3

Estou lendo um JSON de uma URL, conforme código abaixo:

$link1 = file_get_contents('http://gwmestampas.com.br/arquivo.json');

$obj = json_decode($link1);
echo $obj->event;
echo $obj["event"];


 foreach($obj as $link){
    $event = $link->event;
    $event2 = $link["event"];
    //$numOrd =  $link->resource->payment->_links->order->title;
    //$tipoPag =  $link->resource->payment->events->type;
    //$numPag =  $link->resource->payment->id;        
}; 

echo $event.'-<br>';
echo $event2.'-<br>';
echo $numOrd.'-<br>';
echo $tipoPag.'-<br>';
echo $numPag.'-<br>';

Tentei de várias maneiras mas sempre retorna vazio.

  • foreach($obj as $link){ o json retornado não é um array que você possa de cara fazer um foreach, chegou a estudar o json de retorno? poderia simplesmente ler o node direto, assim: $obj->event – Ricardo Pontual 15/10/19 às 21:39
  • não sei eu não entendi ou vc, mas no código acima tento fazer a leitura direto, mas não retorna nada e se tento fazer a leitura dentro do foreach também retorna vazio. – Fabio Jonas Zech 15/10/19 às 21:44
  • mesmo $link1 está vazio? – Ricardo Pontual 15/10/19 às 22:08
  • se estiver, pode ser que o file_get_contents não esteja conseguindo ler a url como se fosse um arquivo, então precisa habilitar isso assim antes do comando: ini_set("allow_url_fopen", true);. Faça um teste, se funcionar posso explicar melhor numa resposta – Ricardo Pontual 15/10/19 às 22:10
  • O $link1 recebe os dados normais vindo do $link1 = file_get_contents(.... mas depois disso não vai a diante, depois do $obj = json_decode($link1); por exemplo usando somente o echo $obj->event; deveria pelo menos mostrar algo sabendo que a estrutura é a seguinte { "date": "", "env": "", "event": "ORDER.CREATED", e ai por diante. – Fabio Jonas Zech 16/10/19 às 1:02

1 Resposta 1

4

O JSON retornado é inválido. Ele possui vários objetos "soltos", um seguido do outro:

{"date":"","env":"" ... }{"date":"","env":"", ... } 

Repare que depois que o primeiro objeto é encerrado com }, já é iniciado outro objeto com {. Isso não é um JSON válido.

O correto seria esses objetos estarem dentro de alguma outra estrutura, como um array, por exemplo:

[ {"date":"","env":"" ... }, {"date":"","env":"", ... }, ... ]

Aí sim seria um JSON válido. No exemplo acima, temos um array: ele é delimitado por [] e há vírgulas separando os elementos.

O ideal é que a URL retornasse um JSON no formato correto. Se você não tem controle sobre a URL que está acessando, o único jeito é manipular a string manualmente.


Atenção: o código abaixo foi feito especificamente para o JSON em questão. É assumida a premissa de que o JSON sempre vem assim: os objetos sempre começam com {"date": e não há espaços entre eles. Se houver a mínima mudança no formato, ele já não funciona mais (por isso o ideal é que a URL já retornasse um JSON válido).

A ideia é transformar esta string, que contém objetos em sequência, em um array. Para isso precisamos colocar [ no início, ] no fim e uma vírgula entre os objetos:

$link1 = file_get_contents('http://gwmestampas.com.br/arquivo.json');
$obj = json_decode('['. preg_replace('/((?<!^)\{"date":)/', ',$1', $link1). ']', true);

A expressão regular pega a string {"date": (desde que não esteja no início) e coloca uma vírgula antes dela. Também coloco o [ e ] e passo o resultado para json_decode.

Assim, $obj terá todos os objetos, bastando iterar pelo mesmo:

foreach ($obj as $link) {
    echo $link['event'];
    if (array_key_exists('payment', $link['resource'])) // nem todo resource tem payment
        echo ', '. $link['resource']['payment']['_links']['order']['title'];
    echo PHP_EOL;
}

Pelo que vi, o resouce pode ou não ter payment ou outros campos, mas aí basta ir testando se eles existem antes de acessá-los.


Lembrando novamente que esta é uma solução limitada. Se a string mudar (por exemplo, retorna um objeto que não começa com {"date":, ou qualquer outra alteração que não bata mais com nossas premissas), ele não funciona mais. Se tiver alguma propriedade date dentro de outro objeto interno, a regex vai inserir uma vírgula onde não deve (por sorte não tem, é por isso que nesse caso funciona). Claro que, dependendo da mudança, bastaria alterar a regex, mas ficar usando regex para manipular JSON não é o ideal.

O ideal é que o serviço retorne um JSON válido, para que você não precise ficar fazendo essas gambiarras para arrumar a string.

  • 1
    foi o que comentei, esse json está mal formado. esse Regex foi top pra fazer o fix :D – Ricardo Pontual 16/10/19 às 13:46
  • 1
    Agradeço muito a Resposta, entendo que não é a melhor opção, mas recebo assim e pois é de um serviço externo, vou implementar esse código e fazer uns teste para ver se fica funcional devido eventuais alterações, e como o Ricardo comentou ficou top mesmo o regex – Fabio Jonas Zech 16/10/19 às 14:41
  • @FabioJonasZech É, se é de um serviço externo e eles não puderem corrigir, então o jeito é ficar ajustando a regex toda vez que mudar alguma coisa (ou torcer para não mudar nunca) :-) – hkotsubo 16/10/19 às 14:43

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.