7

O problema é apresentar um resultado flexionando ao plural se necessário, ou "nenhum":

Seja ni>=0 (número de itens):

switch(true){
        case  $ni==0:
            $html = ' (nenhum)';
            break;
        case $ni==1:
            $html = ' (1 item)';
            break;
        case $ni>1:
            $html = ' ('.$ni.' itens)';
            break;
    }

Este está funcionando, agora com ifs, um pouco menor:

if($ni > 1){
        $html = ' ('.$ni.' itens)';
    } else if($ni == 1){
        $html = ' (1 item)';
    } else {
        $html = ' (nenhum)';
    }

Também funciona, mas agora a forma condensada que tentei fazer:

$html = ($ni > 1)? ' ('.$ni.' itens)' : ($ni==1)? ' (1 item)' : ' (nenhum)' ;

Este não funciona, ele responde "nenhum" corretamente, "1 item" corretamente, mas para ni>1 responde sempre "1 item".

A idéia é condensar um if, else if, else em uma linha, mas não se se é possível, já que a lógica parece correta. Existe outra forma condensada?

  • Só uma observação, acho que o termo correto seria "operador ternário" do que "forma condensada". – Kayo Bruno 11/10/18 às 14:41
11

Falta colocar parênteses na condicional aninhada:

$html = ($ni > 1) ? ' ('.$ni.' itens)' : (($ni==1) ? ' (1 item)' : ' (nenhum)');
//                                       ^                                    ^

Sem isso, o PHP prioriza a primeira sequência de ?: que encontra, e o código é entendido assim:

$html = (($ni > 1) ? ' ('.$ni.' itens)' : ($ni==1)) ? ' (1 item)' : ' (nenhum)';

Se $ni for 2, isso acaba interpretado assim:

$html = ((2 > 1) ? ' (2 itens)' : 2==1)) ? ' (1 item)' : ' (nenhum)';

Portanto:

$html = (true ? ' (2 itens)' : false)) ? ' (1 item)' : ' (nenhum)';

E então:

$html = ' (2 itens)' ? ' (1 item)' : ' (nenhum)';

Ou seja:

$html = true ? ' (1 item)' : ' (nenhum)';

E finalmente:

$html = ' (1 item)';

De qualquer maneira, eu acho isso pouco legível1. É uma questão de opinião, mas das 3 opções que você testou, eu prefiro os ifs.

(1) No link eu estou falando sobre JavaScript, mas esse operador funciona igual nas duas linguagens (e em outras)

  • Funcionou beleza! De fato, os ifs são mais agradáveis, também acho, mas há outra questão: lido com várias linguagens e às vezes as múltiplas definições não são adequadas. Além disso, caso precise usar muitas vezes, será mais prático copiar e colar uma única linha. E além disso é um exercício divertido! – Gustavo 3/12/14 às 0:51
  • 2
    Concordo. Também prefiro os ifs nesse caso. O switch(true) nunca vi alguém usar, e o ternário, quando são aninhados fica pouco legível mesmo. – Franchesco 3/12/14 às 9:57
  • Acho que você poderia melhorar o texto daquele link porque em versões recentes (relativamente falando) ?: é uma variante curta do operador ternário (que eu nunca entendi como funciona >.<) e pode causar confusão. – Bruno Augusto 4/12/14 às 14:05
5

Só uma alternativa de implementação se estiver usando o PHP 5.5:

$html = [' (nenhum)', ' (1 item)', ' ('.$ni.' itens)'][($ni > 1) ? 2 : $ni];

Eu acho mais simples assim. Não gosto de duplo condicional em operador ternário.

É possível fazer o mesmo antes da versão 5.5 mas não fica tão simples (pelo menos comparando com a versão do duplo ternário):

$textos = [' (nenhum)', ' (1 item)', ' ('.$ni.' itens)'];
$html = $textos[($ni > 1) ? 2 : $ni];

Isto ainda exige o PHP 5.4. Para versões anteriores:

$textos = array(' (nenhum)', ' (1 item)', ' ('.$ni.' itens)');
$html = $textos[($ni > 1) ? 2 : $ni];

Com if para quem prefere (cada vez vai ficando menos vantajoso):

$textos = array(' (nenhum)', ' (1 item)', ' ('.$ni.' itens)');
if($ni > 1) {
    $html = $textos[2];
} else {
    $html = $textos[$ni];
}

Finalmente aproveitando outras respostas postadas como eu faria nesta situação:

function pluralization( $numItems = 0, $texts) {
    if ($texts == NULL) {
        $texts = array("(nenhum)", "(1 item)", "($numItems itens)");
    }
    return $texts[min($numItems, 2)];
}

echo pluralization(0);
echo pluralization(0);
echo pluralization(1);
echo pluralization(2);
echo pluralization(3);
$elementos = 4; // podia usar o letral direto mas no uso real vai fazer mais sentido com uma variável
echo pluralization($elementos, ["nada", "um elemento", "$elementos elementos"]);

Veja funcionando no ideone. E no Coding Ground. Também coloquei no GitHub para referência futura.

  • Neste caso não acho que ocorra o mesmo já que tem apenas uma condição. Eu particularmente faria assim mas acho perfeitamente válido que outras pessoas prefiram o uso do if e eu faria uso dele também se minha equipe preferisse assim. Mas agora fiz uma versão com if. – Maniero 3/12/14 às 11:59
4

Versão sem if:

Eu normalmente faria isso em PHP 5.4+ (que permite acesso direto a arrays):

$ni = 6;
echo array('nenhum', 'um ítem', "$ni ítens")[min($ni,2)];

5.5 (nao lembro se o 5.4 ja permite)

echo ['nenhum', 'um ítem', "$ni ítens"][min($ni,2)];

Em PHP 5.3- não é tão elegante, pois precisa de variável, mas fica bem em uma função:

echo humano( 0 )."\n";
echo humano( 1 )."\n";
echo humano( 2 )."\n";
echo humano( 3 )."\n";
echo humano( 4 )."\n";

function humano($ni) {
   $out = array( 'nenhum', 'um ítem', "$ni ítens");
   return $out[min($ni,2)];
}

Veja funcionando no IDEONE.

3

Todas as respostas lidam perfeitamente com o problema, inclusive algumas soluções na pergunta.

Vou deixar uma sugestão que vai muito ao encontro do já salientado em alguns comentários e respostas que passa por deixar o código reduzido sim, mas com leitura para que no futuro seja rápido analisar o mesmo:

Exemplo

$html = ' (nenhum)';

if ($ni >= 1) {

    $html = ($ni == 1) ? ' (1 item)' : ' ('.$ni.' itens)';
}

O meu modelo passa por ter um valor por defeito. Esse valor será subscrito apenas se necessário. A subscrição do mesmo tem em conta o plural com base na quantidade de itens.

Ver exemplo para $ni=0, $ni=1 e $ni=2 no Ideone.

Exemplo 02 (para quem tem alergia aos parênteses ;))

$html = ' (nenhum)';

if ($ni >= 1)
    $html = ($ni == 1) ? ' (1 item)' : ' ('.$ni.' itens)';

Reutilizar código:

Este tipo de verificações tende a ser utilizado diversas vezes, o que nos leva a reduzir o seu código. Uma abordagem simplicista para redução do código sem que o mesmo perca leitura passa pela criação de uma função:

Função

/**
 * Total itens
 *
 * Com base no número recebido, devolve uma indicação
 * humanamente legível sobre o total de itens.
 *
 * @param integer $i Número a analisar.
 * return $string $html HTML pronto a utilizar.
 */
function totalItens ($i=0) {

  $html = ' (nenhum)';

  if ($i >= 1) {

    $html = ($i == 1) ? ' (1 item)' : ' ('.$i.' itens)';
  }

  return $html;
}

Exemplo de utilização

echo totalItens(3);  // saída: (3 itens)

Ver exemplo da função no Ideone.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.