13

Estava lendo algumas perguntas antigas, e acabei me deparando com um tópico sobre COBOL onde falava sobre mainframes. O que é um mainframe, e qual a diferença entre um mainframe e um servidor como conhecemos hoje?

8

De forma geral sempre foi conhecido como um computador de grande porte, em oposição aos computadores menores.

Eles costumavam (ou até são em alguns raros casos) usados para tarefas bastantes complexas (para os padrões da época) e rodar aplicações críticas e que precisam estar centralizadas. Em muitos casos era um computador central de uma organização que tinha outros computadores para outras atividades.

Eram feitos para aguentar o tranco e ser mais confiáveis que o resto dos recursos. Costumavam ser bem modulares (até o processamento podia ocorrer em módulos, era como se tivesse vários processadores que eram diferentes do que usamos hoje). Eram máquinas servidoras mesmo, não como é hoje que as pessoas usam hardware comum para servir algo por ser mais barato e criam redundância distribuindo (que muitas vezes é bem mais difícil fazer funcionar direito)

Era muito comum eles serem acessados por terminais burros (só tinha tela e teclado que comunicava só os caracteres que entravam e saiam dele para o computador sem nenhum processamento (zero mesmo, não tinha qualquer coisa nem próxima de um processador, ainda que depois começou ter alguma coisinha e até mesmo começou ser feito por software que emulava o terminal). O nome pode advir disto também, porque o terminais eram conectados ao quadro principal de computação, o nome que de certa forma hoje muita gente chama, erroneamente, de CPU (quando falam daquele gabinete que o monitor, teclado, mouse e outros periféricos vão ligados.

De fato hoje você tem na mão ou bolso mais poder computacional que um mainframe tinha :)

Em geral ele roda jobs, que é parecido com o que muitos chamam de microsserviços hoje :D grande novidade! OU seja, eram scripts.

Era comum eles serem alugados de tão caros que eram e exigiam muita manutenção. Em alguns casos você acessava ele por um período de forma remota e pagava pelo uso (conhece algo assim hoje? :) o pessoal acha que estão usando modernidades).

Melhor foto que achei pra ilustrar (tem muita por aí que mostram o terminal e unidade de fita magnética que são periféricos e não o mainframe em si, ali no fundo tem alguma coisa, parece até que um perfurador de fita de papel):

Mainframe

Eu já usei um da Unisys :) COBOL mesmo.

Em algum aspecto ele é um servidor, mas funciona de uma forma um pouco diferente. Um pouco menos se você já teve contato com thin clients que são terminais burros (ainda que muitos funcionem em cima de um inteligente). Também lembra um pouco como se acessa por SSH ou RDP.

Servidor é um termo mais amplo e até ambíguo sem um contexto, então ele servia algo sim, mas não era comum ser por rede como é hoje (até existia casos de algum tipo de rede, mas era mais raro).

  • 1
    Meus primeiro contato sério com Unix foi em terminal burro serial (mas ja era moderno, SCO OpenServer) - Antes disso teve o Mainframe da Gurgel, era serial tb. Lá usavam Paradox, provavelmente era DOS :) – Bacco 21/11/19 às 18:17
  • 1
    Usei o SCO mas em micro que era o Unix da Microsoft, muita gente não sabe disto. Foi quando usei o Fox para banco de dados. Ele conseguia rodar no Unix e o Clipper não. Era uma beleza de performance porque não tinha que trafegar nada pela rede. Em um emprego eu fiz tudo virar terminal (com Harbour) e revolucionei a empresa. Tudo era lento demais, e tudo ficou instantâneo. Demorou 2 horas pra fazer, porque eu não tinha todas informações da infra e precisou recompilar tudo pra 64 bits e testar se tava ok. – Maniero 21/11/19 às 18:22
2

A principal característica do mainframe é que ele não tinha microprocessadores, no estilo dos computadores atuais. Os circuitos que constituíam a CPU (central processor unit) eram grandes e modulares, ocupando armários inteiros. Tinham vantagens, como a redundância, a possibilidade de conserto, etc.

A ALU (unidade aritmética e lógica) era um circuito separado da CPU em si, que apenas despachava instruções.

Textos antigos ainda mencionam a ALU como algo separado da CPU, embora todo microprocessador (que a gente chama de CPU) tenha ALU embutido, mesmo os de 8 ou 4 bits.

Hoje em dia se apelida "mainframe" qualquer central de computação centralizada com alta capacidade de processamento, porém os mainframes atuais utilizam microprocessadores semelhantes aos PCs e workstations Unix.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.