4

Estou precisando fazer um relatório a partir de uma consulta ao banco de dados. O problema é que a consulta retorna mais de 1000 expressões e apresenta o seguinte erro:

ORA-01795: o número máximo de expressões em uma lista é de 1000.

Segue a query:

        string idsAcoes = string.Join(",\n", listaAcoes.Select(a => a.IdAcao));

        var sql = "SELECT l.LOGM_CD_USUA_OPERACAO, "
                + "  l.LOGM_IN_OPERACAO, "
                + "  l.LOGM_DT_OPERACAO, "
                + "  l.LOGM_TX_DADO_INICIAL, "
                + "  l.LOGM_TX_DADO_FINAL "
                + "FROM LOG_GESTAO_MUDANCA l, ACAO_MUDANCA am "
                + "WHERE l.LOGM_DS_OPERACAO = 'AcaoMudanca' "
                + "  AND l.LOGM_TX_DADO_FINAL LIKE '<AcaoMudanca>%<Id>'||am.ACMU_SQ_ACAO_MDNC||'</Id>%<DataPrazo>%' "
                + "  AND am.ACMU_SQ_ACAO_MDNC IN (" + idsAcoes + ") ";

        resultado = _session
             .CreateSQLQuery(sql)
             .List<dynamic>();

3 Respostas 3

5
  1. Crie uma tabela temporária para conter os IDs desejados;
  2. Modifique sua query para referenciar a tabela temporária.

Exemplo:

CREATE PRIVATE TEMPORARY TABLE ora$ptt_t_IDS (
    ID         NUMBER
);

Declaração WHERE modificada:

[...] AND am.ACMU_SQ_ACAO_MDNC IN (SELECT ID FROM ora$ptt_t_IDS);

Referência:
Private Temporary Tables in Oracle Database 18c
https://oracle-base.com/articles/18c/private-temporary-tables-18c

  • Existe alguma outra solução em que não seja necessário criar essa tabela temporária? Pois imagino que teria que criar em todos os ambientes (teste, desenvolvimento, homologação e produção) – GabrielGC 28/02 às 14:42
  • 2
    @GabrielGC talvez se seu código for modificado para consultar diretamente as fontes relevantes do conteúdo que, no lado C#, sofrem string.join(); a limitação de 1000 parâmetros, porém, é real e não modificável. Outra possibilidade é a geração da lista via UNION (IN (1..1000) UNION (1001..2000) UNION [...]), mas esta solução é tão subpar que só menciono como exercício mental. – OnoSendai 28/02 às 15:14
1

Se você criar um parâmetro do tipo CLOB e atribuir sua lista como sendo o valor deste parâmetro, você pode dividir esta lista em tempo de execução, através de uns truques com CONNECT BY e não haverá a necessidade de criar uma tabela temporária...

Exemplo:

SELECT TO_NUMBER(RPAD(lst.nro, INSTR(lst.nro || ',', ',') - 1)) valor
  FROM (SELECT SUBSTR(:p_acoes, INSTR(',' || :p_acoes, ',', 1, ROWNUM)) nro
          FROM dual
       CONNECT BY ROWNUM <= LENGTH(:p_acoes) - NVL(LENGTH(REPLACE(:p_acoes, ',')), 0) + 1) lst

Depois você colocar no seu IN essa query...

SELECT l.logm_cd_usua_operacao,
       l.logm_in_operacao,
       l.logm_dt_operacao,
       l.logm_tx_dado_inicial,
       l.logm_tx_dado_final
  FROM log_gestao_mudanca l, acao_mudanca am
 WHERE l.logm_ds_operacao = 'AcaoMudanca'
   AND l.logm_tx_dado_final LIKE
       '<AcaoMudanca>%<Id>' || am.acmu_sq_acao_mdnc || '</Id>%<DataPrazo>%'
   AND am.acmu_sq_acao_mdnc IN (SELECT TO_NUMBER(RPAD(lst.nro, INSTR(lst.nro || ',', ',') - 1)) valor
                                  FROM (SELECT SUBSTR(:p_acoes, INSTR(',' || :p_acoes, ',', 1, ROWNUM)) nro
                                          FROM dual
                                       CONNECT BY ROWNUM <= LENGTH(:p_acoes) - NVL(LENGTH(REPLACE(:p_acoes, ',')), 0) + 1) lst)
  • Vou testar essa solução e dou o retorno.. – GabrielGC 28/02 às 18:25
  • Pesquisando sobre, eu percebi que o mais indicado nessa situação é criar uma tabela temporária. Em questão de performance sabe me falar se tem um diferença significativa? – GabrielGC 28/02 às 18:27
  • Depende de como você vai popular essa tabela temporária... Teria que testar. Além do mais, com tabela temporária você irá precisar ter uma transação. O que não é realmente necessário, já que você está fazendo apenas uma consulta. Pensando um pouco em segurança, esse exemplo poderia ser executada por um usuário que tem somente acesso à leitura. – Bruno Warmling 28/02 às 19:42
  • @BrunoWarmling Existem 2 problemas - não com sua abordagem, mas com a implementação dos drivers para .NET (System.Data.OracleClient e Oracle.DataAccess). Payloads grandes geram ORA-06550/PLS-00172. O primeiro é o limite do parser (4kb) em queries, ou o limite em stored procedures (32kb). Referência: stackoverflow.com/questions/3557995/… – OnoSendai 2/03 às 15:42
  • 1
    @BrunoWarmling exato - e o autor da pergunta especificou a tag C# em sua pergunta, por isso o comentário. – OnoSendai 2/03 às 17:56
-2

Engane o Oracle.

Você pode pegar de mil em mil e juntar os vários INs com ORs, já que o Oracle não deixa pegar mais de mil,

const int qtde = 1000;

var sql = "SELECT l.LOGM_CD_USUA_OPERACAO, "
        + "  l.LOGM_IN_OPERACAO, "
        + "  l.LOGM_DT_OPERACAO, "
        + "  l.LOGM_TX_DADO_INICIAL, "
        + "  l.LOGM_TX_DADO_FINAL "
        + "FROM LOG_GESTAO_MUDANCA l, ACAO_MUDANCA am "
        + "WHERE l.LOGM_DS_OPERACAO = 'AcaoMudanca' "
        + "  AND l.LOGM_TX_DADO_FINAL LIKE '<AcaoMudanca>%<Id>'||am.ACMU_SQ_ACAO_MDNC||'</Id>%<DataPrazo>%' "
        + "  AND ( ";

string or = string.Empty;
for (int i = 0; i < listaAcoes.Count; i += qtde)
{
    var milItens = listaAcoes.Select(s => s.IdAcao).Skip(i).Take(qtde);
    string separadosPorVirgula = string.Join(',', milItens);
    sql += or + "am.ACMU_SQ_ACAO_MDNC IN (" + separadosPorVirgula + ")";
    or = " OR ";
}

sql += " )";

resultado = _session
     .CreateSQLQuery(sql)
     .List<dynamic>();

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.