É possível usar ponteiros em VB.NET? Se sim, como funcionam?

Um exemplo em C++:

CSR = ConfigurarInterfaceDeRede(randInt(0,999999),CodAtivacaoSAT,(char*)xml);

int  a;
int *p;
p = &a;

Como traduziria isto para VB.NET?

  • 2
    Ola. E possível (existe algo parecido com ponteiros na forma da estrutura InPtr). A questão mais importante, porque? Para que precisa de ponteiros? De algum contexto para poder responder melhor. – Omni 4/12/14 às 12:28

Não, diretamente não pode.

Alternativa

O máximo que você consegue usar é o IntPtr disponível no .NET. É uma forma mais limitada, ainda que permita uma referência para um ponto da memória ser criada em VB.NET. Internamente ele é representado como um void *, mas no fundo é apenas um Integer para o VB.NET.

Não é possível desreferenciá-lo (até dá com a classe InteropServices.Marshal) ou fazer aritmética direta com o ponteiro (indiretamente dá). Em alguns casos o uso de GCHandle também pode ser útil

Pra que ponteiros?

O mais importante é que em geral você não precisa de ponteiros na linguagem. A ideia do VB.Net é outra, é facilitar sua vida e não trazer complicações. A maneira como a linguagem foi construída é possível fazer tudo o que normalmente faria com ponteiros sem usá-los.

A maioria das construções necessárias podem ser obtidas de outras formas de mais alto nível, com mais abstração.

É claro que isto pode não ser o mais performático possível, mas resolve o problema e esta é a filosofia do VB.NET. Se precisar de performance mesmo, faça apenas o que é realmente necessário para performance em outra linguagem e integre com seu programa em VB.NET (essa integração é simples em linguagem que rodam em cima do CLR). Se você saber usar ponteiros, saberá usar outra linguagem.

Ponteiros são opacos

Entenda que existem ponteiros na plataforma, só não estão visíveis para a linguagem. Quando você usa uma classe, você certamente está usando ponteiros, mas não os vê. Quando usa delegates ou lambdas, está usando ponteiro, até porque são classes também. Só não está os vendo. Ao invés de usar um char * você usa a classe String (elas não são completamente compatíveis mas atendem o mesmo propósito, um array de bytes está mais próximo do que é um char *).

Quando precisa passar um argumento que não é uma referência (classes por exemplo) por referência usa-se o ByRef no parâmetro, então não precisa de ponteiro.

Sub Main()
  Dim y As Integer
  Test(y)
End Sub

Sub Test(ByRef x As Integer)
  x = 42
End Sub

Coloquei no GitHub para referência futura.

Algumas classes possuem métodos próprios que ajudam fazer determinadas operações que normalmente demandariam um ponteiro.

Quando o ponteiro realmente é necessário.

Seja para dar poder, seja para dar flexibilidade ou seja para dar velocidade, há casos que o ponteiro é necessário.

Nestes casos você deve recorrer à outras linguagens suportadas na CLR. O .NET faz isto na sua implementação interna. Note que ele foi desenvolvido com C# por esta ser uma linguagem mais poderosa. nela é possível usar ponteiros de forma limitada através de blocos unsafe.

Também pode usar ponteiros em C++ de forma bastante abrangente mas ainda gerenciado pelo garbage collector do .NET. Normalmente isto é feito mais em casos de interoperabilidade e em casos extremos de necessidade de velocidade.

De fato é possível usar linguagens fora do CLR. A implementação do .Net faz isto o tempo todo. Ele chama as APIs do Windows escritos em C de forma nada gerenciada. Quando que o controle total, inclusive da memória, esta pode ser a solução.

Para interoperabilidade dá para resolver com as classes passadas acima e alguns atributos extras. Você terá que aprender todos os aspectos para marshalizar o acesso.

  • Entendi, estou estudando isso ainda, pq preciso conversar com um equipamento que no caso as funções e variáveis de exemplo estão em C++ e usam esses métodos de return pointer, em algumas funções. Então vou tentar fazer sem usar os ponteiros. Obrigado!!! – Felipe S 4/12/14 às 12:41
  • Muito Obrigado, Bigown! Está me ajudando muito esses exemplos e essa explicação clara. Obrigado mesmo. – Felipe S 4/12/14 às 13:14
  • Se você tiver alguma dúvida para fazer a interoperabilidade do VB.Net com C ou C++, você pode fazer outra pergunta específica sobre isto. Eu nunca fiz nada com isto mas é possível que outras pessoas tenham feito. – Maniero 4/12/14 às 13:55
  • Tudo bem, irei fazer assim que surgir. Mas mesmo não ter feito nada vc me ajudou muito,rsrs Obrigado por ora, forte abraço! – Felipe S 4/12/14 às 14:15

Sua resposta

 

Ao clicar em "Publique sua resposta", você reconhece que leu nossos termos de serviço, política de privacidade e política de cookes atualizados, e que a sua continuidade no uso do website é sujeita a essas políticas.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.