1

Eu preciso fazer um programa em C que lê um arquivo externo com caracteres dentro e verifica se o código dos caracteres está entre os códigos >32 e <126 da tabela ASCII. Se estiver entre o código 32 e 126 eu retorno "Contém na tabela"+caractere Se não estiver entre esse espaço de código eu retorno "Não contém na tabela"+caractere. Eu fiz dessa forma, mas o "else" está retornando caracteres diferentes do que digito.

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

int main(void)
{
  FILE *pont_arq;

  int c=0;
  char palavra[20];

  pont_arq = fopen("arquivo.txt", "rt");

do
{
    c = getc(pont_arq);

    if (c >= 32 && c <= 126){
        printf(" | %c %i contem na tabela", c, c);
    }else
    {
        printf("\n\n %i nao contem na tabela ", c, c);
    }

} while (c != EOF);

  fclose(pont_arq);

return(0);
}
5
  • Eu entendo o modo de abertura r, r+ e rb, agora o que é o modo de abertura rt usado ali pelo fopen? 21/02/20 às 18:49
  • 1
    @JeffersonQuesado algumas implementações consideram caracteres diferentes dos padronizados. Neste caso, o "t" simbolizaria um arquivo de texto (que obviamente deve existir). No z/OS da IBM esse recurso está disponível.
    – José
    21/02/20 às 21:11
  • Mostre um exemplo, de preferência pequeno, de um trecho da entrada, e também da saída, que contenha "caracteres diferentes do que digito". Note que no printf do else você informa apenas o formato pra uma variável mas na função informa duas variáveis.
    – anonimo
    22/02/20 às 15:44
  • A entrada coloquei "hjç" (sem aspas), nesse caso a saída foi: "h 104 contém na tabela | j 106 contém na tabela | 195 não contém na tabela | 167 não contém na tabela | -1 não contém na tabela". Mas a saída deveria ter sido apenas "h 104 contém na tabela | j 106 contém na tabela | ç 135 não contém na tabela".
    – Samara
    28/02/20 às 12:37
  • A tabela ASCII padrão define apenas os caracteres de 0 a 127. Ela não contempla caracteres acentuados e especiais, no caso seu ç. Talvez você deva trabalhar com a codificação de caracteres UTF-8 (preferencialmente) ou ainda a Latin1 (ISO/IEC 8859-1) para tratar de caracteres não representados na tabela ASCII.
    – anonimo
    3/03/20 às 13:03
1

O problema é que você lê o final de arquivo (EOF), testa se o caracter está dentro da tabela ou não, e só depois testa de deve terminar o loop (c != EOF). Não faria sentido testar mais nada, se você já chegou ao final do arquivo.

Quando você lê o EOF, que significa final de arquivo, não deve processar mais nada, deve sair imediatamente, pois você já chegou ao final de arquivo. Por acaso, o EOF vale -1, e é por isso que você está recebendo este output.

Basta colocar o teste em seu código da seguinte forma:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

int main(void)
{
  FILE *pont_arq;

  int c=0;
  char palavra[20];

  pont_arq = fopen("arquivo.txt", "rt");

  do
  {
    c = getc(pont_arq);

    if(c != EOF) {
      if (c >= 32 && c <= 126){
          printf(" | %c %i contem na tabela", c, c);
      } else {
          printf("\n\n %i nao contem na tabela ", c, c);
      }
    }
  } while (c != EOF);

  fclose(pont_arq);

  return(0);
}

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.