1

Tenho a seguinte consulta:

SELECT 
ISNULL(MAX(CONVERT(TIME(0), DATEADD(SECOND, DATEDIFF(SS, [INICOLIGACAO],[FINALLIGACAO]), 0))),'')  AS [DURACAO_CHAMADA]

WHERE
 CONVERT(DATE,[DIA]) = '2019-10-30' 
AND [CAMPANHA] = ('1') 
GO

Quando eu a executo a mesma retorna o o erro:

The datediff function resulted in an overflow. The number of dateparts separating two date/time instances is too large. Try to use datediff with a less precise datepart.
Warning: Null value is eliminated by an aggregate or other SET operation.

porem quando altero de segundos para minutos ou ate mesmo horas ela retorna os dados, porem preciso dos dados em segundos.

Quando é colocado o DATEDIFF_BIG() ele da o erro:

'DATEDIFF_big' is not a recognized built-in function name.

estou pegando as ligações apenas do dia anterior

o select que faço é

SELECT 
     ACIONAMENTO
    ,CPF
    ,DDD+TELEFONE
    ,CONTRATO
    ,ISNULL(MAX(CONVERT(TIME(0), DATEADD(SECOND, DATEDIFF(SECOND,[INICOLIGAÇÃO],[FINALLIGACAO]), 0))) ,'')  AS [DURACAO_CHAMADA]
    ,OPERADOR

FROM 
    TABELA

WHERE
    CONVERT(DATE,[inicioligacao]) = CONVERT(DATE,GETDATE()-1)
     AND [campanha] IN ('1')
5
  • Se ocorreu estouro então é porque os dados estão errados, pois quem ficaria anos em uma ligação?
    – José Diz
    31/10/19 às 15:35
  • Você ainda não forneceu os dados de sua tabela.
    – Sorack
    31/10/19 às 18:52
  • Você mostrou a query que está realizando mas não mostrou ainda qual os dados da sua tabela
    – Sorack
    5/11/19 às 18:59
  • @Sorack poderia ser mais claro. 6/11/19 às 20:19
  • @PauloHenrique mais claro do que dizer que voce precisa mostrar o conjunto de dados? Estou perguntando o que tem dentro da sua tabela, que você mostre linhas, tuplas.
    – Sorack
    6/11/19 às 20:55
4

Se o objetivo é calcular a duração em segundos de uma chamada telefônica, então parece que alguém ficou por anos fazendo uma ligação...

Sobre a mensagem de erro "The datediff function resulted in an overflow", já tive esse problema certa vez e foi quando tomei conhecimento da existência da função DATEDIFF_BIG. Ela permite valores bem maiores, mas para mim não foi a solução pois ela está disponível (acho que) a partir da versão 2016 do SQL Server e eu precisava de algo compatível com a versão 2008. Tive então que criar uma solução de contorno, bem simples até.

Se a versão do SQL Server que está a utilizar é 2016 (ou mais recente), experimente então DATEDIFF_BIG(). Mas se o contexto é duração de chamada telefônica, provavelmente os dados processados estão errados.


Ao final há uma conversão para TIME(0); isto faz com que uma chamada que tenha durado 24h ou mais fique registrada somente a parte de horas, ignorando a parte superior a 24h. Por exemplo, se uma chamada durou 25 horas, 59 minutos e 10 segundos o resultado final será 1h59min10s

Eis código SQL para mostrar o erro que pode ocorrer:

-- código #1
declare @I datetime, @F datetime;
set @I= '20100101 01:00';
set @F= '20100102 02:59:10';

SELECT @I, @F, 
       datediff (second, @I, @F), 
       convert (time(0), dateadd (second, datediff (second, @I, @F), 0));

Para verificar a consistência dos dados rode o seguinte código:

-- código #2 v2
SELECT INICOLIGACAO, FINALLIGACAO,
       datediff (hour, INICOLIGACAO, FINALLIGACAO) as DURAÇÃO
  from tabela
  where cast (DIA as date) = '2019-10-30' 
        and CAMPANHA = '1'
        and datediff (hour, INICOLIGACAO, FINALLIGACAO) >= 24;

O código acima lista chamadas cuja duração foi maior ou igual a 24 horas, o que representa perda de informação ao converter para TIME(0).


Para saber qual é a versão do SQL Server em uso bem como o nível de compatibilidade do banco de dados, rode

-- código #3
PRINT @@version
--
SELECT name, compatibility_level
  from sys.databases
  where name = 'nomedobanco';

Substitua nomedobanco pelo nome do banco de dados.

2
  • quando coloco o DATEDIFF_BIG() ele da um erro:'DATEDIFF_BIG' is not a recognized built-in function name. 31/10/19 às 18:06
  • @PauloHenrique (1) Então ou a versão do SQL Server é anterior a 2016 ou o nível de compatibilidade do banco de dados está ajustado para valor inferior a 130. (2) Acrescentei o código #2, para você verificar a consistência dos dados. (3) O código #3 permite você verificar qual é a versão do SQL Server bem como o nível de compatibilidade do banco de dados.
    – José Diz
    3/11/19 às 10:10
3

DATEDIFF

... Para segundo, a diferença máxima é de 68 anos, 19 dias, 3 horas, 14 minutos e 7 segundos.

Como a própria documentação diz, a diferença máxima entre duas datas, em segundos, é a citada acima. Portanto, apesar de não saber quais são os dados da sua tabela, concluo que os dados contidos em suas colunas estejam incorretos ou que o formato de data apresentada não seja a esperada pelo banco de dados afinal 68 anos para uma ligação é um montante inconsistente.

A partir do SQL Server 2016 você pode usar a função DATEDIFF_BIG que não possui um limite tão "escasso".

DATEDIFF_BIG

Essa função retorna a contagem (como um grande valor inteiro com sinal) dos limites de datepart especificados cruzados entre os parâmetros especificados startdate e enddate.


Você pode verificar a versão do SQL Server executando o seguinte comando:

SELECT @@VERSION AS versao

@@VERSION

Retorna informações de compilação e sistema para a instalação atual do SQL Server.

1
  • O responsável pelo voto negativo pode esclarecer qual o problema na resposta para que possa ser corrigido?
    – Sorack
    1/11/19 às 17:27

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.