2

Estou tentando capturar em formato de data UNIX o range de tempo de 1 dia:

#!/usr/bin/python
# -*- coding: utf-8 -*-
import time
import datetime
from datetime import datetime

now = datetime.now()

dateNow = '' + str(now.day - 1) + '/' + str(now.month) + '/' \
    + str(now.year) + ''

start = '' + dateNow + ' 00:00'
end = '' + dateNow + ' 23:59'

print(start)

startTimestamp = int(time.mktime(datetime.datetime.strptime(start,
                     '%d/%m/%Y %H:%M').timetuple()))

endTimestamp = int(time.mktime(datetime.datetime.strptime(end,
                   '%d/%m/%Y %H:%M').timetuple()))

print(startTimestamp)

Saída:

28/10/2019 00:00
Traceback (most recent call last):
  File "main.py", line 17, in <module>    startTimestamp = int(time.mktime(datetime.datetime.strptime(start,AttributeError: type object 'datetime.datetime' has no attribute 'datetime'

2 Respostas 2

1

Luis, você fez o import do datetime duas vezes, gerando inclusive o warning de redefinição.

Uma forma de corrigir, seria apenas remover o primeiro import do datetime, e corrigir também as linhas que utilizam do método strptime:

import time
from datetime import datetime

now = datetime.now()

dateNow = '' + str(now.day - 1) + '/' + str(now.month) + '/' \
    + str(now.year) + ''

start = '' + dateNow + ' 00:00'
end = '' + dateNow + ' 23:59'

print(start)

startTimestamp = int(time.mktime(datetime.strptime(start,
                     '%d/%m/%Y %H:%M').timetuple()))

endTimestamp = int(time.mktime(datetime.strptime(end,
                   '%d/%m/%Y %H:%M').timetuple()))

print(startTimestamp)
  • Entendi, achei que tinha que fazer outro import para usar nas variaveis start e end, muito obrigado !! – Luis Henrique 29/10/19 às 16:32
  • 1
    @LuisHenrique Vale lembrar que se o código rodar no dia 1 de qualquer mês, esse código já não funciona mais (pois ele tentará fazer o parsing do dia zero e dará erro): ideone.com/HaqTAE - na minha resposta tem uma alternativa para esses casos :-) – hkotsubo 29/10/19 às 19:09
1

A outra resposta já explicou os problemas do seu código, mas há um porém: se o código rodar no dia 1 de qualquer mês, você montará uma string correspondente ao dia zero, e dará erro.

Além disso, no seu código você criou um datetime, transformou em strings, e depois transformou em datetime novamente, para depois retornar uma timetuple e por fim obter o timestamp.

Dá para fazer a mesma coisa só manipulando o datetime inicial. Basta usar date.today() para obter a data de hoje e subtrair um timedelta para obter o dia anterior. Depois é só usar combine para combinar a data com um horário (usando time para definir o horário):

from datetime import datetime, date, time, timedelta

# dia de hoje menos 1 dia
d = date.today() - timedelta(days = 1)

# combina o dia com o horário meia-noite
startTimestamp = datetime.combine(d, time(0, 0)).timestamp()
# combina o dia com o horário 23:59
endTimestamp = datetime.combine(d, time(23, 59)).timestamp()

print(startTimestamp) # 1572231600.0
print(endTimestamp) # 1572317940.0

Assim, eu consigo mudar o dia e horário conforme as regras indicadas. No segundo caso, eu setei a hora para 23, o minuto para 59 e o restante (segundos e fração de segundos) foram omitidos e serão zero, pois é isso que acontece quando você faz o parsing da string que você montou (que não tem os segundos e frações de segundo, então eles se tornam zero no parsing).

Note que neste caso os valores dos timestamps são mostrados com uma casa decimal (1572231600.0), já que eles são float's (pois este é o retorno do método timestamp()), já que ele também pode ter as frações de segundo (neste caso não tem porque em ambos os casos o valor é zero). Mas se quiser que sejam inteiros, pode usar int no resultado final: int(datetime.combine....).

Este método é melhor não só por não "dar a volta" de converter para string e de volta para datetime, mas também porque ele não falha quando o dia é 1. Ao subtrair um timedelta, já são feitos os ajustes necessários no mês e ano (por exemplo, se hoje fosse 1 de janeiro, ao subtrair 1 dia, precisaria ajustar o mês para dezembro e o ano para o anterior - somente subtrair 1 do dia não funciona para todos os casos - veja).

Além disso, desta forma fica mais claro o que está acontecendo, e não precisa criar strings para depois converter de volta para datetime, basta usar os tipos existentes no módulo para manipular as datas diretamente.


Cuidados com o timezone

Nos exemplos acima, o startTimestamp é 1572231600. Mas lembre-se do que é o timestamp: é um número que representa a quantidade de segundos desde o Unix Epoch. Isso quer dizer que um mesmo valor de timestamp corresponde a uma data e hora diferentes, dependendo do fuso horário.

Por exemplo, o timestamp 1572231600 corresponde a:

  • 28/10/2019 à meia-noite em São Paulo
  • 28/10/2019 ao meio-dia em Tóquio
  • 27/10/2019 às 20:00 em Los Angeles

Todas as 3 datas e horários acima correspondem ao mesmo timestamp (ao mesmo instante, ao mesmo ponto na linha do tempo).

No caso, os datetime's criados acima são "naive" (nome que o módulo dá para datas sem informação sobre o fuso horário). Só que para obter o timestamp, precisamos saber a qual fuso horário ele se refere (é dia 28 à meia-noite em qual lugar?). Como o datetime não possui tal informação, o Python usou a "hora local" (no meu caso, foi o Horário de Brasília). Por isso o timestamp retornado corresponde à meia-noite em São Paulo.

Mas ao rodar esse mesmo código no IdeOne.com, por exemplo, o retorno foi 1572220800.0, que corresponde à 28/10/2019 à meia-noite em UTC (que por sua vez, corresponde à 27/10/2019 às 21h em São Paulo). Isso porque o ambiente do IdeOne provavelmente está configurado com UTC (o mesmo acontece se rodarmos no Repl.it).

Ou seja, este código pode dar um resultado diferente, dependendo do ambiente onde rodar. Se quiser controlar exatamente a qual timezone o datetime se refere, há algumas soluções.

Para Python <= 3.8 você pode usar o módulo pytz, que possui um bom suporte a timezones:

from datetime import datetime, date, time, timedelta
from pytz import timezone

d = date.today() - timedelta(days = 1)
zone = timezone('America/Sao_Paulo')

startTimestamp = datetime.combine(d, time(0, 0)).astimezone(zone).timestamp()
endTimestamp = datetime.combine(d, time(23, 59)).astimezone(zone).timestamp()

print(startTimestamp) # 1572231600.0
print(endTimestamp) # 1572317940.0

Agora estou usando um timezone específico ("America/Sao_Paulo", que corresponde ao Horário de Brasília), e o resultado estará correto independente das configurações de onde o código estiver rodando.

Os nomes de timezones (como "America/Sao_Paulo", "Europe/London", etc) são padronizados pela IANA, e você pode ver todos os disponíveis usando all_timezones:

import pytz

print(pytz.all_timezones)

Mas se for usar o pytz, lembre-se de mantê-lo sempre atualizado, pois as informações de timezones mudam o tempo todo: só no Brasil, tivemos uma mudança em 2018 (o horário de verão começou em novembro em vez de outubro), e em 2019 não teremos horário de verão (e isso é importante porque estar ou não em horário de verão muda a diferença com relação a UTC, e consequentemente muda o valor do timestamp obtido pelos códigos acima). E mesmo se for usar timezones de outros países, é igualmente importante, pois esse tipo de coisa muda o tempo todo.

Conforme a IANA lança novas atualizações (que você pode acompanhar se inscrevendo nesta mail-list), o pytz é atualizado também.


E a partir do Python 3.9 você pode usar o módulo zoneinfo. Seu uso é similar ao pytz:

from datetime import datetime, date, time, timedelta
from zoneinfo import ZoneInfo

d = date.today() - timedelta(days = 1)
zone = ZoneInfo('America/Sao_Paulo')

startTimestamp = datetime.combine(d, time(0, 0)).astimezone(zone).timestamp()
endTimestamp = datetime.combine(d, time(23, 59)).astimezone(zone).timestamp()

print(startTimestamp) # 1572231600.0
print(endTimestamp) # 1572317940.0

E para consultar todos os timezones disponíveis, basta usar zoneinfo.available_timezones():

import zoneinfo
print(zoneinfo.available_timezones())
  • 1
    Cara, simplesmente fantástica sua resposta, sua lógica de programação está muito boa, transformou o monstro que escrevi em poucas linhas, parabéns e obrigado por explicar detalhadamente !! – Luis Henrique 29/10/19 às 23:25
  • Só uma dúvida, caso eu quisesse transformar isso em range de tempo de 7 dias, como ficaria as variáveis ? teria que fazer ( start - 60 * 60 * 7) ? – Luis Henrique 29/10/19 às 23:47
  • 1
    @LuisHenrique Se quer subtrair 7 dias, faça date.today() - timedelta(days = 7). O timedelta é justamente pra vc não ter que fazer essas contas – hkotsubo 30/10/19 às 0:08
  • 1
    Esse código acima subtrai, então o resultado é uma data 7 dias atrás. – hkotsubo 30/10/19 às 0:25
  • 1
    Se for o caso, é só fazer outra pergunta... Mas dependendo do que vc precisa, talvez já tenha no site, faça uma pesquisa antes :) – hkotsubo 30/10/19 às 1:06

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.