4

No livro JavaScript: The Good Parts, Douglas Crockford explica o conceito de método em cascata, do inglês cascade. Segundo o autor estes métodos são caracterizados por alterarem o estado do objeto sem retornar nada. Os métodos aninhados retornam this. Segue o exemplo retirado do livro de Crockford:

getElement('myBoxDiv').
move(350, 150).
width(100).
height(100).
color('red').
border('10px outset').
padding('4px').
appendText("Please stand by").
on('mousedown', function (m) {
this.startDrag(m, this.getNinth(m));
}).
on('mousemove', 'drag').
on('mouseup', 'stopDrag').
later(2000, function ( ) {
this.
color('yellow').
setHTML("What hath God wraught?").
slide(400, 40, 200, 200);
}).
tip('This box is resizeable');

Como implementar este padrão com JavaScript? Existe alguma boa prática para esta implementação?

6

As bibliotecas de JavaScript usam frequentemente este conceito, o MooTools é o caso mais abrangente creio eu.

Para implementar esta ideia em código seu todos os métodos que queira encadear têm de retornar um novo Tipo/Type que contenha os métodos que chama a seguir.

Um exemplo com JavaScript nativo,

sem ter de fazer nada de novo:

var string = 'olá mundo!';
var letras = string.split('').filter(function(letra){ return /[a-z]/i.test(letra); }).join('');

Neste caso o que se passa?

Temos uma string como ponto de partida. Aplicando o método .split('') deixamos de ter uma string e passamos a ter uma array. Ora então mudámos de String Type para Object/Array Type. O produto deste primeiro método foi:

["o", "l", "á", " ", "m", "u", "n", "d", "o", "!"]

Esta array vai ser o material/input que o próximo método vai usar. O proximo método .filter() vai retirar dessa array valores da array que não sejam letras "simples". O pruduto será uma array ainda um Tipo Array que irá ser passado ao método de arrays .join() que irá devolver uma String.

Neste exemplo usamos código em cascata, nativo. (Demo online: http://jsfiddle.net/8ubcL83q/)

Para aplicar o mesmo conceito a código feito por sí tem de ter em conta que todos os métodos que chamar têm de produzir/retornar algo que possa ser usado no próximo método encadeado para a cascata funcionar.

A maneira de fazer isso é assegurar que no final do método existe um return. A seguir a esse return vem o que quer retornar:

return variavelComProdutoParaOProximoMetodoConsumir;

Analizando o seu código vejo que ele começa com um getter getElement('myBoxDiv') que devolve um objeto/elemento do DOM. A partir daí, analizando o que está a ser feito, deduzo que todos esses métodos têm no seu final return this; e desse modo todos esses métodos estão a ser aplicados ao mesmo elemento com que a cadeia/cascata começou.

Um exemplo de um código usando a biblioteca do MooTools:

(demo online aqui)

document.id('foo').getParent('div').setStyle('border', '2px solid #ccf').addEvent('click', function(){
   alert(this.get('text')); 
});

Neste caso document.id('foo') é uma função que o MooTools adicionou ao objeto document, que passa como argumento uma string, "foo". Esta função/método vai buscar o elemento do DOM com a ID foo e retorna um objeto/ elemento do DOM.

De seguida o .getParent('div') vai subir no DOM e retornar o primeiro div que encontrar. Esse novo objeto/ elemento do DOM será o produto usado no próximo método. Assim .setStyle('border', '2px solid #ccf') vai aplicar uma linha na borda do elemento.

Este método para aplicar CSS retorna o próprio elemento que modificou. À semelhança do seu exemplo, o setStyle() faz o que lhe é pedido e retorna o elemento do DOM.

Assim é possivel o próximo método ser aplicado a esse elemento.

Note que o MooTools acresenta novos métodos ao prototype de Elementos, daí que é muito útil retornar o objeto this no final de cada método.

Para fazer o seu próprio código em cascata:

Aqui fica um exemplo, com a mesma funcionalidade do que o meu exemplo em MooTools faz:

var metodos = {
    objeto: null,
    getID: function (seletor) {
        var el = document.getElementById(seletor);
        this.objeto = el;
        return this;
    },
    getParent: function (tag) {
        tag = tag.toUpperCase();
        var elm = this.objeto, x = 0;
        while (elm.nodeName != tag && elm.nodeName != 'body') {
            elm = elm.parentNode;
        }
        this.objeto = elm;
        return this;
    },
    setStyle: function (propriedade, valor) {
        this.objeto.style[propriedade] = valor;
        return this;
    },
    addEvent: function (tipo) {
        this.objeto.addEventListener(tipo, function () {
            alert('Estou a funcionar!');
        });
        return this;
    }
}
metodos.getID('foo').getParent('div').setStyle('border', '2px solid #ccf').addEvent('click');
div {
    padding: 10px;
}
<div>
    <div><span>Span 1</span>

    </div>
    <div><span id="foo">Span 2 (pode clicar aqui...)</span>

    </div>
</div>

9

A função deve retornar this. Aqui está um exemplo:

function criarPessoa(nome) {
    return {
        nome: nome,
        idade: 25,
        alterarNome: function(nome) {
            this.nome = nome;
            return this;
        },
        alterarIdade: function(idade) {
            this.idade = idade;
            return this;
        }
    };
}

var pessoa = criarPessoa("Maria").alterarIdade(30).alterarNome("Paulo");
alert("Nome: " + pessoa.nome + "; Idade: " + pessoa.idade);

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.