0

Na sua turma, muitos estudantes são amigos. Vamos supor que dois estudantes que compartilham um amigo deverão ser amigos; em outras palavras, se os estudantes 0 e 1 são amigos e os estudantes 1 e 2 são amigos, então os estudantes 0 e 2 deverão ser amigos. Usando essa regra, podemos particionar os estudantes em círculos de amigos. Para fazer isso, implemente uma função redes(), que aceite dois argumentos de entrada. O primeiro é o número n de estudantes na turma. Consideramos que os estudantes são identificados usando os inteiros de 0 a n – 1. O segundo argumento de entrada é uma lista de objetos de tupla que define os amigos. Por exemplo, a tupla (0, 2) define os estudantes 0 e 2 como amigos. A função redes() deverá exibir a partição de estudantes em círculos de amigos, conforme ilustramos:

>>> redes(5, [(0, 1), (1, 2), (3, 4)])

Rede social 0    is {0, 1, 2}

Rede social 1    is {3, 4}

O que eu fiz:

def redes(n,lista_tuplas):
    rede = []
    rede2 =[]
    for i in range(len(lista_tuplas) - 1):
        while set(lista_tuplas[i]).intersection(set(lista_tuplas[i+1])):
            rede += set(lista_tuplas[i]).union(set(lista_tuplas[i+1]))
            break
        rede2.append(lista_tuplas[i])
    return rede,rede2


n = 5
lista_tuplas = [(0,1),(3,5),(3,6)]
print(redes(n,lista_tuplas))

O problema é que o código erra quando não há amigos em comum. A minha saída com os dados acima foi:

([3, 5, 6], [(0, 1), (3, 5)])

A primeira partição está correta mas a segunda não: (3, 5)não deveria ter entrado na segunda partição! Alguem conseguiria me ajudar a descobrir em que estou errando? Como corrigir?

2 Respostas 2

2

Criei uma solução usando set e for...else... Sim, esse for...else pode parecer bem estranho mas quando você entende para que serve pode ser bem útil, como é o caso...

Passos para a resolução do problema:

  1. Criar um lista de grupos sociais;
  2. Percorrer todos os relacionamentos recebidos como argumento;
  3. Testar se algum dos alunos de cada relacionamento já está em algum grupo

    • Se pelo menos um dos alunos já estiver em algum grupo, adiciona ambos no grupo (como estamos trabalhando com set não haverão alunos duplicados no grupo);

    • Se ambos os alunos não estiverem em nenhum grupo, criar um novo grupo com ambos alunos.

  4. Retornar a lista de grupos resultante

Código:

def redes(relacionamentos):
    grupos = []

    for rel in relacionamentos:
        rel = set(rel)

        for grupo in grupos:
            if grupo & rel:
                grupo |= rel
                break
        else:
            grupos.append(rel)

    return grupos

PS: Eu ignorei propositalmente o número de alunos proposto no exercício pois este não faz diferença alguma no algoritmo, exceto talvez a validação das tuplas recebidas.


Explicação

for...else

Se você verificar a documentação encontrará o seguinte:

Loop statements may have an else clause; it is executed when the loop terminates through exhaustion of the iterable (with for) or when the condition becomes false (with while), but not when the loop is terminated by a break statement.

Tradução livre:

Laços de repetição podem ter uma cláusula else; esta será executada quando o laço terminar pela exaustão do iterável (com for) ou quando a condição se tornar falsa (com while), mas não quando o laço é terminando através de um break.

Então o que fiz no meu código foi percorrer todos os grupos sociais que existem até aquele momento, e se algum dos alunos fizer parte de algum grupo, adiciona ambos ao grupo é sai do laço usando break, dessa maneira não cairá no else.

Porém se, após percorrer todos os grupos, os alunos ainda não pertencerem a nenhum dos grupos o Python executará o bloco else onde eu crio um novo grupo com os alunos.

Exemplos:

  • for...else:

    Se iterar até o fim, entra no else:

    for i in range(5):
        print(i, end=" ")
    else:
        print("\n[O for executou até o fim sem interrupção]")
    

    Saída

    0 1 2 3 4
    [O for executou até o fim sem interrupção]
    

    Se for interrompido por um break:

    for i in range(5):
        break
    else:
        print("[Nunca ocorrerá por causa do break]")
    

    O código acima não imprime nada na tela pois não entra no else.

  • while...else:

    Se iterar até o fim, entra no else:

    i = 0
    while i < 5:
        print(i, end=" ")
        i += 1
    else:
        print("\n[O while executou até o fim sem interrupção]")
    

    Saída

    0 1 2 3 4
    [O while executou até o fim sem interrupção]
    

    Se for interrompido por um break:

    i = 0
    while i < 5:
        break
    else:
        print("[Nunca ocorrerá por causa do break]")
    

    O código acima não imprime nada na tela pois não entra no else.

Código rodando no Repl.it


Código completo com exemplos mencionados na pergunta

def redes(relacionamentos):
    grupos = []

    for rel in relacionamentos:
        rel = set(rel)        # transformo a tupla em set

        for grupo in grupos:
            if grupo & rel:   # se um dos alunos está no grupo
                grupo |= rel  # adiciona os alunos ao grupo
                break         # sai do for
        else:
            grupos.append(rel)

    return grupos


exemplos = [
    [(0, 1), (1, 2), (3, 4)],  # Primeiro exemplo da pergunta
    [(0, 1), (3, 5), (3, 6)],  # Exemplo com erro na pergunta
]

print(f">>> redes({exemplos[0]!r})")
resultado_1 = redes(exemplos[0])
for i, grupo in enumerate(resultado_1, start=1):
    print(f"Grupo {i}: {grupo!r}")

print(f"\n>>> redes({exemplos[1]!r})")
resultado_1 = redes(exemplos[1])
for i, grupo in enumerate(resultado_1, start=1):
    print(f"Grupo {i}: {grupo!r}")

Código rodando no Repl.it

Saída:

>>> redes([(0, 1), (1, 2), (3, 4)])
Grupo 1: {0, 1, 2}
Grupo 2: {3, 4}

>>> redes([(0, 1), (3, 5), (3, 6)])
Grupo 1: {0, 1}
Grupo 2: {3, 5, 6}
1

Na verdade, basta trocar o while pelo if já que seu teste lógico é excludente. Veja:

def redes(n,lista_tuplas):
    rede = []
    rede2 =[]
    for i in range(len(lista_tuplas) - 1):
        if set(lista_tuplas[i]).intersection(set(lista_tuplas[i+1])):
            rede += set(lista_tuplas[i]).union(set(lista_tuplas[i+1]))
        else:
            rede2.append(lista_tuplas[i])
    return rede,rede2


n = 5
lista_tuplas = [(0,1),(3,5),(3,6)]
print(redes(n,lista_tuplas))

Output:

([3, 5, 6], [(0, 1)])

Dito isso, acho que sua solução ainda tem alguns problemas:

1) Por que n é um argumento da função se você não usa?

2) Da forma como está seu código, só é possível identificar redes se os círculos com amigos em comum são adjacentes. Notou isso?

  • Preciso usar n? Como corrigir a questão 2? – Ed S 8/12/19 às 21:37
  • 1
    Se não for usar "n", não precisa colocar como argumento da função. Tenho que pensar como resolve a segunda questão, mas é preciso verificar a interseção para todas as sublistas, não apenas para a sublista subsequente – Lucas 8/12/19 às 21:46
  • se conseguir resolver, poste aqui por favor. Tentei bastante mas nao consegui, por isso a pergunta!Aparentemente, não é tão simples. Não entedi porque alguem negativou a pergunta... – Ed S 8/12/19 às 21:48
  • a solução talvez seja simplesmente repetir os condicionais. Uma sequência de elifpara cada uma das sublistas. Coloca tudo dentro de um whilee saí dele quando acabar as sublistas. Não possso mexer nisso agora, mas se não conseguir aí, edito minha resposta depois – Lucas 8/12/19 às 22:15

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.