3

Estou desenvolvendo uma aplicação web que fará o teste do servidores e trará o resultado igual um tracert do Windows ou o traceroute do Linux. Estou desenvolvendo em Java e usando os comandos citados da seguinte maneira:

Identifico o servidor e chamo:

Runtime.getRuntime().exec("tracert " + hostCanonicalName);

Após a execução eu pego a String e monto um gráfico (Vis.js) com o caminho por onde passou a requisição.

Já pesquisei na web e não achei nada em Java que faça de forma diferente da mencionada.

Existe algum framework que faça isso? Li algo a respeito do HttpCliente e não obtive uma resposta satisfatória.

Não quero usar algo diretamente relacionado ao SO e ainda não consegui entender os comandos de forma completa, porque a cada IP que eu testo ele retorna um padrão diferente.

0

1 Resposta 1

4

Eu pesquisei também e na primeira página já apareceu resultados interessantes. Não sei se resolvem o que deseja mas parecem ser o que precisa:

Código:

import java.net.InetAddress;

public class Ping {
    public static void main(String[] args) {
        try {
            if (args.length != 1) {
                System.out.println("Usage: java Ping <hostname>");
                System.exit(-1);
            }
            String host = args[0];
            int timeout = 3000;
            boolean status = InetAddress.getByName(host).isReachable(timeout);
            System.out.println(host + ": reachable? " + status);
        } catch (java.net.UnknownHostException e) {
            e.printStackTrace();
        } catch (java.io.IOException ioe) 
            ioe.printStackTrace();
        }
    }
}

Coloquei no GitHub para referência futura.

O ping é a base do traceroute. Partindo dele é possível montar um algoritmo para traçar a rota.

2
  • O primeiro link (o do Pingdom) esquece, o autor descontinuou o projeto. Olhando na última tag do github, o código-fonte é apenas um bean com 3 getters. Além disso, aparentemente esta classe não é utilizada mais em nenhum outro lugar do projeto, ou seja, não serve para nada. 24/11/2014 às 19:31
  • O projeto do segundo link utiliza o que está no terceiro. Acho que é o caminho, caso você não queira usar o código do Gordon Christie por algum motivo. 24/11/2014 às 19:36

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.