101
  • A 1ª Imagem utilizo o charset=iso-8859-1

exemplo com charset=iso-8859-1

  • Nesta 2ª imagem utilizo o utf8

exemplo com charset=utf-8

Tenho um sistema de notícias em que é possível colar html ou texto de outras páginas. Na página em que as noticias são apresentadas utilizo o charset=iso-8859-1 por causa da acentuação mas ao utilizar este charset os menus e restantes títulos ficam alterados devido à acentuçao.

Precisava da vossa ajuda para saber se é possivel ter dois metas charset na mesma página ou numa parte da página ou outra forma de contornar a situção.

Para além disso tenho dois ficheiros de conexao:

global $databases;
$databases = array( 
    'local' => array
    (
            'host'=>'localhost',
            'port'=>3306,
            'dbname'=>'noticiass',
            'user'=>'root',
            'password'=>''
    )
);

mysql.php

Class mysql
{

    public $query;
    public $data;
    public $result;
    public $rows;   
    public $page = 0;
    public $perpage = 10;
    public $current = 1;
    public $url;
    public $link = '';
    public $total = '';
    public $pagination = false;

    protected $config;
    protected $host;
    protected $port;
    protected $user;
    protected $pass;
    protected $dbname;
    protected $con;



    public function __construct()
    {
        try
        {
            #array com dados do banco
            include 'database.conf.php';
            global $databases;
            $this->config = $databases['local'];
            # Recupera os dados de conexao do config
            $this->dbname = $this->config['dbname'];
            $this->host = $this->config['host'];
            $this->port = $this->config['port'];
            $this->user = $this->config['user'];
            $this->pass = $this->config['password'];
            # instancia e retorna objeto
            $this->con = mysql_connect( "$this->host", "$this->user", "$this->pass" );
            mysql_select_db( "$this->dbname" );
            if ( !$this->con )
            {
                throw new Exception( "Falha na conexão MySql com o banco [$this->dbname] em database.conf.php" );
            }
            else
            {
                return $this->con;
            }
            $this->url = $_SERVER['SCRIPT_NAME'];
        }
        catch ( Exception $e )
        {
            echo $e->getMessage();
            exit;
        }
        return $this;
    }

    public function query( $query = '' )
    {
        try
        {
            if ( $query == '' )
            {
                throw new Exception( 'mysql query: A query deve ser informada como parâmetro do método.' );
            }
            else
            {
                $this->query = $query;
                if($this->pagination == true){  
                    $this->result = mysql_query( $this->query );
                    $this->fetchAll();
                    $this->paginateLink();
                    $this->query .= " LIMIT $this->page, $this->perpage";
                    $this->pagination = false;

                }
                $this->result = mysql_query( $this->query );
            }
        }
        catch ( Exception $e )
        {
            echo $e->getMessage();
            exit;
        }
        return $this;
    }

    public function fetchAll()
    {
        $this->data = "";
        $this->rows = 0;
        while ( $row = mysql_fetch_array( $this->result, MYSQL_ASSOC ) )
        {
            $this->data[] = $row;
        }
        if ( isset( $this->data[0] ) )
        {
            $this->rows = count( $this->data );
        }
        return $this->data;
    }

    public function rowCount()
    {
        return @mysql_affected_rows();
    }    

    public function getUrl($perpage)
    {
        $this->url = $_SERVER['REQUEST_URI'];
        return $this;
    }   
    public function paginate($perpage)
    {
        $this->pagination = true;
        $this->perpage = $perpage;
        return $this;
    }
    public function paginateLink()
    {   
        if(!preg_match('/\?/',$this->url))
        {
            $this->url .= "?";
        }else{
            $this->url .= "&";
        }
        if ( isset( $_GET['page'] ) )
        {
            $this->current = $_GET['page'];
            $this->page = $this->perpage * $_GET['page'] - $this->perpage;
            if ( $_GET['page'] == 1 )
            {
                $this->page = 0;
            }
        }
        $this->total = $this->rows;
        if ( $this->rows > $this->perpage )
        {                           
            $this->link = "<div class=\"pagination\"><ul>";
            $prox = "javascript:;";
            $ant = "javascript:;";
            if ( $this->current >= 2 )
            {
                $ant = $this->url."page=" . ($this->current - 1);
            }
            if ( $this->current >= 1 && $this->current < ($this->total / $this->perpage))
            {
                $prox = $this->url."page=" . ($this->current + 1);
            }
            $this->link .= '<li><a href="' . $ant . '">&laquo;</a></li>';
            $from = round( $this->total / $this->perpage );
            if($from == 1){$from++;}

            for ( $i = 1; $i <= $from ; $i++ )
            {
                if ( $this->current == $i )
                {
                    $this->link .= "<li class=\"active\"><a>$i</a></li>\n";
                }
                else
                {
                    $this->link .= "<li><a href=\"".$this->url."page=$i\">$i</a></li>\n";
                }
            }
            $this->link .= '<li><a href="' . $prox . '">&raquo;</a></li>';
            $this->link .= "</ul>\n";
            $this->link .= "</div>\n";
        }   
        return $this;
    }

    public function cut($str,$chars,$info=  '')
    {
        if ( strlen( $str ) >= $chars )
        {
            $str = preg_replace( '/\s\s+/', ' ', $str );
            $str = strip_tags( $str );
            $str = preg_replace( '/\s\s+/', ' ', $str );
            $str = substr( $str, 0, $chars );
            $str = preg_replace( '/\s\s+/', ' ', $str );
            $arr = explode( ' ', $str );
            array_pop( $arr );
            //$arr = preg_replace('/\&nbsp;/i',' ',$arr);
            $final = implode( ' ', $arr ) . $info;
        }
        else
        {
            $final = $str;
        }
        return $final;
    }

}
  • Artigo relacionado : local.joelonsoftware.com/wiki/… – Guilherme Lautert 3/11/15 às 15:52
  • 2
    Amigo, pra não ter problemas com charset, sempre defina o mesmo charset pro banco de dados(collate), para os campos das tabelas e no header da página. Esse problema com charset é comum quando a página esta em uma codificação e os dados do banco em outra. Dois charsets na mesma página não tem como – Dunga Cardoso 14/02/16 às 13:09
  • 1
    O padrão universal de charset é utf8, para qualquer linguagem, não use iso-8859-1, o utf8 já interpreta acentuação. Para todo o caso, você deve usar tudo no padrão utf8, inclusive no banco de dados, e os encodes de arquivos também, devem ser encodados em utf8, assim você vai parar de sofrer com isso. E se tiver no fomato iso-8859-1, converta para utf8... experimente conversões nessa ordem de preferência: utf8_encode() > html_entity_decode() > htmlentities() e em último caso, se nada disso funcionar, use o header('content-type text/html charset=utf-8'); – Ivan Ferrer 2/08/16 às 14:03
  • 2
    @PeterKrauss como assim? O que tem de complicado? Está dividido por tópicos e explicado fatores importantes, desde conexão, header e codificação dos documentos, é só seguir um passo de cada vez. – Guilherme Nascimento 4/02/17 às 16:51
  • 4
    Eu uso UTF-8 onde precisa e iso-8859-1 e até win-1252 onde é mais conveniente, pq eu realmente conheço bem de encodings e entendo os pontos fortes e fracos de cada um, a ponto de saber que não tem solução que sirva para todos os cenários. Infelizmente tem gente que se vende pelo discurso da bala de prata e acha que existe solução universal. Eu até entendo que quando o cara é só teórico é meio complicado de entender essas coisas, pq a pessoa tem que realmente estudar demais, e nem todo mundo o faz. Sai mais "barato" adotar verdades absolutas. – Bacco 3/07/18 às 22:29
138
+100

Em uma rápida resposta: não é possível.

No momento que a página começa a renderizar, ela já assume uma codificação (ou tenta detectá-la acaso não seja declarada, geralmente usa o padrão do servidor).

Os problemas comuns da codificação

É muito comum quando estamos trabalhando com acentos nos depararmos com caracteres estranhos como por exemplo:

  • Algo semelhante a é (que representa o é) ou ã (que representa ã), isto ocorre porque o caractere é unicode, mas a página está em iso-8859-1 (ou outro compatível).
  • E o sinal um exemplo de situação é quando você usa um acentos compatíveis com iso-8859-1 em uma página que esta tentando processar UTF-8 devido ao Content-Type: ...; charset=utf8.

Sobre o iso-8859-1

Eu recomendo usar iso-8859-1 se o seu site for "100% em Português" e você não necessite de "codificações extras" (como por exemplo emojis), no entanto mesmo sendo em Português você deve pensar em talvez migrar pro utf-8, um dos motivos é que em junho de 2004, o grupo de desenvolvimento da ISO/IEC responsável por sua manutenção declarou o fim do suporte a esta codificação, concentrando-se no UCS e no Unicode.

A seguir irei explicar como usar cada um deles, conforme os tópicos:

  • O que é necessário para usar UTF-8
  • O que é necessário para usar iso-8859-1/latin1/ansi

O que é necessário para usa UTF-8

  • PHP scripts (me refiro aos arquivos no servidor e não a resposta do mesmo) salvos em "utf-8 sem BOM"
  • MySQL (ou outro tipo de banco de dados) com charset=utf-8
  • Preferencialmente defina usando PHP header('Content-type: text/html; charset=UTF-8');

Nota: A vantagem do UTF-8 é que você pode utilizar vários "idiomas" na sua página com caracteres que não são suportados pelo "iso-8859-1".

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/ISO_8859-1

Se decidir usar UTF-8 no seu site/projeto, recomendo seguir os seguintes passos:

Scripts PHP com UTF-8 sem "BOM"

Nota: leia sobre isto em http://en.wikipedia.org/wiki/UTF-8#Byte_order_mark (Inglês)

Você deve salvar todos scripts PHP (até os que você usará com include, require, etc) em utf-8 sem "BOM", você pode utilizar softwares como SublimeText ou notepad++ para converter os arquivos:

  • Usando notepad++:

    utf8 sem bom notepad++

  • Usando Sublime Text:

    utf8 sublime sublimetext

  • Usando Eclipse vá até Window > Preferences > General > Workspace > Text File Encoding:

    netbeans

Nota: que arquivos com extensão .js ou .css que usam acentos no conteúdo também ser salvos com a mesma codificação que as páginas, da mesma maneira que foi usado para salvar os documentos descritos acima, eventualmente arquivos .svg podem ser embarcados então se eles tiverem qualquer acentuação ou caractere diferente também devem ser salvos com a mesma codificação da página

MySQL com UTF-8

Para criar uma tabela em UTFf-8 no MySQL você deve utilizar algo como:

CREATE TABLE minhatabela (
   id BIGINT NOT NULL AUTO_INCREMENT PRIMARY KEY,
   titulo varchar(300) DEFAULT NULL
) ENGINE=InnoDB CHARACTER SET=utf8 COLLATE utf8_unicode_ci;

Se as tabelas existem, então primeiro faça um BACKUP delas e depois, utilize um dos seguintes comandos (conforme a necessidade):

  • Converte banco de dados: ALTER DATABASE bancodedados CHARACTER SET utf8 COLLATE utf8_unicode_ci;
  • Converte uma tabela especifica: ALTER TABLE minhatabela CONVERT TO CHARACTER SET utf8 COLLATE utf8_unicode_ci;

Além de criar as tabelas em UTF-8 é necessário definir a conexão como UTF-8.

Com PDO é necessário usar exec:

$conn = new PDO('mysql:host=HOST;dbname=BANCO;charset=utf-8', 'USUARIO', 'SENHA');
$conn->exec('SET CHARACTER SET utf8');//Define o charset como UTF-8

Com o mysqli é necessário usar mysqli_set_charset:

$mysqli = new mysqli('HOST', 'usuario', 'senha', 'banco');

if ($mysqli->connect_error) {
    printf('Erro de conexão: %s', $mysqli->connect_errno);
    exit;
}

/*
 * compatibilidade para to 5.2.9 e 5.3.0.
 */
if (mysqli_connect_error()) {
    printf('Erro de conexão: %s', mysqli_connect_error());
    exit;
}

if (false === $mysqli->set_charset('utf8')) {
    printf('Error ao usar utf8: %s', $mysqli->error);
    exit;
}

Com mysqli procedural:

<?php
$link = mysqli_connect('HOST', 'usuario', 'senha', 'banco');

if (mysqli_connect_error()) {
    printf('Erro de conexão: %s', mysqli_connect_error());
    exit;
}

if (!mysqli_set_charset($link, 'utf8')) {
    printf('Error ao usar utf8: %s', mysqli_error($link));
    exit;
}

Definindo o charset da página

Você pode usar a tag <meta> para definir o charset, mas o recomendável é você fazer isto na resposta da requisição (resposta do servidor), definindo os "headers" (isto não quer dizer que você não deva utilizar <meta>).

Para isto, no PHP use a função header:

O motivo para se utilizar na resposta do servidor também é por causa do tempo de renderização da página quanto a resposta do servidor e páginas AJAX precisam também do charset definido por header();.

Nota: header(); sempre deve ir no topo do script antes de qualquer echo, print, ou outro tipo de exibição de conteúdo.

Em arquivos que a resposta deve ser HTML:

<?php
header('Content-Type: text/html; charset=UTF-8');

echo 'Conteudo';

O que é necessário para usar iso-8859-1/latin1/ansi

Para se usar iso-8859-1, você deve utilizar:

  • PHP scripts salvos em "iso-8859-1" (ou windows-1252 e ansi)
  • MySQL (ou outro tipo de banco de dados) com charset=iso-8859-1
  • Preferencialmente defina usando PHP header('Content-type: text/html; charset=iso-8859-1');

Primeiro deve salvar "todos scripts .php" como iso-8859-1 (ou ANSI) e documentos .html (se houver):

  • Para salvar usando notepad++:

    salvando documento em ANSI com notepad++

  • Para salvar usando SublimeText:

    salvando documento em iso-8859-1 ou windows 1252

MySQL com Latin1

Quase todos servidores mysql vem configurado para usar por padrão o charset latin1, no entanto isto pode ser modificado no my.ini, então os passos a seguir sobre mysql são opcionais, pois dependerão do seu my.ini estar usando algo diferente do latin1 nas seguintes linhas:

[client]
default-character-set=<charset padrão para o cliente>

[mysql]
default-character-set=<charset padrão para o cliente>

Então vai precisa definir latin1, com PDO é necessário usar exec:

$conn = new PDO('mysql:host=HOST;dbname=BANCO;charset=utf-8', 'USUARIO', 'SENHA');
$conn->exec('SET CHARACTER SET latin1');//Define o charset como UTF-8

E com o mysqli é necessário usar mysqli_set_charset:

$mysqli = new mysqli('HOST', 'usuario', 'senha', 'banco');

if ($mysqli->connect_error) {
    printf('Erro de conexão: %s', $mysqli->connect_errno);
    exit;
}

/*
 * compatibilidade para to 5.2.9 e 5.3.0.
 */
if (mysqli_connect_error()) {
    printf('Erro de conexão: %s', mysqli_connect_error());
    exit;
}

if (false === $mysqli->set_charset('latin1')) {
    printf('Error ao usar latin1: %s', $mysqli->error);
    exit;
}

Com mysqli procedural:

<?php
$link = mysqli_connect('HOST', 'usuario', 'senha', 'banco');

if (mysqli_connect_error()) {
    printf('Erro de conexão: %s', mysqli_connect_error());
    exit;
}

if (!mysqli_set_charset($link, 'latin1')) {
    printf('Error ao usar latin1: %s', mysqli_error($link));
    exit;
}

Definindo o charset da página

Basta adcionar para ; charset=iso=8859-1 após o tipo, por exemplo text/html ou application/xml ou text/plain:

<?php
header('Content-Type: text/html; charset=iso-8859-1');

echo 'Conteudo';
  • 2
    No mysql também é necessário definir o character set da conexão. dev.mysql.com/doc/refman/5.7/en/charset-connection.html – bfavaretto 8/12/14 às 2:12
  • 3
    +1 Acho melhor usar utf8mb4 no lugar de utf8 no MySQL, para suportar TODOS os caracteres imagináveis: mathiasbynens.be/notes/mysql-utf8mb4 – user622 21/04/15 às 5:39
  • 2
    Só uma observação: mesmo o site sendo 100% brasileiro eu não recomendo usar ISO-8859-1, não há necessidade, só dor de cabeça, é que nem tomada de 3 pinos. – Ivan Ferrer 2/08/16 às 14:15
  • 1
    @IvanFerrer obrigado, mas apenas pra ressaltar eu não falei só se for brasileiro eu falei duas coisas: seu site for "100% brasileiro" e se você não necessite de "codificações extras", outra que citei foi que iso não tem mais suporte desde 2004 (12 anos) ;) – Guilherme Nascimento 2/08/16 às 14:50
  • 5
    Discordo totalmente do Ivan, ISO-8859-1 é tão simples quanto ASCII, e não tem nada da série de desvantagens do UTF. Só não tem caracteres para algumas línguas, emoticons, etc, que são dispensáveis na maior parte das aplicações. E o fato de não ter suporte é no sentido de que não vai ser mais atualizado, pq já estabilizou. O que é uma vantagem. – Bacco 29/09/16 às 18:15
34

Não é possível. Logo quando uma página HTML é carregada, informa-se o charset utilizado nela:

<meta charset="UTF-8">

Assim sendo, todo conteúdo carregado na página deve (idealmente) ser carregado naquele charset (seja ele UTF-8, ISO-8859-1 ou qualquer outro).

No seu sistema, você deve fornecer uma maneira de sempre armazenar o conteúdo sempre no mesmo charset. Isso envolve formato do banco de dados, formato dos formulários submetidos (por exemplo, um CMS) e até formato dos arquivos de código-fonte do seu site.

27

Uma dica excelente para não ter problemas com charset: Use sempre a mesma codificação para:

  1. Apache (arquivo httpd.conf ou .htaccess: DefaultCharset UTF-8)
  2. Banco de Dados ( mysql_set_charset("utf8") )
  3. HTML (<meta charset="UTF-8">)
  4. Sistema de Arquivo (na hora de salvar o HTML em disco, verifique qual a codificação)

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.