, se o init.py n existisse. ele importaria tudo da pasta tkinter? – Cachorro_louco 19/03 às 1:34
  • Não, apenas importaria o pacote com suas informações. Você mesmo pode fazer esse teste criando seu próprio pacote e colocando ou não o arquivo __init__ para ver no que resulta. – JeanExtreme002 19/03 às 1:40
  • So mais uma duvida, se tiver um pacote e dentro desse pacote tiver uma pasta. Ao importar ele usando asteristo essa pasta seria importada tbm? – Cachorro_louco 19/03 às 1:44
  • Não. Vamos dizer que há a pasta modulo2 dentro de modulo1. Nesse caso a importação para obter somente os dados do modulo2 seria from modulo1.modulo2 import *. A não ser é claro que você já fizesse um importação com o __all__ dentro do modulo1. – JeanExtreme002 19/03 às 1:46
  • 2
    Seria legala crescentar na resposta que a recomendação é nunca usar from x import *: isso dificulta a manutençao (você não sabe de onde uma variável u função se originou), e atrapalalha inclusive as funcionalidades de auto-complete das IDEs - além de ter uma chance grande de conflito de nomes. O ideal é ou importar todos os nomes explicitamente, ou importar o módulo, possivelmente com um nome encurtado - e usar sempre o prefixo. Por exemplo: import tkinter as tk; button=tk.Button(...) – jsbueno 19/03 às 14:25

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.