6

Eu não entendi, muito bem o que é uma especificação de uma linguagem de programação e muito menos o que é padronizar uma linguagem de programação, mais precisamente a linguagem de programação JavaScript, então minha severas perguntas são:

O que seria uma especificação de uma linguagem?

O que é padronizar uma linguagem?

Quais são as vantagens e desvantagens de padronizar uma linguagem?

Outras linguagens são padronizadas? Se não, por que?

1 Resposta 1

5

O que seria uma especificação de uma linguagem?

Acho que já está explicado em Especificação e Implementação e Como é desenvolvida uma linguagem de programação?. E para o exemplo de JavaScript: O que é especificação ES6?. Também pode ser útil: Qual o padrão mundialmente aceito nas linguagens de programação?.

O que é padronizar uma linguagem?

Acho que os links acima já dão uma boa noção, mas pra deixar mais claro é criar uma norma que todos implementadores devem seguir para que seus produtos se conformem com a linguagem. Um grupo de pessoas representando entidades interessadas no assunto se reúnem e determinam o que é a linguagem de maneira formal, cria-se um padrão.

Quais são as vantagens e desvantagens de padronizar uma linguagem?

Se há interesse de muitos implementadores adotarem linguagem é importante que todos estejam fazendo mais ou menos a mesma coisa, claro, cada um do seu jeito, com detalhes internos que só interessam a eles, mas que o resultado final, o que interessa para as pessoas que vão usar, o produto se comporte de um jeito padrão e universal. Se não existir isso as pessoas farão de jeitos diferentes e no fundo a linguagem passa ter dialetos e o esforço se fragmenta.

A desvantagem é tornar algumas coisas rígidas. Algumas decisões não são tomadas porque nem todos estão de acordo e a linguagem fica aquém do que poderia.

Outras linguagens são padronizadas? Se não, por que?

Algumas linguagens são padronizadas formalmente, embora a maioria deixa de se esforçar quando se tornam padrões de fato.

C# e Java são padronizadas (só para citar exemplos), ou eram em versões antigas, hoje existe uma entidade que cuida dessas linguagens e fazem mais ou menos o que querem com ela, mesmo dando a chance da comunidade se manifestar em menor ou maior grau.

Algumas o fazem formalmente mas dentro de seu próprio âmbito o que dá um peso menor. Em alguns casos dizem que o compilador padrão ou a documentação é a especificação do padrão da linguagem.

As outras linguagens mainstream que mantém formalismo oficializado por um órgão mundial são C e C++. Existem outras menos usadas que adotam isto (a lista não precisa).

Não à toa que JS, C e C++ são meio que linguagens universais na plataforma web e nativa, talvez por isso precisem de mais formalismo.

  • Valeu! esclareceu tudo. – user173282 29/12/19 às 17:59

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies