1

Eu estou fazendo um programa em que a ideia é começar perguntando se a pessoa já é cadastrada, caso contrário, ela passa por um. Eu estou tento problemas em verificar se o nome de usuário já é existente, por base de uma lista de usuários, a ideia é que se o nome já estiver na lista de usuários cadastrados, esse nome não possa ser cadastrado novamente. As linhas em conflito estão com comentário de "ERRO". Eis o código:

#  Arquivo de usuários CADASTRADOS
usuarios = list({'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'})
usuario = dict()


#  Função de CADASTRAR
def cadastro():
    global usuarios
    global usuario
    while True:
        usuario.clear()
        usuario['nome'] = str(input('Digite o nome de usuário que deseja ter: '))
#  A LINHA ABAIXO DA ERRO!
        if usuario['nome'] not in usuarios['nome']:
            break
        print('Nome de usuário já existente! Por favor, tente outro nome de usuário.')
    usuario['senha'] = str(input('Digite a senha que deseja ter: '))
    usuarios.append(usuario.copy)
    print(usuario)


#  O usuário tem CADASTRO?
while True:
    temcadastro = str(input('Você já está cadastrado?[Sim/Não]: ')).upper().strip()[0]
    if temcadastro in 'SN':
        break
    print('Por favor, responda somente com Sim ou Não.')
if temcadastro == 'N':
#  A LINHA ABAIXO DA ERRO!
    cadastro()
print('Fim do programa (por enquanto).')

2 Respostas 2

0

usuarios é uma lista de dicionários, e não um dicionário. Portanto, a sintaxe usuarios['nome'] falhará.

Para obter os nomes dos usuários, você terá de iterar sobre esta lista e coletar o valor associado à chave 'nome' de cada dicionário dentro dela:

usuarios_existentes = []
for user in usuarios:
    usuarios_existentes.append(user['nome'])
if usuario['nome'] not in usuarios_existentes:
    # . . .

(usei a variável user em inglês para diferenciá-la da sua variável usuario)

Ou, como é comum em Python, utilizar uma compreensão de lista para fazer esta mesma operação em uma linha:

usuarios_existentes = [user['nome'] for user in usuarios]
if usuario['nome'] not in usuarios_existentes:
    # . . .
2
  • Só para lembrar que a operação in é mais performática quando aplica a sets (O(1)) do que em lists (O(n)). Então você poderia só trocar por usuarios_existentes = {user['nome'] for user in usuarios} caso sua lista de usuários seja muito grande. ;) – fernandosavio 4/11/19 às 20:42
  • PS: Não acho que deva adicionar isso na resposta, é só para deixar uma observação para futuros visitantes. – fernandosavio 4/11/19 às 20:42
0

TL;DR

Troque:

usuarios = list({'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'})

# por:

usuarios = [{'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'}]

E:

if usuario['nome'] not in usuarios['nome']:

# por:

if usuario['nome'] not in {u['nome'] for u in usuarios}:

Parece que você ainda não entende bem como usar as estruturas de dados do python. Vou tentar explicar o que acho que você ainda não entende.

Criação de lista de dicionários

Seu código:

usuarios = list({'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'})

O conteúdo de usuarios agora é ['nome', 'senha'], e não é o que você esperava. Para entender o motivo precisamos entender o que list() faz.

A documentação de list() mostra que list recebe um iterável como parâmetro, então você poderia passar qualquer iterável que list() fará a iteração sobre o argumento recebido e adicionará cada item dessa iteração na nova lista criada.

Para fins didáticos, seria como:

def list(iteravel):
    nova_lista = []  # cria a nova lista

    for item in iteravel:
       nova_lista.append(item)  # adiciona o item à nova lista

    return nova_lista  # retorna a nova lista criada

Sabendo disso, voltamos para o seu código. Você está passado um dicionário para list(), como dicionários são iteráveis está tudo bem, porém quando você itera sobre um dicionário, você itera sobre suas chaves. Na documentação de dict você verá que chamar iter(d) é apenas um atalho para iter(d.keys). Exemplo:

dicionario = {
    'chave_1': 'Valor 1',
    'chave_2': 'Valor 2',
    'chave_3': 'Valor 3',
}

for item in dicionario:
    print(item)

# chave_1
# chave_2
# chave_3

Então seu código:

usuarios = list({'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'})

Seria como você estivesse fazendo:

usuario = []

for chave in {'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'}:
    usuario.append(chave)

# usuario = ['nome', 'senha']

O que você realmente quer é uma lista de dicionários, onde cada dicionário corresponde a um usuário do seu sistema. Para isso bastaria fazer:

usuarios = [{'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'}]

Checagem de existência de usuário

A checagem de existência de um usuário no seu sistema vai depender da estrutura usada para guardar seus usuário.

Vou tomar como verdade que você corrigiu seu código e está usando uma lista de dicionários, como a sessão anterior da resposta explicou.

O operador in, quando utilizado em sequências testa se algum item na lista tem valor igual ao item procurado. Ou seja, 1 in [0, 1, 2] seria como testar:

def contem(valor, sequencia):
    for item in sequencia:
        if item == valor
            return True
    return False

contem(1, [0, 1, 2])  # True
contem(5, [0, 1, 2])  # False

Explico isto porque se você olhar a documentação do dict verá que diz:

Dictionaries compare equal if and only if they have the same (key, value) pairs (regardless of ordering).

Tradução livre:

Dicionários são tratados como iguais em uma comparação se, e somente se, eles tem os mesmo pares de chave e valor (independente de sua ordem).

Ou seja, se você testar se dict_a == dict_b o resultado será baseado em suas chaves e valores, mesmo que referenciem a objetos distintos em memória (minha resposta e a resposta aceita desta pergunta explicam um pouco mais sobre isso). Então:

dict_1 = {'chave_1': 1, 'chave_2': 2}
dict_2 = {'chave_2': 2, 'chave_1': 1}

dict_1 == dict_2
# True

dict_1 is dict_2
id(dict_1) == id(dict_2)
# False para ambos (mesmo valor, mas objetos diferentes)

Moral da história, se você testar seu objeto diretamente na lista de usuários só funcionará se seu objeto também tiver a chave senha como valor correto na listagem.

usuarios = list({'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'})

'marcelo' in usuarios
# False

{'nome': 'marcelo'} in usuarios
# False

{'nome': 'marcelo', 'senha': 'marcelo123'} in usuarios
# True

Uma boa saída é criar um set() com os nomes já cadastrados e testar a existência neste set(). Seu código ficaria assim:

cadastros = {u['nome'] for u in usuarios}
if usuario['nome'] not in cadastros:
    break

Você pode ver mais sobre set() e set comprehension na documentação.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.