2

não consigo ter acesso ao meu repositorio:

faço o seguinte : vou na pasta e abro o git bash here

git --global user.name " Di82Rquant"
git --global user.email "Di82Rquant@gmail.com

git init
 git remote add origin   git@github.com:Di82Rquant/repositorio-teste.git
git pull origin master

da essa mensagem :

The authenticity of host 'github.com (192.30.253.112)' can't be established. RSA key fingerprint is SHA256:nThbg6kXUpJWGl7E1IGOCspRomTxdCARLviKw6E5SY8. Are you sure you want to continue connecting (yes/no/[fingerprint])? yes Warning: Permanently added 'github.com,192.30.253.112' (RSA) to the list of known hosts. git@github.com: Permission denied (publickey). fatal: Could not read from remote repository.

Please make sure you have the correct access rights and the repository exists.

git add .
git commit -m " xxxx"

depois da :

*** Please tell me who you are.

Run

git config --global user.email "you@example.com" git config --global user.name "Your Name"

to set your account's default identity. Omit --global to set the identity only in this repository.

fatal: unable to auto-detect email address (got 'Di82R@Di82Rquant.(none)')

git push origin master

error: src refspec master does not match any error: failed to push some refs to 'git@github.com:Di82Rquant/repositorio-teste.git'

Quando dou o git init ele cria na pasta um arquivo git, mas não reconhece o meu repositório.

  • Tu ta enviando através de ssh, então tu precisa ter gerado uma chave ssh-key previamente. Se tu trocar pra https mudando a url de origin pra https://github.com/Di82Rquant/repositorio-teste ele vai pedir o login e senha na hora de enviar mesmo, sem precisar gerar a chave. – fajuchem 15/11/19 às 16:55
  • obrigado, consegui,mas infelizmente o patch que o próprio github me deu não funcionava, quando peguei o patch direto da fonte e coloquei .git funcionou – Di82Rquant 16/11/19 às 15:15

1 Resposta 1

3

Erro: permissão negada (publickey)

Uma mensagem de erro "Permission denied" (permissão negada) indica que o servidor rejeitou a sua conexão. Existem diferentes razões para isso acontecer. Os exemplos mais comuns estão descritos abaixo.

O comando sudo deve ser usado com o Git?

Você não deve usar o comando sudo com o Git. Caso você tenha uma razão muito boa para usar sudo, assegure-se de usá-lo com todos os comandos (talvez seja melhor usar su para obter um shell como root nesse ponto). Se você gerar chaves SSH sem sudo e depois tentar usar um comando como sudo git push, você não estará usando as mesmas chaves que gerou.

Verifique se está conectado ao servidor correto

Sabemos que digitar é difícil. Preste atenção ao que digita; você não conseguirá se conectar a "githib.com" ou "guthub.com". Em alguns casos, uma rede corporativa também pode causar problemas ao resolver o registro DNS.

Insira o segunte comando para confirmar que está conectado ao domínio correto:

$ ssh -vT git@github.com
> OpenSSH_5.6p1, OpenSSL 0.9.8r 8 Feb 2011
> debug1: Lendo dados de configuração /Users/you/.ssh/config
> debug1: Lendo dados de configuração /etc/ssh_config
> debug1: Solicitando opções para *
> debug1: Conectando a github.com [IP ADDRESS] port 22.

A conexão deve ser feita na porta 22, a não ser que você esteja substituindo as configurações para usar SSH na porta HTTPS.

Sempre utilize o usuário "git"

Todas as conexões devem ser feitas como usuário "git", inclusive aquelas para URLs remotas. Se você tentar se conectar com o seu GitHub nome de usuário, ocorrerá um erro:

$ ssh -T GITHUB-USERNAME@github.com
> Permissão negada (publickey).

Se houver uma falha na conexão ao usar um URL remoto com seu nome de usuário GitHub, você pode alterar a URL remota para o usuário "git".

Verifique sua conexão digitando:

$ ssh -T git@github.com
> Olá username! Você conseguiu se autenticar...

Garanta que você tem uma chave que está em uso

  1. Abra o terminal.

  2. Verifique se você tem uma chave privada gerada e carregada em SSH. Se estiver usando OpenSSH 6.7 ou anterior

# iniciar o ssh-agent em segundo plano
$ eval "$(ssh-agent -s)"
> Agent pid 59566
$ ssh-add -l
> 2048 a0:dd:42:3c:5a:9d:e4:2a:21:52:4e:78:07:6e:c8:4d /Users/you/.ssh/id_rsa (RSA)

Se estiver usando OpenSSH 6.8 ou posterior:

# iniciar o ssh-agent em segundo plano
$ eval "$(ssh-agent -s)"
> Agent pid 59566
$ ssh-add -l -E md5
> 2048 MD5:a0:dd:42:3c:5a:9d:e4:2a:21:52:4e:78:07:6e:c8:4d /Users/you/.ssh/id_rsa (RSA)

O comando ssh-add deverá imprimir uma string longa com números e letras. Caso isso não aconteça, você deverá gerar uma nova chave SSH e associá-la a GitHub.

Dica: Na maioria dos sistemas, as chaves privadas padrão (~/.ssh/id_rsa, ~/.ssh/id_dsa e ~/.ssh/identity) são automaticamente adicionadas ao agente de autenticação SSH. Não há necessidade de executar ssh-add path/to/key, a não ser que você substitua o nome do arquivo ao gerar uma chave.

Obter mais detalhes

Você também pode verificar a chave que está sendo usada tentando se conectar a git@github.com:

$ ssh -vT git@github.com
> ...
> debug1: Arquivo de identificação /Users/you/.ssh/id_rsa type -1
> debug1: Arquivo de identificação /Users/you/.ssh/id_rsa-cert type -1
> debug1: Arquivo de identificação /Users/you/.ssh/id_dsa type -1
> debug1: Arquivo de identificação /Users/you/.ssh/id_dsa-cert type -1
> ...
> debug1: Autenticações que podem prosseguir: publickey
> debug1: Próximo método de autenticação: publickey
> debug1: Tentando chave privada: /Users/you/.ssh/id_rsa
> debug1: Tentando chave privada: /Users/you/.ssh/id_dsa
> debug1: Não há mais métodos de autenticação para tentar.
> Permissão negada (publickey).

Nesse exemplo, não temos nenhuma chave SSH para usar. "-1" ao final das linhas "arquivo de identificação" indica que o SSH não conseguiu encontrar um arquivo para usar. Mais adiante, as linhas "Tentando chave privada" também indicam que o arquivo não foi encontrado. Se existisse um arquivo, as linhas seriam respectivamente "1" e "Apresentando chave pública":

$ ssh -vT git@github.com
> ...
> debug1: arquivo de identificação /Users/you/.ssh/id_rsa type 1
> ...
> debug1: Autenticações que podem prosseguir: publickey
> debug1: Próximo método de autenticação: publickey
> debug1: Apresentando chave pública RSA: /Users/you/.ssh/id_rsa

Verifique se a chave pública está associada à sua conta

Forneça sua chave pública a GitHub para estabelecer uma conexão segura.

  1. Abra o terminal.

  2. Inicie o SSH agent em segundo plano.

$ eval "$(ssh-agent -s)"
> Agent pid 59566
  1. Encontre e anote a impressão digital da chave pública. Se estiver usando OpenSSH 6.7 ou anterior:

$ ssh-add -l
> 2048 a0:dd:42:3c:5a:9d:e4:2a:21:52:4e:78:07:6e:c8:4d /Users/USERNAME/.ssh/id_rsa (RSA)

Se estiver usando OpenSSH 6.8 ou posterior:

$ ssh-add -l -E md5
> 2048 MD5:a0:dd:42:3c:5a:9d:e4:2a:21:52:4e:78:07:6e:c8:4d /Users/USERNAME/.ssh/id_rsa (RSA)
  1. No canto superior direito de qualquer página, clique na foto do seu perfil e clique em Configurações.

inserir a descrição da imagem aqui

  1. Na barra lateral de configurações do usuário, clique em Chaves SSH e GPG.

inserir a descrição da imagem aqui

  1. Compare a lista de chaves SSH com a saída do comando ssh-add.

inserir a descrição da imagem aqui

Caso não consiga ver sua chave pública em GitHub, será necessário adicionar a chave SSH a GitHub para associá-la ao seu computador.

Aviso: se você encontrar uma chave SSH com a qual não esteja familiarizado em GitHub, delete-a imediatamente e entre em contato com Suporte do GitHub ou Suporte do GitHub Premium para obter ajuda. Uma chave pública desconhecida pode indicar um possível problema de segurança. Para obter mais informações, consulte "Revisar as chaves SSH".

Fonte

https://help.github.com/pt/github/authenticating-to-github/error-permission-denied-publickey

  • obrigado, consegui,mas infelizmente o patch que o próprio github me deu não funcionava, quando peguei o patch direto da fonte e coloquei .git funcionou – Di82Rquant 16/11/19 às 15:14

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.