0

Depois que o LiveData foi introduzido como componente de arquitetura do JetPack, eu vi muita discussão sobre o uso dele. O mais comum é que ele seja usado na camada viewmodel do MVVM, padrão recomendado pelo guia arquitetural do Android.

Eu sei que o LiveData está preparado para lidar com o ciclo de vida da aplicação, seja de uma activity, um fragment ou um serviço. E também sei que o universo de recursos do livedata é muito menor do que o RxJava. Também sei que o Livedata é síncrono e o RxJava é assíncrono, mas isso pode ser resolvido com as corrotinas no Kotlin.

Muito se fala de usar o livedata na camada viewmodel, mas eu já vi vários codelabs da Google que mostra o uso do livedata no repositório e também com o Room, por exemplo, veja esses links:

Usar o LiveData com a Room

Advanced Coroutines with Kotlin Flow and LiveData

Sendo assim, existe algum motivo prático ou situação pela qual eu devo optar pelo uso do RxJava (ou RxJava2 / RxKotlin) ao invés de usar o LiveData em conjunto com o Corrotinas e outros componentes do JetPack?

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.