1

Quero fazer uma função que recebe uma lista de números ordenados e dois números(um inferior e um superior) e que retorna uma lista nova com os elementos da primeira lista entre os dois números.

Exemplo:

lista inicial=[12,14,15,16,18,20,24,26,28,32,34,38]  
limite inferior=13  
limite superior = 26  
lista exibida: [14,15,16,18,20,24,26]

O que eu tentei fazer:

def mudalista(l,li,ls):
    sublista=list()
    for el in l:
        if el>=li:
            pos_el1=l.index(el)
        elif el>=ls:
            pos_el2=l.index(el)
        sublista=l[pos_el1:pos_el2]     
    print(l[subslista])
    return

Tentei começar a função com "for el in l" e quando(if) o elemento fosse maior que o numero menor, armazenasse em uma variável, fazendo a mesma coisa com o superior(elif), mas quando vou tentar fazer a segunda lista, ele dá erro.

Traceback (most recent call last):
  File "<pyshell#19>", line 1, in <module>
    mudalista([12,14,15,16,18,20,24,26,28,32,34,38],13,26)
  File "C:\Users\G1820583\Downloads\exercicio lista.py", line 11, in mudalista
    sublista=l[pos_el1:pos_el2]
UnboundLocalError: local variable 'pos_el1' referenced before assignment
  • Guilherme, conhece teste de mesa? – Woss 4/11/19 às 20:09
  • Não... vou ler sobre – Guilherme Falcão 4/11/19 às 20:10
  • Estude os métodos de lista do Python, mais precisamente como pegar segmentos dela e, claro, o método index(). – Giovanni Nunes 4/11/19 às 21:54
5

TL;DR

import bisect

def intervalo(lista, i, j):
    left = bisect.bisect_left(lista, i)
    right = bisect.bisect(lista, j)

    return lista[left:right]

Explicação

Repare neste trecho do seu código:

if el >= li:
    pos_el1 = l.index(el)
elif el >= ls:
    pos_el2 = l.index(el)
sublista = l[pos_el1:pos_el2]

O código acima tem 3 possibilidades:

  1. el >= li então pos_el1 é criado, pois entrou no 1º if;
  2. el >= ls então pos_el2 é criado, pois entrou no 2º if;
  3. el é menor que ambos, li e ls, e nenhuma variável é criada pois não entrou em nenhum if e você apenas cria eles dentro destes ifs.

Note que em nenhum fluxo possível deste código as variáveis pos_el1 e pos_el2 podem coexistir, ou apenas uma existe, ou apenas a outra, nunca ambas são criadas no mesmo fluxo.

Isso faz com que a linha posterior: sublista = l[pos_el1:pos_el2] obrigatoriamente dê erro, pois você está usando uma das variáveis que obrigatoriamente não será criada.

Possíveis soluções:


List comprehension (#Docs)

A mais simples de todas poderia ser usar uma list comprehension filtrando apenas os itens que cumprirem sua condição. Como sua lista têm os valores ordenados, essa solução funciona bem:

def intervalo(lista, i, j):
    return [item for item in lista if i <= item <= j]

lista_inicial = [12,14,15,16,18,20,24,26,28,32,34,38]
intervalo(lista_inicial, 13, 26)
# [14, 15, 16, 18, 20, 24, 26]

Se você ainda não conhece o conceito de comprehensions, uma versão equivalente usando for ficaria assim:

def intervalo(lista, i, j):
    resultado = []

    for item in lista:
        if if i <= item <= j:
            resultado.append(item)

    return resultado

lista_inicial = [12,14,15,16,18,20,24,26,28,32,34,38]
intervalo(lista_inicial, 13, 26)
# [14, 15, 16, 18, 20, 24, 26]

Slice (#Docs)

Pode-se usar slices, como você mesmo fez, mas é preciso tratar quando os valores procurados não existem na lista, pois se os valores que limitam seu intervalo não existirem na lista você vai ter que selecionar o índice mais próximo. Uma solução poderia ser:

def intervalo_slices(lista, i, j):
    left, right = 0, len(lista)

    for index, item in enumerate(lista):
        if item < i:
            # se for menor que o mínimo mostra do próximo em diante
            left = index + 1
        if item <= j:
            # Se for maior que o máximo mostra até o próximo índice
            right = index + 1

    return lista[left:right]

O algoritmo é simples:

  1. Eu crio left e right com valores padrão 0 e o tamanho total da lista (len(lista)), dessa maneira se o fluxo não entrar em nenhum dos ifs o resultado será lista[0:len(lista)] que é apenas uma cópia da lista original;
  2. Uso enumerate para ter os índices dos itens que estou iterando e realizar os cálculos (semelhante ao i que vemos em laços for de outras linguagens);
  3. Testo em todas as iterações se item é menor que o mínimo. Caso a condição seja verdadeira, significa que o limite inferior da nossa lista é o item seguinte, pois vai ser igual ou maior que i;
  4. Testo em todas as iterações se item é menor ou igual ao máximo, se sim, o índice que eu quero também é o próximo, pois slices não incluem o valor da direita (ex: [0, 1, 2, 3][:2] resulta em [0, 1]);
  5. Por fim retorno o slice com os valores corretos

Se você der um print dentro dos if verá que left e right recebem valores várias vezes até que as condições deixem de serem verdadeiras. Não é uma solução muito otimizada, mas é um algoritmo mais "feito na mão" e eu queria mostrar o que deu errado com seu exemplo com uma possível solução para a sua linha de raciocínio.

Para uma solução mais otimizada nessa mesma linha de raciocínio, veja a próxima sessão.


Módulo bisect (#Docs)

Outra maneira de resolver o problema "qual índice da lista devo fazer slice" é usar um algoritmo de pesquisa binário para encontrar em qual posição da lista deve-se fazer o slice, mesmo que o valor não exista nesta lista.

O módulo bisect foi feito para trabalhar com sequências ordenadas e pesquisa binária, então podemos tirar proveito de um módulo nativo do python para resolver o problema com uma complexidade de O(Log2 n) ao invés de O(n) como os problemas anteriores.

Para isso usaremos as funções bisect e bisect_left. Ambas têm o mesmo propósito e funcionamento, elas servem para descobrir em qual posição de uma sequência ordenada um valor deve ser inserido para que seja mantida sua ordenação.

Por exemplo:

from bisect import bisect

lista = [0, 2, 4, 5, 8, 10]
index = bisect(lista, 3)
# 2

lista.insert(index, 3)
# lista = [0, 2, 3, 4, 5, 8, 10]
#                └── posição retornada por bisect

Veja que bisect retornou o índice 2, que é exatamente onde eu posso inserir o valor 3 na minha lista para que seja mantida a ordenação da mesma.

Mas pra que serve o bisect_left?

A funções bisect e bisect_left se diferenciam apenas quando o valor procurado já existe na sequência, ou seja, no exemplo anterior poderia ser usado bisect ou bisect_left pois o resultado seria o mesmo.

Quando procuramos o índice de inserção de um valor já existente na sequência ficamos com duas opções:

  1. Inserir no mesmo índice do valor encontrado (bisect_left).

    Para inserir o valor 1 na lista [0, 1, 2, 3]:

    #      ┌── valor encontrado
    [0, 1, 1, 2, 3]
    #   └── novo valor
    
  2. Inserir no próximo índice do valor encontrado (bisect).

    Para inserir o valor 1 na lista [0, 1, 2, 3]:

    #   ┌── valor encontrado
    [0, 1, 1, 2, 3]
    #      └── novo valor
    

Em resumo, a diferença é se o índice retornado é o mesmo do valor encontrado ou o próximo. O código abaixo ilustra os exemplos citados acima:

from bisect import bisect, bisect_left

lista = [0, 1, 2, 3]
indice = bisect(lista, 1)
# 2
indice_left = bisect(lista, 1)
# 1

Código final usando bisect

Agora que você entendeu o conceito, bastaria usar o bisect_left para pegar corretamente o índice mínimo para usar no slice e bisect para pegar o índice máximo.

import bisect

def intervalo(lista, i, j):
    left = bisect.bisect_left(lista, i)
    right = bisect.bisect(lista, j)

    return lista[left:right]

Conclusão

Estas são algumas formas de fazer o que você quer, apresentei o módulo bisect pois além de ser performático e interessante, acho importante para o apredizado termos exemplos de uso prático.

Criei este Repl.it com todos os exemplos rodando.

2

Esse erro que você apresentou ocorre porque a variável pos_el1 só é criada caso entre no if el>=1. Ou seja, se o programa não entrar nesse bloco, você tentará utilizar uma variável que não existe.

Há também alguns outros erros de lógica como por exemplo o bloco if el>=li. Caso o elemento seja maior que li o menor elemento será ele. Só que isso significa que o maior elemento da lista também será o menor, já que o maior elemento é maior que li.

Há também um problema ao utilizar slice para obter uma nova lista de números. Lembre-se que a posição final é uma posição de parada e o valor nessa posição não será retornado. Logo você deverá fazer com que a posição final seja a posição do maior elemento +1.

Veja esse código abaixo que eu fiz:

def mudaLista(lista,li,ls):

    menor_elemento = None
    maior_elemento = None

    for elemento in lista:

        if not menor_elemento and elemento >= li:
            menor_elemento = elemento

        if elemento <= ls:
            maior_elemento = elemento

    if menor_elemento and maior_elemento:

        pos_menor = lista.index(menor_elemento)
        pos_maior = lista.index(maior_elemento)

        return lista[pos_menor:pos_maior+1]

    else:
        return []

lista = [num for num in range(100)] #Gera uma lista com números de 1 à 100
li = 43
ls = 57
print(mudaLista(lista,li,ls)) # Saída: [43, 44, 45, 46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, 54, 55, 56, 57]

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.