2

Olá, no método menu(self) preciso aceitar um input de usuário sem a necessidade do mesmo apertar a tecla Enter, somente apertando um numero para escolher uma opção. Sou novo e estou aprendendo, desculpem a bagunça!

class CombatRules():
"""Define as regras do combate"""
def __init__(self, character, enemy):
    """Cria um objeto da luta entre o personagem e o inimigo"""
    self.character = character
    self.enemy = enemy

def initiative(self):
    """Verifica quem ataca primeiro"""
    #Verifica quem é mais rapido!
    if self.character.spd >= self.enemy.spd:
        return self.character
    elif self.enemy.spd > self.character.spd:
        return self.enemy

def menu(self):
    """Gera o menu do combate"""
    print(tabulation_lines("Menu"))
    print(tabulation_menu("1 - Atack", "2 - Defend"))
    input("")

def show_combat(self):
    """Mostra situação de combate"""
    print(tabulation_lines("Stats"))
    print(tabulation(self.character.name, self.enemy.name))
    print(tabulation(self.character.classe_name, self.enemy.classe_name, "Classe: "))
    print(tabulation_hp(self.character.live_hp, self.character.hp, self.enemy.live_hp, self.enemy.hp, "Hp: "))
    print(tabulation(self.character.atk, self.enemy.atk, "Atk: "))
    print(tabulation(self.character.defs, self.enemy.defs, "Def: "))
    print(tabulation(self.character.spd, self.enemy.spd, "Spd: "))
    self.menu()

def combat(self):
    """Inicia o combate"""
    if self.initiative() == self.character:
        initiative = 0
    elif self.initiative() == self.enemy:
        initiative = 1
    #while initiative >= 0:
    self.show_combat()

3 Respostas 3

6

Isso é chato de fazer, por que o "input" mesmo não faz isso, e aí depende de chamar, a partir do Python, as APIs que cada aplicação de terminal disponibiliza - e elas são fundamentalmente diferentes entre Windows e todos os outros sistemas operacionais.

Então, se você realmente quer fazer seu jogo no terminal, é importante usar uma biblioteca para isso, que já disponha de algumas facilidades tanto para ler o teclado, quanto para poder posicionar os elementos do seu jogo, sem ser só uma linha abaixo da outra.

Disclaimer: o terminal pode não ser a melhor opção para um jogo desse tipo: você vai ter muito mais liberdade tanto para ler o teclado em tempo real, como o mouse, e posicionar elementos gráficos, se usar uma bibllioteca que dê acesso direto tanto a elementos da tela quanto a teclado e mouse, como o pygame, ou mesmo usando alguma biblitoeca gráfica como Tkinter, GTK+ ou Qt.

Dito isso, há uma biblioteca em desenvolvimento chamada "terminedia" (eu sou o autor), que visa, entre outras coisas, justamente possibilita o desenvolvimento de jogos simples em tempo real no terminal. Tenha em mente que a ideia é mais "poder fazer jogos no terminal" como algo inusitado e divertido com um ar "vintage", do que para "tornar fácil criar jogos para iniciantes, já que não precisam sair do terminal". Não mesmo - fazer um jogo usando a terminedia não é necessariamente mais simples.

Ma dito tudo isso, ela provê vários recursos que podem tornar a vida de uma pessoa bem divertida no terminal, inclusive a leitura de teclado.

Estou pendendo algumas coisas para fazer a release "0.3" - quando ela vai poder ser instalada com "pip install terminedia" - então, no momento é necessário fazer

pip install git+https://github.com/jsbueno/terminedia.git.

Também não existe ainda uma função que espera uma tecla ser pressionada - a função inkey retorna se uma tecla está pressionada no momento ou não. (ver atualização abaixo)

Por outro lado, tem várias funcionalidades para posicionar texto exatamente onde você quer (e outros efeitos para ir testando). Você poderá re-escrever suas funções "tabulation" usando screen.print_at(...) da terminedia, que permite colocar texto na posição exata da tela. (E, usar efeitos como cores, negrito, piscante, etc... no texto) )

Usando a terminedia, uma forma de obter o primeiro caracter, sem esperar o enter é:

import terminedia as TM
import time

def getch():
   with TM.keyboard():
       while True:
           key = TM.inkey()
           if key:
              return key
           sleep(1/30)

E, para imprimir texto posicionado e colorido, algo como:

with TM.Screen() as sc:
    sc.context.color = "yellow"
    sc.print_at((10, 10), "Título do menu")

Uma das coisas que está faltando é uma documentação "passo a passo" - mas as funcionalidades todas estão documentadas aqui: https://terminedia.readthedocs.io/en/latest/

E a pasta de "exemplos" do projeto tem alguns programinhas fazendo uso das principais funcionalidades:

Atualização: A funcionalidade de esperar uma tecla ser pressionada é sem dúvida algo bem útil. Então adicionei a função getch ao projeto - tudo que é necessário para esperar uma tecla ser digitada agora é:

import terminedia as TM

tecla = TM.getch()

Mesmo se a tecla pressionada for uma especial, do tipo seta para cima, ou as teclas de função F1-F12, elas podem ser lidas - o objeto especial TM.KeyCodes tem os códigos dessas teclas para comparação:

import terminedia as TM

tecla = TM.getch()
if tecla == TM.KeyCodes.UP:
   print("Você pressionou 'seta pra cima'")

(como as instruções acima são para instalação a partir da master, a função já está disponível. Se o projeto já estiver instalado, passe a opção -U para o pip para que ele seja atualizado:

pip install -U git+https://github.com/jsbueno/terminedia.git.

https://github.com/jsbueno/terminedia/tree/master/terminedia/examples

5

Com a função input isso não é possível. Ela é implementada em C e projetada para armazenar em buffer todo o conteúdo digitado até receber o enter. O que precisará fazer é interagir diretamente sobre o STDIN do sistema operacional e capturar cada caractere separadamente.

Por sorte, já existem bibliotecas que fazem isso, então não precisará ter o retrabalho. Um exemplo é a readchar.

from readchar import readchar

letra = readchar()

Para o ambiente Linux, a implementação desta função é:

# -*- coding: utf-8 -*-
# Initially taken from:
# http://code.activestate.com/recipes/134892/
# Thanks to Danny Yoo
import sys
import tty
import termios


def readchar():
    fd = sys.stdin.fileno()
    old_settings = termios.tcgetattr(fd)
    try:
        tty.setraw(sys.stdin.fileno())
        ch = sys.stdin.read(1)
    finally:
        termios.tcsetattr(fd, termios.TCSADRAIN, old_settings)
    return ch

Fonte: https://github.com/magmax/python-readchar/blob/master/readchar/readchar_linux.py

5
  • O problema disso, além da complicação opaca, é que é só para terminais posix - não funciona no windows. Por isso, na minha resposta sugeri uma biblioteca de mais alto nível (por dentr o terminedia faz mais ou menos isso aí também)
    – jsbueno
    8/01/2020 às 15:46
  • @jsbueno Ela possui também a versão para Windows - pelo menos de acordo com o repositório.
    – Woss
    8/01/2020 às 15:47
  • sim, usar a biblioteca readchar é uma coisa - ela já é uma "biblitoeca de mais alto nível" - mas, pinçar o código lá de dentro que faz isso só no Linux é outra coisa.
    – jsbueno
    8/01/2020 às 15:53
  • (no windows, alias, essa parte é mais simples - na teordia - o próprio Python já disponibiliza o pacote "msvcrt" que tem o "getch" - e é o que é usado na terminedia.
    – jsbueno
    8/01/2020 às 15:54
  • @jsbueno Ah, sim, a intenção foi apenas mostrar que a implementação no readchar interage diretamente com o STDIN, não era a intenção propor como solução a própria função de forma isolada.
    – Woss
    8/01/2020 às 15:58
-2

Você pode armazenar o que foi digitado pelo usuário em uma variável, se o valor digitado for maior que 0 ele já executa o próximo método ou finaliza a aplicação.

5
  • E como você sugere armazenar na variável o que foi digitado pelo usuário?
    – Woss
    8/01/2020 às 13:37
  • Um breve exemplo: numero = input("Digite um número:") print(numero) if len(numero) > 0: executeProximoMetodo() 8/01/2020 às 13:51
  • 1
    Mas a função input aguarda o usuário digitar o Enter para liberar o buffer na memória e é justamente esse comportamento que o autor da pergunta deseja contornar.
    – Woss
    8/01/2020 às 14:17
  • De fato. Estou equivocado, ao invocar o input, automaticamente é obrigatório o uso do enter 8/01/2020 às 14:20
  • Acho que encontrei uma solução viável. Trata-se de uma lib que simula um KeyPress, chamada pynput, basta instalar e instanciá-la. Segue o link-documentation nitratine.net/blog/post/simulate-keypresses-in-python 8/01/2020 às 14:31

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.