2

Tenho um vetor de valores inteiros no R, por exemplo:

y = c(rep(1:4, c(36,9,2,1)), 6, 6)

e preciso fazer um somatório dentro de uma função, assim:

equation

ou seja, preciso fazer

36*funcao_f(1,phi)+9*funcao_f(2,phi)+...

considerando, por exemplo:

phi = 1

funcao_f = function(I,PHI)(I*(I-1))/(1+(I*PHI))

Como faço isso no R, dado um vetor y qualquer (que não sei necessariamente quanto de cada valor gerado eu tenho, mas o R vai calcular o n_i pra mim, identificando o i=1, ou i = 2... no meu vetor y)?

Desde já valeu galera que manja de R!!!

2 Respostas 2

0

A função funabaixo calcula o somatório da pergunta. Um dos argumentos é FUN, a função de I e de PHI, no caso da pergunta funcao_f.

fun <- function(I, PHI, FUN){
  tbl <- table(I)
  n <- as.integer(names(tbl))
  sum(n*FUN(tbl, PHI))
}

funcao_f <- function(I, PHI)(I*(I-1))/(1+(I*PHI))

y <- c(rep(1:4, c(36,9,2,1)), 6, 6)
phi <- 1

fun(y, phi, funcao_f)
#[1] 54.45405
0

Olha, pelo que entendi você pode fazer tudo vetorialmente mesmo. O R faz as operações de vetores elemento a elemento, então ao invés de fazer uma função que tenha esse comportamento, transforme a saída da funcao_f em um vetor, aí é só multiplicar com o vetor que possui os n_i.

Se a entrada de funcao_f = function(I,PHI)(I*(I-1))/(1+(I*PHI)) forem dois vetores, ou um vetor e um escalar, a saída já vai ser um vetor. No caso o que você poderia fazer depois seria.

resposta = y*funcao_f(I,phi)

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.