8

Em JavaScript, temos o Promise.all, que resolve um array de promessas em uma única Promise. Esse processo é aparentemente paralelo, já que as promessas são resolvidas ao mesmo tempo, e não de forma linear.

Além do Promise.all, outras funções como Promise.allSettled e Promise.race também possuem um comportamento similar de executar as promessas "ao mesmo tempo", resolvendo em uma só Promise.

Mas isso realmente é um tipo de paralelismo no JavaScript? Como isso realmente funciona?


Um exemplo que compara as promessas resolvendo-se de forma linear e paralela, respectivamente:

// Irá demorar 500ms para dobrar o número.
const double = (num) => new Promise((resolve) =>
  setTimeout(() => resolve(num * 2), 500)
);

(async () => {
  const doubles = [];
  
  const start = Date.now();
  for (let i = 1; i <= 5; i++) {
    doubles.push(await double(i));
  }
  
  console.log(doubles);
  console.log(`Finished in ${Date.now() - start}ms.`);
})();

const double = (num) => new Promise((resolve) =>
  setTimeout(() => resolve(num * 2), 500)
);

(async () => {
  const nums = Array.from({ length: 10 }).map((_, i) => i + 1);
  
  const start = Date.now();
  const doubles = await Promise.all(nums.map(double));
  
  console.log(doubles);
  console.log(`Finished in ${Date.now() - start}ms.`);
})();

1
  • 2
    O JavaScript não é multithread, sendo assim, não tem como ocorrer o paralelismo (que é a execução simultânea). O que acontece é que os códigos são executados alternadamente, enquanto é esperado a execução do callback do setTimeout outras coisas podem ser executadas. O 1° await diz que o retorno da função deve ser aguardado para então continuar o loop, enquanto o 2° cria as promessas e depois aplica a espera, ou seja, no 1° cria e espera o retorna de cada promessa antes de ir pra próxima, no outro, a espera é aplicada depois que todas promessas são iniciadas e já estão esperando – Costamilam 1/03/20 às 4:08

1 Resposta 1

5

Na verdade, o paralelismo (ou inexistência dele) reside nas promises em si, não no Promise.all(). O trabalho de uma promise começa quando ela é criada, o que Promise.all(doubles) faz é criar uma promise que finaliza sua execução assim que todas as promises recebidas (doubles) foram finalizadas.

No primeiro trecho de código você chama

doubles.push(await double(i))

dentro do loop, obrigando cada ciclo esperar a resolução da promise, mas não precisa fazer isso; poderia chamar

doubles.push(double(i))

permitindo que double() comece a executar assincronamente, quiçá de forma concorrente; e depois fazer await na promise criada com Promise.all(doubles).

Uma das grandes vantagens de usar Promise.all() é receber uma exceção mais cedo se alguma promise falhar, além de esperar no máximo o tempo da promise mais demorada dentro de doubles.

O Node.js possui um thread pool interno para que operações assíncronas bloqueantes possam correr em paralelo. Mas esse pool está fora do alcance do código Javascript. Promises e operações assíncronas que sejam implementadas em Javascript puro (sem invocar um módulo escrito em C++ que poderia fazer uso da thread pool) não poderão executar de forma concorrente.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.